PT
BR
Pesquisar
Definições



bater com o nariz na porta

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
nariznariz
( na·riz

na·riz

)
Imagem

Parte saliente do rosto, entre a testa e a boca, que corresponde ao órgão do olfacto.


nome masculino

1. Parte saliente do rosto, entre a testa e a boca, que corresponde ao órgão do olfacto.Imagem

2. Cavidade das fossas nasais; conjunto das duas narinas (ex.: nariz entupido; tira o dedo do nariz).

3. Ventas; focinho.

4. [Por extensão] [Por extensão] Sentido do olfacto. = FARO

5. Cara; feições.

6. Parte saliente na parte da frente de algo (ex.: nariz do avião).

7. Parte do ferrolho que entra na fechadura.


bater com o nariz na porta

[Informal] [Informal] Encontrar encerrado um espaço, um estabelecimento, uma casa, não conseguindo alcançar quem ou o que se procurava. = BATER COM A CARA NA PORTA

conduzir alguém pelo nariz

Dominá-lo completamente.

dar com o nariz na porta

[Informal] [Informal] O mesmo que dar com o nariz na porta.

debaixo do nariz de

Na presença de alguém ou com uma proximidade muito grande em relação a alguém (ex.: o roubo aconteceu debaixo do nosso nariz).

ficar com nariz de palmo e meio

Ficar desapontado.

meter o nariz em tudo

Ser intrometido.

nariz de beterraba

[Informal] [Informal] Muito grosso e vermelho.

torcer o nariz

Mostrar desagrado.

vistoPlural: narizes.
etimologiaOrigem etimológica:latim naris, -is.
iconPlural: narizes.

Auxiliares de tradução

Traduzir "bater com o nariz na porta" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Os nomes próprios têm plural: ex. A Maria, as Marias?
Os nomes próprios de pessoa, ou antropónimos, também podem ser flexionados no plural, designando várias pessoas com o mesmo prenome (No ginásio há duas Marias e quatro Antónios) ou aspectos diferentes de uma mesma pessoa/personalidade (Não sei qual dos Joões prefiro: o João aventureiro que começou a empresa do zero, e que vestia calças de ganga, ou o João empresário de sucesso, que só veste roupa de marca).
Os nomes próprios usados como sobrenome podem igualmente ser flexionados no plural. Neste caso, convergem duas práticas: a mais antiga, atestada no romance Os Maias de Eça de Queirós, pluraliza artigo e nome próprio (A casa dos Silvas foi vendida) e a mais actual pluraliza apenas o artigo (Convidei os Silva para jantar).