Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

carpira

1ª pess. sing. pret. m.-q.-perf. ind. de carpircarpir
3ª pess. sing. pret. m.-q.-perf. ind. de carpircarpir
Será que queria dizer Carpirá?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

car·pir car·pir

- ConjugarConjugar

(latim carpo, -ere, colher, arrancar, separar)
verbo transitivo

1. Prantear, chorar.

2. Mondar.

3. Colher, arrancar.

verbo intransitivo

4. Chorar.

verbo pronominal

5. Lamentar-se.

6. Arrancar-se os cabelos (em sinal de dor).

7. [Brasil]   [Brasil]  Tratar e desmoitar (uma roça).

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "carpira" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...neste mesmo seixal, limpando a pele das nádegas às mesmas pedras onde a Florbela carpira , sem saber, o dominó negro..

Em estadosentido

Se carpira o morto em algum momento, já não o pranteava: ressumando vida, respirava langor e...

Em Mem

No fim, com a família reunida, aos 95 anos, uma Nação inteira carpirá enquanto ele encomenda a derradeira puta..

Em Um salsifré desgraçado

A diferença é que nenhum filho da puta dum político carpirá por mim, o que agradeço..

Em A Educação do meu Umbigo
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


O verbo "saraivar" é um verbo abundante, depoente ou impessoal?
A tradição gramatical (cf. Celso CUNHA e Lindley CINTRA, Nova Gramática do Português Contemporâneo, 14.ª ed., Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 442-443) considera saraivar um verbo impessoal, isto é, com flexão apenas na 3.ª pessoa do singular e usado em frases desprovidas de sujeito (ex.: Saraivou durante a manhã). No entanto, é de referir que nem sempre há consenso entre os gramáticos quanto à defectividade de um dado verbo. De facto, obras como o Dicionário de Verbos Portugueses (Porto: Porto Editora, s.d.) ou o Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa (versão 1.0, Instituto Antônio Houaiss, Dezembro de 2001), por exemplo, apresentam a conjugação completa deste verbo. Por seu lado, o Dicionário Gramatical de Verbos Portugueses (Lisboa: Texto Editores, 2007) classifica saraivar como verbo impessoal apenas na acepção de “cair saraiva”, apresentando a sua conjugação completa no paradigma de nevar, com as formas impessoais destacadas, observando que estes verbos podem ser conjugados hipoteticamente em todas as pessoas (ex.: As pedras saraivavam do topo da montanha).



Gostaria de saber qual das expressões está correcta: "ensino à distância" (com o acento grave no "à" ou "ensino a distância" (sem acento e sem sentido de complemento directo). Sobretudo alguns utilizadores da língua no domínio informático insistem em não colocar o respectivo acento, argumentando que não se trata de uma distância conhecida. Este argumento é válido? Não se estará a quebrar o paradigma que podemos estabelecer com outras expressões que têm regências preposicionais semelhantes? Por exemplo: "fato à medida"; "ter à partida"; "à medida que". Não poderão surgir ambiguidades contextuais desnecessárias na língua. Será uma influência do Português do Brasil?
Apesar de alguns dicionários de língua portuguesa, como o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, considerarem as locuções adverbiais a distância e à distância como sinónimas, também advertem para o facto de que tradicionalmente se tem feito a seguinte distinção: a locução a distância deve ser utilizada quando não se especifica a distância (ex.: viram o avião passar a distância) e a locução à distância quando há uma especificação numérica da mesma (ex.: o avião estava à distância de 3000 metros). Não nos parece existir uma razão lógica e argumentativamente sustentável para esta distinção, uma vez que há outros casos de locuções em que é utilizada a contracção da preposição a com o artigo definido (o, a, os, as), sem que haja uma pormenorização quantitativa (ex.: viram o barco ao longe; a camisa foi feita à medida; desequilibrou-se e caiu ao comprido; pôs as mãos ao alto). Pesquisas em corpora de textos portugueses indicam que estatisticamente a locução adverbial à distância é muito mais usada do que a distância.
pub

Palavra do dia

a·cap·no a·cap·no


(latim acapnus, -a, -um, do grego ákapnos, -os, -on)
adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

Diz-se de ou o melhor mel que se extrai da colmeia sem expulsar as abelhas por meio de fumo.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/carpira [consultado em 01-12-2022]