Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

empreender

empreenderempreender | v. tr. | v. tr. e intr.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

em·pre·en·der |ê|em·pre·en·der |ê|

- ConjugarConjugar

(latim *imprehendo, -ere ou *impraehendo, -ere, do latim prehendo, -ere, agarrar, tomar, segurar, surpreender, prender)
verbo transitivo

1. Ter intenção ou tomar a decisão de realizar uma tarefa, uma acção ou um empreendimento, geralmente difícil (ex.: os navegadores empreenderam uma notável empresa). = INTENTAR, PLANEAR, PROPOR-SE, TENTAR

2. Pôr em execução ou dar início a uma tarefa, uma acção ou um empreendimento (ex.: a nova gestão empreendeu mudanças importantes). = LEVAR A EFEITO, REALIZAR

verbo transitivo e intransitivo

3. Pensar continuadamente em alguma coisa, geralmente com preocupação; ter apreensões (ex.: ficou a empreender nos problemas; ele empreende demasiado). = APREENDER, CISMAR

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "empreender" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Estou em dúvida quanto a acentuação gráfica das seguintes palavras: côa (verbo) e coa. Gostaria de saber porque uma é acentuada e a outra não e seus respectivos significados. Gostaria também de outros dois exemplos semelhantes, podem ser paroxítonas.
Na ortografia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990, nomeadamente segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português europeu e segundo o Formulário Ortográfico de 1943, para o Brasil, as palavras com vogal tónica fechada homógrafas de palavras sem acentuação própria devem ser grafadas com acento circunflexo.

Assim, a palavra côa (flexão do verbo coar e nome feminino) deve escrever-se com acento circunflexo para se distinguir da contracção coa (contracção, hoje em dia pouco usual, da preposição com e do artigo definido ou pronome demonstrativo a). Esta regra aplica-se também, por exemplo, aos casos dos pares de palavras pêlo / pelo, pêra / pera e pôr / por.

As "palavras sem acentuação própria" referidas nestes textos legais correspondem geralmente a palavras gramaticais (como preposições ou contracções), que se considera serem átonas e integrarem fonologicamente a palavra que se segue (ou que antecede). Este critério parece ser deficiente, uma vez que algumas destas palavras podem ter acentuação própria (é o caso do par formado pelo advérbio e conjunção como e pela forma como do verbo comer, excluído desta regra pelo texto do Acordo Ortográfico).

A aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, nomeadamente na Base IX, 9.º, muda estes casos, retirando-lhes o acento gráfico (à excepção do caso de pôr, que mantém o acento). Assim, deixa de haver distinção gráfica entre para e pára, pelo e pêlo, pêra e pera, etc.

Esta alteração ortográfica também se aplica a um topónimo como Foz Côa.




Situemo-nos na área da arquitectura ou da engenharia civil. Imaginemos que falamos de uma tela retesada. Sob tensão. Será erro clamoroso (claro que, clamoroso ou não, pouco importa. Sendo erro...) Mas dizia eu: será erro nesse caso dizer e escrever "tela tensionada"?
Como poderá verificar no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, o verbo tensionar (homófono de tencionar), formado a partir da aposição do sufixo -ar à forma latina tensio, -onis (tensão), tem o significado “deixar ou ficar sob tensão”.

É possível usar este verbo com qualquer material passível de extensão ou tensão (ex.: o fio tensionou-se mas não partiu; a altura do salto é controlada pelo monitor, tensionando o cabo), como revelam pesquisas em corpora e em motores de pesquisa da Internet.

O Dicionário Priberam regista também o adjectivo tensionado, particípio de tensionar, com o significado “que está sob tensão; que se tensionou”, pelo que a expressão tela tensionada está correcta.

pub

Palavra do dia

nhur·ro nhur·ro


(origem obscura)
adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

1. [Portugal, Informal, Depreciativo]   [Portugal, Informal, Depreciativo]  Que ou o que é pouco inteligente. = BURROESPERTO

2. [Portugal, Informal, Depreciativo]   [Portugal, Informal, Depreciativo]  Que ou o que é muito teimoso. = CABEÇUDO, TURRÃO

nome masculino

3. [Antigo, Regional]   [Antigo, Portugal: Regionalismo]  Pataco falso.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/empreender [consultado em 19-06-2021]