PT
BR
Pesquisar
Definições



espeto

A forma espetopode ser [primeira pessoa singular do presente do indicativo de espetarespetar] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
espetoespeto
|ê| |ê|
( es·pe·to

es·pe·to

)


nome masculino

1. Instrumento de ferro em que se enfiam carnes ou peixes para assar.

2. Pau aguçado numa das extremidades.

3. [Figurado] [Figurado] Pessoa muito alta e magra. = ESPICHO

espetarespetar
( es·pe·tar

es·pe·tar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Enfiar em espeto.

2. Atravessar ou perfurar com espeto.

3. Trespassar.

4. Cravar.

5. Pregar.

6. Enterrar.

7. [Figurado] [Figurado] Entalar, lograr, enganar, comprometer.

8. [Informal] [Informal] Impingir.


verbo pronominal

9. Ficar espetado.

10. Levar uma espetadela ou picadela.

11. Cravar-se.

12. Comprometer-se.

13. Encalacrar-se.

14. Fazer má figura.

15. Dar má lição.

16. [Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Dar uma queda (ex.: espetou-se na descida). = ESBARDALHAR, ESPALHAR


verbo transitivo e pronominal

17. [Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Ir ou bater com violência contra algo (ex.: a roda derrapou e ele ia espetando a bicicleta contra o muro; espetou-se de carro). = ESBARDALHAR, ESTAMPAR

Auxiliares de tradução

Traduzir "espeto" para: Espanhol Francês Inglês

Palavras vizinhas

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Num texto em que se usa a abreviatura de uma divisa (por exemplo, EUR ou USD), é correcto escrever "30 EUR" ou, pelo contrário, deve utilizar-se "EUR 30"? E deve ser "30 €" ou "€ 30"?
A ortografia é a única área da língua em que há uma regulamentação através de textos legais.

Esta dúvida não diz directamente respeito à ortografia, mas à representação convencionada de valores monetários, nomeadamente através do recurso ao código das moedas ou de abreviaturas ou símbolos. À partida, parece lógico que se coloque o código ou o símbolo da moeda depois do montante (ex.: 30 EUR ou 30 €), não havendo qualquer motivo para colocar o código ou o símbolo da moeda antes (ex.: EUR 30 ou € 30), a não ser por analogia com o inglês, onde essa é a prática mais corrente.

Estas opções não são obrigatórias, mas constituem frequentemente objecto de directrizes em livros ou manuais de estilo de órgãos de comunicação ou instituições. A título de exemplo, veja-se a recomendação do Código de Redacção Interinstitucional da União Europeia (ver http://publications.europa.eu/code/pt/pt-370303.htm): "O código EUR ou o símbolo colocam-se depois do montante, separado por um espaço: um total de 30 EUR", com a observação de que "esta regra aplica-se à maior parte das línguas, excepto inglês, letão e maltês, onde o código aparece antes do número: an amount of EUR 30".




Tenho verificado a existência, ao longo do país , de repetição de topónimos; por exemplo: Trofa, Gondar, Bustelo. Qual é a etimologia dessas palavras?
Segundo o Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa (3.ª ed., Lisboa: Livros Horizonte, 3 vol., 2003), de José Pedro Machado, o topónimo Bustelo, muito frequente em Portugal e na Galiza, talvez seja diminutivo de busto ‘campo de pastagem’. Quanto a Gondar, o autor aventa a hipótese de provir de uma hipotética forma gótica (ou goda) Gunthi-harjis ‘exército para combate’. Por fim, o topónimo Trofa é de origem obscura.