Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

encanto

encantoencanto | n. m. | n. m. pl.
1ª pess. sing. pres. ind. de encantarencantar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

en·can·to en·can·to


(derivação regressiva de encantar)
nome masculino

1. Acto ou efeito de encantar ou de se encantar. = ENCANTAMENTO

2. Qualidade do que é considerado agradável ou atraente (ex.: o verdadeiro encanto da casa é o salão). = CHARME

3. Aquilo que deslumbra ou dá prazer (ex.: o menino é um encanto; a cozinha ficou um encanto).

4. Dito ou acto a que se atribui poder mágico, capaz de transformar seres e objectos (ex.: lançar um encanto a alguém). = ENCANTAMENTO, FEITIÇO

5. Efeito hipotético desse dito ou acto (ex.: quebrado o encanto, a fada recuperou os movimentos).


encantos
nome masculino plural

6. Atractivos; belezas; seduções.


en·can·tar en·can·tar

- ConjugarConjugar

verbo transitivo

1. Proceder ao encantamento de.

2. [Figurado]   [Figurado]  Maravilhar, seduzir, enlevar, agradar muito a.

verbo pronominal

3. Tomar-se de encanto.

4. Maravilhar-se.

5. Extasiar-se.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "encanto" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

E como por milagre ou encanto mágico, uns e outros dos interessados nas

Em A Quinta Lusitana

' 22a Todos davam testemunho a seu respeito, admirados com as palavras cheias de encanto que saíam da sua boca..

Em Blog da Sagrada Família

, admirados com as palavras cheias de encanto que saíam da sua boca..

Em Blog da Sagrada Família

...revoltas centro-europeias com uma beleza inimitável que deixou em nós, que as vivemos, um encanto inapagável..

Em sound + vision

Pelo meio, serão várias os transbordos que terão de ser feitos, mas o encanto de cidades como Paris, Moscovo, Pequim ou Banguecoque ajudarão, certamente, a tornar tudo mais...

Em VISEU, terra de Viriato.
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual é o diminutivo da palavra foto? Esse diminutivo é masculino ou feminino?
A adjunção de sufixos diminutivos não altera as propriedades morfossintácticas do derivante, que são herdadas pelo derivado. Assim, por exemplo, os sufixos -inho e -zinho alteram apenas a informação semântica (o juízo de valor que se faz sobre a forma de base a que se juntam), mantendo a mesma categoria sintáctica e o mesmo género do derivante: quando se associam a um adjectivo geram um adjectivo (moderno/a - moderninho/a - modernozinho/a), quando se associam a um nome geram um nome (papel - papelinho - papelzinho) e quando se associam a um advérbio geram um advérbio (devagar - devagarinho - devagarzinho).

Tradicionalmente, os sufixos -inho e -zinho são considerados o mesmo, sendo a consoante -z- encarada como um elemento de ligação, pelo que a forma -zinho é tida como uma variante de -inho. No entanto, o seu emprego é distinto, já que se associam a diferentes formas de base, o que faz deles mais do que meras variantes. O sufixo -inho associa-se a radicais, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um livro - um livrinho; uma caneta - uma canetinha; um pijama - um pijaminha; uma tribo - uma tribinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um sabonete - um sabonetinho; uma semente - uma sementinha; um anel - um anelinho; uma espiral - uma espiralinha). O sufixo -zinho associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma caneta - uma canetazinha; um pijama - um pijamazinho; uma tribo - uma tribozinha; um sabonete - um sabonetezinho; uma semente - uma sementezinha; um anel - um anelzinho; uma espiral - uma espiralzinha). O mesmo é válido para os sufixos -ito e -zito.

Posto isto, o substantivo feminino foto (redução de fotografia) pode apresentar vários diminutivos, consoante os sufixos usados, sendo todos femininos: uma foto - uma fotinho, uma fotozinha, uma fotito, uma fotozita. Não há muitos substantivos femininos terminados em -o (para além de foto e tribo, a lista inclui expo (redução de exposição), imago, libido, moto, virago e pouco mais) e o seu uso no grau diminutivo não é dos mais frequentes, o que justifica as hesitações e, por vezes, as incorrecções de alguns falantes.




Monitorar ou monitorizar?
Os verbos monitorar e monitorizar são formações correctas a partir do substantivo monitor, a que se junta o sufixo verbal -ar ou -izar, e têm o mesmo significado, pelo que são sinónimos. A opção por um ou por outro cabe ao utilizador; no entanto, os dicionários que seguem a norma europeia da língua portuguesa parecem preferir a forma monitorizar, pois é esta a única forma que aparece registada no Grande Dicionário Língua Portuguesa (Porto Editora, 2004) ou no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Âncora Editora, 2001) e a edição portuguesa do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Círculo de Leitores, 2002) remete monitorar para monitorizar. Os dicionários que seguem a norma brasileira da língua portuguesa remetem geralmente monitorizar para monitorar, como é o caso da edição brasileira do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Objetiva, 2001) ou do Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa (Positivo, 2004).
pub

Palavra do dia

per·ca·li·na per·ca·li·na


(francês percaline)
nome feminino

Tecido de algodão, leve e lustroso, empregado sobretudo em forros e em encadernações de livros.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/encanto [consultado em 20-01-2022]