Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

auto-infecção

auto-infecçãoautoinfeção ou autoinfeçãoauto-infecçãoautoinfecção | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

au·to·-in·fec·ção au·to·in·fe·ção ou au·to·in·fe·ção au·to·-in·fec·ção au·to·in·fec·ção


(auto- + infecção)
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]  Infecção por um microrganismo já existente no organismo, que se torna patogénico.


• Dupla grafia pelo Acordo Ortográfico de 1990: autoinfeção ou autoinfeção.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: auto-infecção.


• Grafia no Brasil: autoinfecção.

• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: autoinfecção.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: auto-infecção


• Grafia em Portugal: autoinfeção.

in·fec·ção |èç| ou |ècç|in·fe·ção |èç| ou in·fec·ção |ècç|in·fec·ção |ècç|


(latim infectio, -onis, acção de tingir)
nome feminino

1. Acto ou efeito de infeccionar.

2. Corrupção; contágio.




• Dupla grafia pelo Acordo Ortográfico de 1990: infeção ou infecção.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: infecção.


• Grafia no Brasil: infecção.

• Grafia em Portugal: infeção.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "auto-infecção" para: Espanhol | Francês | Inglês

Esta palavra em blogues

Ver mais

-se extremamente difícil, podendo resultar em decisões erradas, porque baseadas em dados insuficientes, ou no surgimento de novas cadeias de infecção a nível comunitário, que se revelam de detecção e acompanhamento particularmente complexos. Podem-se apontar muitas razões para os resultados não serem reportados

Em Ver

) Detalhe de Bordando, tela de Wladyslaw Czachirski (Polónia, 1850-1911) De 1916, o auto -retrato de Cristiano Cruz (Portugal, 1892-1951) (...) O polaco Lewandowsky igualando o recorde de Gerd Müller (40 golos) E então, entre as 16h50m & as 17h47m, uma sesta sem história, relatório ou novidade. Ouço a

Em daniel abrunheiro

contactos de risco, a probabilidade de alguém com resultado positivo ou inconclusivo comunicar com as autoridades de saúde são escassas. Se extrapolarmos o que sucedeu com a " StayAway Covid " para os auto -testes, teremos que concluir que estes servirão, sobretudo, para esclarecer os próprios, eventualmente

Em Ver

positivo no controle da pandemia, complementando os actuais sistemas profissionais de testagem e aumentando a rapidez da detecção de cadeias de infecção . Naturalmente, tal depende, inevitavelmente, da adesão das populações e da comunicação dos resultados às autoridades de saúde, sem o que apenas os

Em Ver

obrigatório; os passageiros A, B, D, F e G auto -relataram uso de máscara e luva enquanto estavam no avião, mas os passageiros C e E não ”, observaram os autores. Assentos (Boeing 777–300ER) para 7 passageiros com teste positivo para infecção por síndrome respiratória aguda grave coronavírus 2 (SARS-CoV-2) no

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


O verbo intervir conjuga-se da mesma forma que o verbo vir? Sendo assim, qual é o seu particípio passado (caso tenha)?
O verbo intervir conjuga-se como o verbo vir, com a particularidade de se grafar com acento agudo na segunda e terceira pessoas do presente do indicativo (intervéns, intervém); esta particularidade é comum a todos os outros verbos derivados de vir ou do verbo latino venire (são os casos, por exemplo, de advir, avir, convir, desconvir, devir, provir, sobrevir). O particípio passado destes verbos também segue o paradigma de vir/vindo, sendo então intervindo o particípio passado de intervir (ex.: tinha intervindo brilhantemente no debate). Poderá esclarecer esta e outras dúvidas de conjugação seguindo a hiperligação para o verbo intervir no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa e clicando em seguida na opção Conjugar que se encontra imediatamente acima da definição do verbo.



Gostaria de esclarecer qual a forma correta de escrever a palavra extra classe, ou seja, com hífen ou sem hífen?
Apesar de não se encontrar dicionarizada, a grafia correcta é extraclasse, pois, de acordo com o Acordo Ortográfico de 1945, o prefixo extra só se escreve com hífen quando o elemento que se lhe segue começa por vogal (ex.: extra-axilar, extra-oficial), h (ex.: extra-hepático), r (ex.: extra-regulamentar) ou s (ex.: extra-sensorial). A palavra extraordinário poderia parecer uma excepção a esta regra, mas na verdade ela não se formou com este prefixo, antes entrou no português já formada no latim.

Segundo o Acordo Ortográfico de 1990, o elemento de formação extra- apenas deve ser ligado por hífen a palavras que comecem por h ou por a (ex.: extra-hepático, extra-axilar). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, não deverá ser seguido de hífen e aquelas consoantes devem ser dobradas (ex.: extrarregulamentar, extrassensorial).

pub

Palavra do dia

ban·ga·la·fu·men·ga ban·ga·la·fu·men·ga


(origem duvidosa)
nome masculino

[Brasil: Nordeste, Depreciativo]   [Brasil: Nordeste, Depreciativo]  Indivíduo sem valor, sem préstimo. = JOÃO-NINGUÉM, ZÉ-NINGUÉM

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/auto-infec%C3%A7%C3%A3o [consultado em 03-08-2021]