Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

chupa-mel

chupa-melchupa-mel | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

chu·pa·-mel chu·pa·-mel


(forma do verbo chupar + mel)
nome masculino

1. [Botânica]   [Botânica]  O mesmo que madressilva.

2. [Ornitologia]   [Ornitologia]  O mesmo que colibri.

Plural: chupa-meles ou chupa-méis.Plural: chupa-meles ou chupa-méis.
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

e tantos e bem casados qve nas catedrasd e todos os lados as cores nem sabem contar qve non há doirado no arco da aliança dos simples nem existe talha doirada aonde antes havia e qve ainda a doirada sehora sendo tão magda nesse mel apareceria e qve ao lado desse s montes d emão em mão a passar qval

Em Tears of Heaven

´pastos e pastegens seqverer e animas desses vendidos e nem ´coorpativas havendo assim aserem+vencidas apenas os da corte eses e esas que se assumems em depois virem ao refaixo do´pe desalço no adro´popular uma´vez dar maõ chegar acasa lavar e um´bne para todos e um chupa chupa d eencantar quatro anos de

Em Tears of Heaven

Verdade seja dita! por Mel Duarte Verdade seja dita Você que não mova sua pica pra impor respeito a mim. Seu discurso machisma, machuca E a cada palavra falha Corta minhas iguais como navalha NINGUÉM MERECE SER ESTUPRADA! Violada, violentada Seja pelo uso da farda Ou por trás de uma muralha Minha

Em talisandrade.blogs.sapo.pt

Trinaranjus, Sumol (de laranja ou ananás – este já um modernismo), Laranjina C ou o fabuloso Capri-Sonne. Quando conseguia parar num café a caminho de casa, raramente deixava escapar uma sombrinha de chocolate, da Regina, um pirulito ( chupa-chupa de caramelo), um cigarro de chocolate ou a tradicional merenda

Em www.casalmisterio.com

tudo o que luz é ouro Nem tudo o que sobe cai Nem tudo que reluz é ouro. Ninguém diga: desta água não beberei Ninguém fica para semente. Ninguém se levanta sem primeiro cair Ninguém toca flauta e chupa cana ao mesmo tempo. No duro ninguém se atola, nem faz poeira no mole. No fim é que se cantam as

Em desenvolvercomatividade.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como classificar a palavra desalmado quanto à sua formação?
A palavra desalmado é habitualmente considerada um adjectivo formado por derivação parassintética, isto é, com aposição simultânea de prefixo (des-) e sufixo (-ado) à palavra alma. No entanto, a existência do verbo desalmar, formado através do mesmo processo de parassíntese (des- + alma + -ar), implica que a palavra desalmado seja também uma flexão verbal, correspondendo ao particípio passado do verbo desalmar, que pode ser usado com valor adjectival.



No âmbito do meu trabalho surgiu-me uma dúvida na aplicação do Novo Acordo Ortográfico. Agradecia que me ajudassem. Segundo as regras a palavra “Egipto” deveria manter-se como tal pois o “p” sempre se leu, correto? A minha dúvida é que há vários meios de comunicação a falar “Egito” mas depois mantêm palavras com “Egípcios”, etc. Outra possibilidade é que na palavra em questão seja aceite a dupla grafia, mas mesmo assim seria o mais correto mantermos o “Egipto”, não?
A alínea b) do ponto 1.º da Base IV do Acordo Ortográfico de 1990 refere explicitamente o topónimo Egipto como uma das palavras em que o p se elimina porque “o c, com valor de oclusiva velar, das sequências interiores cc (segundo c com valor de sibilante), e ct, e o p das sequências interiores pc (c com valor de sibilante), e pt” se eliminam “nos casos em que são invariavelmente mudos nas pronúncias cultas da língua: ação, acionar, afetivo, aflição, aflito, ato, coleção, coletivo, direção, diretor, exato, objeção; adoção, adotar, batizar, Egito, ótimo” (o destaque é nosso).

Assim sendo, Egipto deverá passar a ser grafado Egito, porque o Acordo Ortográfico considera que o p dessa palavra nunca se pronuncia, ainda que seja notória a oscilação entre a pronúncia e o emudecimento dessa letra entre os falantes do português europeu. Uma vez que o p de egípcio e das suas flexões (egípcios, egípcia, egípcias) é sempre pronunciado, nestes casos não há alteração de grafia, ainda que possa parecer que se institui uma contradição entre a grafia do nome do país (Egito) e a do seu gentílico (egípcio).

A "Nota Explicativa" (ponto 4.3 – Incongruências aparentes) relativa à Base IV tenta justificar a divergência ortográfica entre estas palavras, afirmando que “a aplicação do princípio, baseado no critério da pronúncia, de que as consoantes c e p em certas sequências consonânticas se suprimem, quando não articuladas, conduz a algumas incongruências aparentes [...] De facto, baseando-se a conservação ou supressão daquelas consoantes no critério da pronúncia, o que não faria sentido era mantê-las, em certos casos, por razões de parentesco lexical”.

pub

Palavra do dia

re·tror·re·flec·tor |ètô|re·tror·re·fle·tor |ètô|re·tror·re·fle·tor |ètô|


(retro- + reflector)
adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

Que ou aquilo que reflecte a radiação, geralmente a luz, de forma que os raios sejam paralelos aos raios incidentes, mas em sentido oposto (ex.: superfície retrorreflectora; o ciclista deve usar retrorreflectores).


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: retrorrefletor.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: retrorreflector.


• Grafia no Brasil: retrorrefletor.

• Grafia em Portugal: retrorreflector.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/chupa-mel [consultado em 18-08-2022]