Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

camisa-de-vénus

camisa-de-vénuscamisa-de-vênuscamisa de vênus | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·mi·sa·-de·-vé·nus ca·mi·sa·-de·-vê·nus ca·mi·sa de vê·nus


nome feminino

Envoltório de látex muito fino e resistente que se coloca no pénis, funcionando, pela retenção do esperma, como contraceptivo e para reduzir o risco de doenças transmissíveis por via sexual. = CAMISINHA, PRESERVATIVO

Plural: camisas-de-vênus.Plural: camisas-de-vénus.

• Grafia no Brasil: camisa de vênus.

• Grafia no Brasil: camisa-de-vênus.

• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: camisa de vênus.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: camisa-de-vênus


• Grafia em Portugal: camisa-de-vénus.

• Grafia em Portugal: camisa-de-vénus.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "camisa-de-vénus" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

, conversávamos no hospital e um colega e amigo lembrou dela, e me fez lembrar da versão gravada pelo Camisa de Vênus , banda de rock nacional que teve seu auge nos anos 80/90, cuja letra é impublicável. De qualquer forma, não é a minha preferida na voz no velho Frank, assim como não o é New York, New York . A

Em A Sopa no Exílio

resgate aéreo. Enquanto isso, a embarcação oferece proteção contra as intempéries. No frio extremo, quando a temperatura cai abaixo de zero dentro do avião, os homens usam até três pares de luvas (náilon, lã e couro), cuecas pesadas de lã, camisa , calça, suéter e cachecol, coberto por uma lã macacão de

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

Josephine Baker desce no terreiro e dança para curar o Brasil O Brasil que vai dentro - como no samba - Agoniza mas não morre E segue aqui Revelado pelo seu fora Veja: Uma Pérola Negra nascendo De uma concha ir isada Plantada no meio Da Baía de Guanabara Veja: É Vênus , a Negra, Tal qual Josephine

Em Baú de Fragmentos: Enchendo esse mundo de causos

sido, apenas, a “ Vênus de Milo” do seu pedaço. Uma moça que acaba casando e tendo filhos. O pedaço devia ter determinadas características: ser bonito, alto, forte, e burro – Ruy Castro dixit, o biógrafo e o apaixonado. (O escritor conta à Pública, em entrevista na sua cobertura, no Rio de Janeiro, que

Em anabelamotaribeiro.pt

Ir a Florença e não ver o Nascimento da Vénus ou a Alegoria da Primavera é como ir a Roma e não ver a capela Sistina (e o Papa). As mulheres angelicais de Botticelli estão em posters desbotados e em porta-chaves, em esculturas manhosas para turistas, vêem-se por toda a cidade. Nem por isso a beleza

Em anabelamotaribeiro.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual é o diminutivo da palavra foto? Esse diminutivo é masculino ou feminino?
A adjunção de sufixos diminutivos não altera as propriedades morfossintácticas do derivante, que são herdadas pelo derivado. Assim, por exemplo, os sufixos -inho e -zinho alteram apenas a informação semântica (o juízo de valor que se faz sobre a forma de base a que se juntam), mantendo a mesma categoria sintáctica e o mesmo género do derivante: quando se associam a um adjectivo geram um adjectivo (moderno/a - moderninho/a - modernozinho/a), quando se associam a um nome geram um nome (papel - papelinho - papelzinho) e quando se associam a um advérbio geram um advérbio (devagar - devagarinho - devagarzinho).

Tradicionalmente, os sufixos -inho e -zinho são considerados o mesmo, sendo a consoante -z- encarada como um elemento de ligação, pelo que a forma -zinho é tida como uma variante de -inho. No entanto, o seu emprego é distinto, já que se associam a diferentes formas de base, o que faz deles mais do que meras variantes. O sufixo -inho associa-se a radicais, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um livro - um livrinho; uma caneta - uma canetinha; um pijama - um pijaminha; uma tribo - uma tribinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um sabonete - um sabonetinho; uma semente - uma sementinha; um anel - um anelinho; uma espiral - uma espiralinha). O sufixo -zinho associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma caneta - uma canetazinha; um pijama - um pijamazinho; uma tribo - uma tribozinha; um sabonete - um sabonetezinho; uma semente - uma sementezinha; um anel - um anelzinho; uma espiral - uma espiralzinha). O mesmo é válido para os sufixos -ito e -zito.

Posto isto, o substantivo feminino foto (redução de fotografia) pode apresentar vários diminutivos, consoante os sufixos usados, sendo todos femininos: uma foto - uma fotinho, uma fotozinha, uma fotito, uma fotozita. Não há muitos substantivos femininos terminados em -o (para além de foto e tribo, a lista inclui expo (redução de exposição), imago, libido, moto, virago e pouco mais) e o seu uso no grau diminutivo não é dos mais frequentes, o que justifica as hesitações e, por vezes, as incorrecções de alguns falantes.




Diz-se o meu cabelo foi corto ou o meu cabelo foi cortado?
O verbo cortar apenas admite o particípio passado cortado, pelo que, das frases que refere, a única correcta é o meu cabelo foi cortado.
pub

Palavra do dia

per·ca·li·na per·ca·li·na


(francês percaline)
nome feminino

Tecido de algodão, leve e lustroso, empregado sobretudo em forros e em encadernações de livros.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/camisa-de-v%C3%A9nus [consultado em 20-01-2022]