Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

círculo

círculocírculo | n. m.
Será que queria dizer circulo?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cír·cu·lo cír·cu·lo


(latim circulus, -i, figura circular, anel)
nome masculino

1. Figura plana cuja periferia, circunferência, está toda a igual distância do seu centro.

2. [Por extensão]   [Por extensão]  Circunferência.

3. Nome genérico dos objectos circulares, como anéis, arcos de pipa, etc.

4. Circunscrição eleitoral que nomeia um ou mais deputados.

5. Andamento em torno.

6. [Figurado]   [Figurado]  Extensão, área, limite.

7. Conjunto de pessoas que partilham interesses ou actividades.

8. Grémio, clube, associação.

9. Conjunto de pessoas que está habitualmente junto de outra (ex.: círculo famíliar, círculo pessoal).


círculo máximo
[Geometria]   [Geometria]  Círculo traçado na superfície de uma esfera e que tem o mesmo centro e o mesmo raio que ela (ex.: o equador é um círculo máximo).

círculo polar
[Geografia]   [Geografia]  Cada um dos dois pequenos círculos da esfera terrestre paralelos ao equador e a 23º 27' 57'' de distância de cada um dos pólos (ex.: círculo polar antárctico; círculo polar árctico).

círculo vicioso
[Lógica]   [Lógica]  Raciocínio que pretende demonstrar a verdade de uma proposição que só pode ser demonstrada através de outra, que por sua vez é demonstrada através da primeira.

Conjunto de problemas, ideias ou factos, geralmente negativos, que se encadeiam num processo sem resolução e regressam ao problema, ideia ou facto inicial.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "círculo" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...escaldante do deserto, centenas realizaram o primeiro ritual do haj, que envolve andar em círculo ao redor de Kaaba, o edifício sagrado no centro da Grande Mesquita de Meca..

Em Caderno B

Segundo o jornal, esta é a segunda vez que Pincher, deputado eleito pelo círculo de Tamworth desde 2010, foi obrigado a abandonar o cargo por causa de alegações...

Em VISEU, terra de Viriato.

Assim, se houvesse algum estadista dentro do círculo estreito de Putin, eles teriam compreendido as iniciativas de Macron e teriam experimentado para...

Em BioTerra

Mas faltam outras coisas " para que o circulo fique completo "..

Em Continental Circus

O casal constituiu um grande círculo de amizade na época em que morou em Assú..

Em www.blogrsj.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.




A minha dúvida reside na utilização do verbo recepcionar e da palavra recepcionado. Estas palavras existem, ou por outro lado deve ser usada a frase "acusámos a recepção de"?
O verbo recepcionar surge em alguns dicionários de língua portuguesa com os sentidos “promover recepção, festa” (ex.: Gostavam de recepcionar em casa) e “acolher com deferência” (ex.: Foram recepcionar o presidente no aeroporto), como regista o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (edição brasileira da Editora Objetiva, 2001; edição portuguesa do Círculo de Leitores, 2002).
Pesquisas em corpora e em motores de pesquisa da Internet revelam que o verbo recepcionar vem sendo também usado com os sentidos “acusar recepção de correspondência” (ex.: O funcionário perguntou se eu tinha recepcionado a carta registada) e “fazer recepção de bola” (ex.: O jogador recepcionou a bola e rematou).
Alguns gramáticos (e alguns falantes) insurgem-se contra estes novos usos do verbo recepcionar em detrimento de receber, admitindo apenas os dois primeiros sentidos mencionados acima, por se ligarem semanticamente a recepção (“reunião festiva”). Mas esse argumento é questionável, já que os novos usos também se ligam a recepção (“acto de receber”) e que o verbo receber também contempla os dois primeiros sentidos, como se pode ver pelas seguintes substituições: Gostavam de receber em casa; Foram receber o presidente no aeroporto; O funcionário perguntou se eu tinha recebido a carta registada; O jogador recebeu a bola e rematou. O que estas substituições demonstram é que tanto recepcionar quanto receber podem ser usados nestes contextos sem perda de informação, podendo por isso ser considerados sinónimos. Os mais puristas irão reclamar da intromissão destes novos sentidos de recepcionar, outros irão continuar a usá-los, produzindo assim material linguístico que será averbado pelos dicionários que descrevem a língua; a cada falante compete a escolha, consoante as suas preferências e sensibilidades linguísticas.

pub

Palavra do dia

fan·til fan·til


(origem obscura)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Que tem bom tamanho e é considerado de boa raça (ex.: cavalo fantil).

2. Que tem os traços certos ou ideais para produzir boas crias (ex.: égua fantil).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/c%C3%ADrculo [consultado em 06-07-2022]