Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

ensaio

ensaioensaio | n. m.
1ª pess. sing. pres. ind. de ensaiarensaiar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

en·sai·o en·sai·o


(latim tardio exagium, -ii, pesagem, peso)
nome masculino

1. Acto de ensaiar. = ENSAIAMENTO

2. Prova, experiência.

3. Exercício para adestrar ou treinar.

4. Primeira prova ou tentativa de alguma coisa.

5. Repetição, teste ou estudo de peça de teatro, de ópera, de música, de cena de filme, etc.

6. Experiência ou operação metódica para analisar determinada substância, descrever ou testar um corpo ou as suas características ou para verificar a adequação ou capacidade de algo (ex.: ensaio bioquímico; ensaio clínico; ensaio de dureza). = TESTE

7. Esboço literário ou científico.

8. Texto em prosa, geralmente não muito longo, cujo tema o autor pretende tratar, de forma analítica, especulativa ou interpretativa, mas não de forma exaustiva (ex.: ensaio crítico; ensaio literário).

9. Obra ou conjunto de obras que trata determinado tema sem contudo pretender ser exaustivo (ex.: ensaio fotográfico; ensaio visual).

10. [Figurado]   [Figurado]  Notícia falsa que se faz propalar para ver como o público aceitará um facto da mesma espécie, mas de maior importância.

11. [Desporto]   [Esporte]  No râguebi, acção de levar a bola e a colocar no chão atrás da linha da baliza adversária e que vale 5 pontos.

12. [Ourivesaria]   [Ourivesaria]  Prova do ouro ou da prata para lhes reconhecer os quilates.

13. [Portugal: Douro]   [Portugal: Douro]   [Náutica]   [Náutica]  Vão entre duas cavernas nos barcos do Douro.


ensaio geral
Último ensaio antes da estreia ou da apresentação pública de uma peça de teatro ou de outro espectáculo.


en·sai·ar en·sai·ar

- ConjugarConjugar

verbo transitivo

1. Examinar o peso, os quilates, o valor de (objectos de ouro, prata, etc.).

2. Experimentar.

3. Exercitar.

4. Estudar.

5. Adestrar.

6. Preparar.

7. Vestir com saia.

8. Arregaçar a saia, apertando-a com cinta nos quadris.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "ensaio" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

meditação sobre a vida, As Ondas é um ensaio sobre a solidão..

Em artistasunidosnacapital.blogspot.com

...técnico" e ter derramado sapiência nas Sciences Pô , dando continuidade a um primeiro ensaio transatlântico e apoiando militantemente o velho camarada de armas, Lula , o 44 segue...

Em Provas de Contacto

...penteada, os irmãos criticam a indumentária, mas a irmã diz que vai ter um ensaio e o tema é " gótico"..

Em MINHA P

...com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), o ensaio é a oportunidade para as empresas

Em Caderno B

Depois de um ‘casamento de ensaio ’ em Las Vegas, no passado dia 4 de abril, Kourtney Kardashian e Travis...

Em VISEU, terra de Viriato.
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Ao consultar terebentina fui surpreendido com a variante terebintina. Qual é a soletração certa?
Ambas as grafias terebintina e terebentina são possíveis e estão registadas, por exemplo, no Grande Dicionário da Língua Portuguesa (12 vol., Porto: Amigos do Livro Editores, 1981) e no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa / Editorial Verbo, 2001).

A grafia terebintina está mais próxima do étimo latino (terebinthus = terebinto), razão pela qual alguns dicionários optaram pela sua inclusão em detrimento de terebentina, que está mais próxima do vocábulo francês (térébenthine). Pesquisas em corpora e em motores de busca na Internet revelam uma maior tendência dos falantes para o uso de terebintina, o que parece confirmar a opção dos dicionários.




Segundo o acordo ortográfico em vigor até 1990 escrever-se-á "ò mãe" e não "ó mãe", contrariamente à opinião generalizada. É correcto entender-se que o acordo de 1990 revoga o uso do acento grave na distinção das palavras homógrafas heterofónicas? Não encontro justificação no texto do acordo de 1990 para que o acento nesses casos passe de grave a agudo (ver Base XII).
O Acordo Ortográfico de 1945 (cf. Base XXIV) não permite escrever *ò mãe (o asterisco indica incorrecção), uma vez que a forma ò, à semelhança das contracções à ou às, mais usuais, só poderá ser contracção da preposição a com o artigo ou pronome o. Assim sendo, e não sendo gramatical a expressão *ao mãe, também não o será *ò mãe, sendo apenas possível utilizar a interjeição ó na expressão vocativa ó mãe. Este mesmo acordo prevê ainda o uso do acento grave nas contracções da preposição pra com o artigo ou pronome o e suas flexões (prò, prà, pròs, pràs).

A utilização do acento grave na distinção das palavras homógrafas heterofónicas (isto é, para distinguir palavras que se escrevem da mesma forma, mas têm pronúncias diferentes, como o substantivo aparte e a forma verbal aparte do verbo apartar) já tinha sido abolida com o texto de 1945 (cf. Base XXVI), apenas com pouquíssimas excepções: "quando importa diferençar por meio deste acento, normalmente indicativo de abertura vocálica, certas formas que estão em homografia com outras que lhes são etimologicamente paralelas. Deste modo se distinguem: àgora, interjeição de uso dialectal (Norte de Portugal), e agora, advérbio, conjunção e interjeição; ò, à, às, às, formas arcaicas do artigo definido, e o, a, os, as."

Não se trata, então, de uma alteração preconizada pelo texto do Acordo Ortográfico de 1990, mas sim de uma alteração anterior. O que acontece no Acordo de 1990 (cf. Base XII) é que este texto não prevê o uso de acentos graves, excepto nas contracções à, àquele, àquilo, àqueloutro e respectivas flexões, excluindo (mas apenas de forma implícita) o seu uso em outros casos como os referidos acima relativamente ao Acordo de 1945 (isto é, não está prevista a utilização do acento grave em formas como ò, prà, prò ou àgora).

pub

Palavra do dia

si·na·lag·má·ti·co si·na·lag·má·ti·co


(grego sunallagmatikós, -ê, -ón, relativo a contrato)
adjectivo
adjetivo

[Jurídico, Jurisprudência]   [Jurídico, Jurisprudência]  Que liga mutuamente dois contraentes (ex.: contrato sinalagmático; relação sinalagmática). = BILATERAL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/ensaio [consultado em 23-05-2022]