Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

falsa-quina

falsa-quinafalsa-quina | n.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

falsa-quina falsa-quina


nome

(A definição desta palavra estará disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

parasitas a mamar, em torno da falsa criminalidade que não se verifica bem pelo contrário, são vitimas marginalizados, e como tal se deve proceder à reformulação da legislação do combate à droga (DL n.º 15/93, de 22 de Janeiro), a levar à imediata libertação dos detidos em reclusão nas cadeias e à extinção

Em atoscorruptos.blogs.sapo.pt

--- Mensagem encaminhada de Raul Manuel Quina Caldeira Soares da Silva < raulcaldeira@sapo.pt > --- Data: Fri, 23 Feb 2018 15:08:30 +0000 De: Raul Manuel Quina Caldeira Soares da Silva < raulcaldeira@sapo.pt > Assunto: AO ABRIGO DO DISPOSTO NO ARTIGO 52 DA CRP A REQUERER LEGISLAÇÃO SOBRE ESPAÇOS

Em atoscorruptos.blogs.sapo.pt

Aos especiais cuidados de V Exª. A Procuradora--Geral da República (Tribunal Judicial da Comarca de Abrantes) Proc. 55/13.8 GDABT Proc. NUIPC 595/12.6 TAABT O cidadão, Raul Manuel Quina Caldeira Soares da Silva, encontrasse sem acesso ao direito e aos tribunais, pelo que ao abrigo do artº 278º do

Em atoscorruptos.blogs.sapo.pt

, residente na E.N. nº 118, Tramagal, concelho de Abrantes e RAUL MANUEL QUINA CALDEIRA DA SILVA, nascido a 25 de Fevereiro de 1961 divorciado, natural de Ponte de Sor, filho de Porfírio Aurélio da Silva e de Maria Custódia Quina Caldeira, presentemente detido no Estabelecimento Prisional de Coimbra, vêm

Em atoscorruptos.blogs.sapo.pt

assim, eventualmente, se poderá, assegurar, ou não, os valores da indemnização a pagar. Perante essa panóplia, os vendedores, ainda se sentem caluniados? Ainda exigem, que o comprador retire da Internet, todas as calunias a seu respeito? Ora calunia, isso é muito grave, é uma acusação falsa , que fere a

Em portugal100lei.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


É com espanto que vejo que na conjugação do verbo haver aparecer a forma houveram. Sempre aprendi que a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito não existe. Podem-me explicar se é moda nova?!
A flexão do verbo haver varia consoante o seu emprego. Assim, quando este é empregue como verbo principal, com os sentidos de “existir” (em 1.a), de "ter decorrido" (em 2.a) e de “acontecer” (em 3.a), ele é impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular. Daí a má formação das frases 1.b), 2.b) e 3.b), assinaladas com asterisco (*):

1. a) Houve muitos deputados investigados.
b) * Houveram muitos deputados investigados.

2. a) Havia duas horas que estava à espera.
b) * Haviam duas horas que estava à espera.

3. a) Na semana passada houve muitos acidentes.
b) * Na semana passada houveram muitos acidentes.

Quando é empregue como verbo principal com outros sentidos que não os de "existir", "ter decorrido" ou "acontecer", é flexionado em todas as pessoas:

4. a) Os organizadores do colóquio houveram por bem encomendar uma sondagem. [achar, considerar]
b) E que bem se houveram os portugueses no confronto! [avir-se]

O verbo haver emprega-se ainda como auxiliar em tempos compostos, sendo também flexionado em todas as pessoas:

5. As encomendas haviam sido entregues.

Como se pode ver pelas frases 4-5, a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do verbo haver existe, pelo que o conjugador deve incluí-la, não podendo é ser utilizada nos casos em que o verbo é impessoal.




Como deve ser escrito o nome da ferramenta usada para retirar polia de um eixo: sacapolia, saca-polia ou saca polia?
A grafia correcta, apesar de não se encontrar registada em nenhum dos dicionários por nós consultados, deverá ser saca-polia, por analogia com outras palavras formadas a partir de saca, forma do verbo sacar, que significa “extrair, tirar”: saca-bocado(s), saca-molas, saca-rolhas, etc. Esta grafia é também justificada pela tendência para hifenizar compostos do tipo verbo + substantivo, como abre-latas, bate-boca, cata-vento, guarda-chuva, porta-bandeira, etc.
pub

Palavra do dia

ar·ven·se ar·ven·se


(latim arvensis, -e)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Que cresce em terras cultivadas (ex.: espécie arvense).

2. Que produz grão ou forragem (ex.: cultura arvense; produções arvenses).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/falsa-quina [consultado em 01-07-2022]