PT
BR
Pesquisar
Definições



fealdade

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
fealdadefealdade
( fe·al·da·de

fe·al·da·de

)


nome feminino

1. Qualidade de feio. = FEIEZA, FEIURABELEZA, FORMOSURA

2. Deformidade, irregularidade desagradável nas feições ou no aspecto.

3. [Figurado] [Figurado] Acção vergonhosa ou torpe. = INDIGNIDADE, TORPEZADIGNIDADE

4. Gravidade de crime ou falta. = ENORMIDADE

etimologiaOrigem etimológica:latim *foedalitas, -atis, do latim foeditas, -atis, aspecto horrível.

Auxiliares de tradução

Traduzir "fealdade" para: Espanhol Francês Inglês

Palavras vizinhas



Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Tenho uma dúvida sobre o uso do acento grave (chamamos de crase aqui no Brasil). Um amigo me disse que pode-se escrever à favor, alegando que é opcional o uso da crase em locuções adverbiais. Ele está correto?
A crase à é uma contracção da preposição a com o artigo definido feminino a. Para haver o uso desta crase, é necessário que haja um substantivo feminino a seguir que justifique o uso do artigo definido feminino (ex.: estava à frente = estava a[PREP]+a[ART] frente; foi à caça = foi a[PREP]+a[ART] caça). Não poderá usar a crase numa expressão como a favor, pois favor é um substantivo masculino e nunca poderia ser antecedido do artigo definido feminino a. Em alguns casos poderá haver uso de crase antes de substantivos masculinos, mas apenas em situações muito específicas, em que se pode subentender locuções como moda de ou maneira de (ex.: coelho à [maneira do] caçador).
Sobre este assunto, poderá também consultar outras respostas em regência verbal e nominal, graças a deus e crase em intervalo temporal.