Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

bravata

bravatabravata | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

bra·va·ta bra·va·ta


(italiano bravata)
nome feminino

1. Ameaça feita de modo arrogante. = INTIMIDAÇÃO

2. Dito ou atitude de fanfarrão. = BAZÓFIA, FANFARRONICE

3. Pretensa valentia.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "bravata" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

” A brincadeira de Russell logo retornou à bravata de bar: "Ei, você acha que se eu pousar neste Alasca com sucesso me...

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

Se se tratou de uma bravata , como o ataque a Kiev durante a presença do Sec-Geral da ONU e...

Em Abencerragem

...Câmara diz que as instituições e o povo brasileiro "são maiores do que qualquer bravata

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

...jus à sua fama, Paulo Sá e Cunha, não se despediu sem proferir uma bravata do tipo: "Agarrem-me senão eu mato-o!!

Em portugal contempor

...merda & mais nada Grácil, timorata Dócil & esquiva Sei-te tão altiva Por pura bravata Em timocracia Manda o ladrão Em democracia Uns sim, outros não A

Em daniel abrunheiro
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como classificar a palavra desalmado quanto à sua formação?
A palavra desalmado é habitualmente considerada um adjectivo formado por derivação parassintética, isto é, com aposição simultânea de prefixo (des-) e sufixo (-ado) à palavra alma. No entanto, a existência do verbo desalmar, formado através do mesmo processo de parassíntese (des- + alma + -ar), implica que a palavra desalmado seja também uma flexão verbal, correspondendo ao particípio passado do verbo desalmar, que pode ser usado com valor adjectival.



Como devo passar para o discurso indirecto a frase: Eu chamo-me Paula. Discurso indirecto: Ela disse que se chamava Paula? ou Ela disse que se chama Paula?
Na transformação do discurso directo em discurso indirecto de Eu chamo-me Paula, além da passagem da primeira (eu) para a terceira pessoa gramatical (ela) e da introdução de um verbo declarativo (dizer), deverá haver também uma passagem do presente (chamo) para o imperfeito do indicativo (chamava), isto é, a frase Eu chamo-me Paula deverá ser transformada em Ela disse que se chamava Paula. Sobre este assunto, poderá consultar também a resposta discurso directo, discurso indirecto e discurso indirecto livre.
pub

Palavra do dia

re·tror·re·flec·tor |ètô|re·tror·re·fle·tor |ètô|re·tror·re·fle·tor |ètô|


(retro- + reflector)
adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

Que ou aquilo que reflecte a radiação, geralmente a luz, de forma que os raios sejam paralelos aos raios incidentes, mas em sentido oposto (ex.: superfície retrorreflectora; o ciclista deve usar retrorreflectores).


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: retrorrefletor.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: retrorreflector.


• Grafia no Brasil: retrorrefletor.

• Grafia em Portugal: retrorreflector.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/bravata [consultado em 18-08-2022]