Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

demais

demaisdemais | adv. | quant. exist. pron. indef.
maismais | adv. | quant. exist. pron. indef. 2 g. 2. núm. | n. m. | n. m. pl. | conj. coord. | prep.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

de·mais de·mais


(de + mais)
advérbio

1. A acrescentar ao que acaba de ser dito (ex.: o hotel tem óptimas instalações; demais, está preparado para receber deficientes). = ADEMAIS, ALÉM DISSO

2. O mesmo que de mais.

quantificador existencial e pronome indefinido

3. Acompanhado de artigo, indica o outro ou os outros; restante (ex.: os utentes da biblioteca devem falar baixo apenas se necessário e sem perturbar os demais; nós e os demais presentes fomos testemunhas).


demais a mais
O mesmo que de mais a mais.

por demais
O mesmo que por de mais.


Ver também resposta à dúvida: de mais / demais.

mais mais


(latim magis)
advérbio

1. Em maior quantidade.

2. Em maior grau.

3. Outra vez.

4. Antes, melhor, preferentemente.

5. Além.

6. Em construções negativas, indica fim ou limite de determinada acção (ex.: não discutam mais).

7. Ainda.

quantificador existencial e pronome indefinido de dois géneros e dois números

8. Maior quantidade.

nome masculino

9. O resto, o restante (ex.: do mais não queremos falar; o importante é a saúde, o mais não importa).

10. Maior quantidade ou maior quantia.

11. Outra coisa.

nome masculino plural

12. Os outros.

conjunção coordenativa

13. Usa-se para indicar adição (ex.: dois mais dois são quatro). = E

preposição

14. [Informal]   [Informal]  Com (ex.: saiu mais os miúdos para passear).SEM


a mais
Em quantidade superior; acima de (ex.: a obra custou 4 milhões a mais do que o previsto).A MENOS

até mais
Fórmula de despedida que o locutor dirige a alguém que pretende reencontrar brevemente. = ATÉ À VISTA, ATÉ MAIS VER

de mais
Para além da medida ou da intensidade considerada normal; em demasia ou em excesso.

de mais a mais
Para além do que foi dito anteriormente; ainda em cima.

mais ou menos
Aproximadamente.

Nem bem nem mal, podendo exprimir dúvida ou hesitação.

por de mais
Debalde, inutilmente.

Em demasia ou em excesso.

Confrontar: mas.

Ver também resposta à dúvida: de mais / demais.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "demais" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

...Black, que foi notícia nacional ao participar do reality musical produzido pela Budweiser, e demais nomes como Banda Spellmans, a artista circense Natália Maluf

Em Caderno B

...mas informada que deveria vestir uma camiseta por cima da peça, depois que os demais passageiros estivessem em seus assentos..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

...do trabalho, ocupado pelo então prefeito, não encontra paralelo com as alterações realizadas nas demais especialidades médicas, realizadas com base próxima

Em www.blogdocolares.com

...volumes além dos níveis básicos, o porto caiu assim como Ponta Grossa e as demais posições também decaíram de forma homogênea..

Em Caderno B

Somente quando não houver atendimento prioritário, os demais podem

Em www.blogdocolares.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se é correto pronunciar o -x- da palavra sexta-feira, ou será se[s]ta-feira?
A palavra sexta-feira tem pronúncias diferentes no português europeu e no português do Brasil. Assim, no português europeu, o -x- de sexta é geralmente pronunciado como o -ch- de chá); no português do Brasil, a pronúncia mais usual desse -x- é como o s- de saco.



Nota-se hoje alguma tendência para se inutilizar as regras do discurso indirecto. Nos textos jornalísticos sobretudo, hoje quase que ninguém mais respeita os comandos gramáticos regedores do discurso indirecto. Muitos inclusive argumentam tratar-se de normas "ultrapassadas". Daí vermos frequentemente frases do tipo O ministro X prometeu que o seu governo vai/irá cumprir os prazos/irá cumprir, ao invés de ia/iria cumprir, como manda a Gramática conhecida até hoje. De que lado estará então a correcção? Ou seja, as normas do discurso indirecto enunciadas nas diferentes gramáticas ainda valem ou deixaram de valer?
As chamadas regras para transformar o discurso directo em discurso indirecto mantêm-se, e têm na Nova Gramática do Português Contemporâneo (14.ª ed., Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 629-637) uma sistematização bastante completa.
No entanto, o discurso indirecto livre parece estar a ser cada vez mais usado na imprensa, consciente ou inconscientemente.

Esta forma de discurso é muito usada na oralidade e em textos literários que pretendem diminuir a distância entre o narrador e o discurso relatado e tem como característica exactamente a fusão do discurso directo com o discurso indirecto.
Disso é exemplo a frase apontada (O ministro X prometeu que o seu governo vai/irá cumprir os prazos), em que o início tem claramente características de discurso indirecto, como o enunciado na 3.ª pessoa (O ministro X prometeu) ou a oração subordinada integrante dependente de um verbo que indica declaração ou afirmação (prometeu que), e a segunda parte tem claramente características de discurso directo, como o tempo verbal no presente ou no futuro (o seu governo vai/irá cumprir) em vez de no pretérito imperfeito ou no condicional, como seria normal no discurso indirecto (o seu governo ia/iria cumprir).

Para melhor exemplificar a noção de discurso indirecto livre, por contraste com o discurso directo e com o discurso indirecto, colocamos as três frases a seguir.

Discurso directo: O meu governo vai cumprir os prazos.
Discurso indirecto: O ministro X prometeu que o seu governo ia cumprir os prazos.
Discurso indirecto livre: O ministro X prometeu que o seu governo vai cumprir os prazos.

pub

Palavra do dia

ha·ma·drí·a·de ha·ma·drí·a·de


(latim hamadryas, -adis, do grego hamadruás, -ádos, ninfa dos bosques)
nome feminino

1. [Mitologia]   [Mitologia]  Ninfa dos bosques que nascia e morria com uma árvore que lhe estava votada e na qual estava encerrada.

nome masculino

2. [Zoologia]   [Zoologia]  Espécie de babuíno (Papio hamadryas), cujo macho adulto tem cerca de 70 centímetros de comprimento (sem incluir a cauda), encontrado na região do Corno de África e na Península Arábica. = BABUÍNO-SAGRADO


SinónimoSinônimo Geral: HAMADRÍADA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/demais [consultado em 09-08-2022]