Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

caudalosamente

caudalosamentecaudalosamente | adv.
derivação de caudalosocaudaloso
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cau·da·lo·sa·men·te cau·da·lo·sa·men·te


(caudaloso + -mente)
advérbio

De modo caudaloso.


cau·da·lo·so |lô|cau·da·lo·so |lô|


adjectivo
adjetivo

1. Que tem ou leva muita água (rio).

2. Abundante.

3. Caudal.

Plural: caudalosos |ó|.Plural: caudalosos |ó|.
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

...são lugares privilegiados de corrupção pelas obras públicas envolvidas e as luvas que corem caudalosamente por debaixo das mesas dos respectivos contratos em construções

Em De Rerum Natura

...fronteiras dos impérios europeus em África se decidiam em Berlim -, o racismo está caudalosamente omnipresente..

Em a peida é um regalo ... do nariz a gente trata

foram caudalosamente divulgados e em muitos casos atribuídos a exigências dela..

Em www.sganoticias.com.br

...no sítio frequentado pela família e da reforma no dito apartamento da OAS foram caudalosamente divulgados e em muitos casos atribuídos a

Em Altamiro Borges

contribuição dada ao afastamento de Dilma, estar agora veiculando caudalosamente as gravações de Sergio Machado que expõem, de maneira obscena, as conspirações para fazer...

Em Altamiro Borges
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Tenho algumas dúvidas relativamente à posição do pronome nas seguintes estruturas gramaticais, deve dizer-se: a) gostava de o ver ou gostava de vê-lo; b) tenho o prazer de o convidar ou tenho o prazer de convidá-lo?
Nas frases apontadas, ambas as hipóteses podem ser utilizadas e nenhuma delas é considerada incorrecta. Nas hipóteses gostava de vê-lo e tenho o prazer de convidá-lo, o pronome átono o ocupa a sua posição canónica, à direita do verbo de que depende (ver e convidar, respectivamente), mas, na colocação dos clíticos, as preposições provocam geralmente a próclise, isto é, a atracção do clítico para antes do verbo (gostava de o ver e tenho o prazer de o convidar). Esta colocação proclítica é, no entanto, obrigatória quando o verbo está no infinitivo flexionado (ex.: Empresto-te o livro, mas é para o leres com atenção; Ele indignou-se por lhe omitirmos informação; e nunca *Empresto-te o livro, mas é para lere-lo com atenção; *Ele indignou-se por omitirmos-lhe informação; o asterisco indica agramaticalidade).

A descrição feita acima não se aplica à preposição a, com a qual não há geralmente atracção do clítico (ex.: Eles estavam a insultar-se; Aconselhei as crianças a reconciliarem-se; e não *Eles estavam a se insultar; Aconselhei as crianças a se reconciliarem), senão em registos dialectais do português europeu e, mais frequentemente, no português do Brasil.




Ao conjugar no site do dicionário o verbo adequar vi os vários tempos que possui. Entretanto causou-me dúvida, pois, em um livro da Profa. Laurinda Grion, 400 erros que um executivo comete ao redigir, ela diz que o verbo adequar é defectivo. No modo presente do indicativo seria conjugado somente nas 1a. e 2a. pessoas do plural. Favor esclarecer-me o que é o correto.
Nem sempre há consenso entre os gramáticos quanto à defectividade de um dado verbo. É o que acontece no presente caso, entre a obra que referencia e, por exemplo, o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, que também conjuga o verbo adequar em todas as suas formas. A este respeito convém talvez transcrever o que diz Rebelo Gonçalves (que conjuga igualmente o referido verbo em todas as formas) no seu Vocabulário da Língua Portuguesa (1966: p. xxx):

"3. Indicando a conjugação de verbos defectivos, incluímos nela, donde a onde, formas que teoricamente podem suprir as que a esses verbos normalmente faltam. Critério defensável, parece-nos, porque não custa admitir, em certos casos, que esta ou aquela forma, hipotética hoje, venha a ser real amanhã; e, desde que bem estruturada, serve de antecipado remédio a possíveis inexactidões."

O Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa refere ainda, s. v. -equar que "os poucos verbos da língua com essa terminação (adequar, coadequar, inadequar) são tidos como conjugáveis, regularmente, só nas formas arrizotônicas; modernamente, porém, ocorrem formas rizotônicas segundo dois padrões - adéquo/adequo, adéquas/adequas, etc." Uma última ressalva: o dicionário on-line que consultou reflecte a norma europeia do português, em que há uma clara preferência pelas formas com -u- tónico nas formas rizotónicas: adequo, adequas, adequa, adequam; adeqúe, adeqúes, adeqúe, adeqúem (em vez do que parece ser mais frequente no Brasil: adéquo, adéquas, adéqua, adéquam; adéqüe, adéqües, adéqüe, adéqüem).

pub

Palavra do dia

cor·mo·rão cor·mo·rão


(francês cormoran)
nome masculino

[Ornitologia]   [Ornitologia]  Designação dada a várias aves aquáticas do género Phalacrocorax, de plumagem negra ou acinzentada, pescoço longo, bico comprido e recurvado e patas curtas, do tamanho aproximado de um pato. = BIGUÁ, CORVO-MARINHO, GALHETA

Plural: cormorões.Plural: cormorões.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/caudalosamente [consultado em 03-07-2022]