PT
BR
Pesquisar
Definições



corça

A forma corçapode ser [feminino singular de corçocorço] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
corçacorça
|ô| |ô|
( cor·ça

cor·ça

)


nome feminino

1. [Zoologia] [Zoologia] Mamífero ungulado (Capreolus capreolus) da família dos cervídeos, de armação pequena e pontiaguda presente só nos machos, pelagem acastanhada ou avermelhada e cauda muito curta. = CABRITO-MONTÊS, CORÇO

2. [Portugal: Trás-os-Montes] [Portugal: Trás-os-Montes] Zorra grosseira, rudimentar, para transporte de cantaria.

etimologiaOrigem etimológica:origem duvidosa.
Confrontar: corsa.
corçocorço
|cô| |cô|
( cor·ço

cor·ço

)


nome masculino

1. Filho ou macho da corça.

2. [Zoologia] [Zoologia] Mamífero ungulado (Capreolus capreolus) da família dos cervídeos, de armação pequena e pontiaguda presente só nos machos, pelagem acastanhada ou avermelhada e cauda muito curta. = CABRITO-MONTÊS, CORÇA

vistoPlural: corços |ô|.
etimologiaOrigem etimológica:origem duvidosa.
iconPlural: corços |ô|.
Confrontar: corso.

Auxiliares de tradução

Traduzir "corça" para: Espanhol Francês Inglês

Esta palavra no dicionário



Dúvidas linguísticas



Como se deve dizer? Filhó (singular) Filhós (plural) ou Filhós (singular) Filhoses (plural)?
A palavra filhós, por analogia com palavras terminadas pelo mesmo som (ex.: retrós, voz), forma o plural filhoses (ex.: escolheu a filhós mais pequena; as filhoses ainda estão quentes). Trata-se de uma variante da palavra filhó que, por sua vez, forma o plural filhós (ex.: a filhó é um doce típico do Natal; comeu duas filhós). Ao processo de uma forma plural passar a ser empregue para designar também o singular, Evanildo Bechara dá o nome de "plural cumulativo" (ver Moderna Gramática Portuguesa, Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2002, pp. 128-129). O mesmo fenómeno acontece com os substantivos ilhó e ilhós, eiró e eirós, lilá e lilás, por exemplo.

Apesar de alguns autores condenarem o uso da forma filhós para designar o singular, a mesma e o respectivo plural filhoses surgem atestados nas principais obras lexicográficas de língua portuguesa, como o Vocabulário da Língua Portuguesa (Coimbra: Coimbra Editora, 1966), de Rebelo Gonçalves, o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa / Editorial Verbo, 2001) ou o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, (Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2001 / Lisboa: Círculo de Leitores, 2002).




Como devo falar ou escrever: "o Departamento a que pertence o funcionário" ou "o Departamento ao qual pertence o funcionário".
Nenhuma das expressões que refere está incorrecta, uma vez que, em orações subordinadas adjectivas relativas, o pronome relativo que pode, de uma maneira geral, ser substituído pelo seu equivalente o qual, que deverá flexionar em concordância com o género e número do antecedente (ex.: os departamentos aos quais pertence o funcionário). No caso em questão, o pronome relativo tem uma função de objecto indirecto do verbo pertencer, que selecciona complementos iniciados pela preposição a, daí que os pronomes que e o qual estejam antecedidos nestas expressões por essa preposição (a que e ao qual).

É de notar que a utilização da locução pronominal o qual e das suas flexões não deve ser feita quando se trata de uma oração relativa adjectiva restritiva que não é iniciada por preposição, isto é, quando a oração desempenha a função de um adjectivo que restringe o significado do antecedente (ex.: o departamento [que está em análise = analisado] vai ser reestruturado; *o departamento o qual está em análise vai ser reestruturado [o asterisco indica agramaticalidade]).