Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
arar | s. m. | s. m. pl.
ArAr | símb.
-ar-ar | suf.
-ar-ar | suf.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ar ar 1
nome masculino

1. Fluido que envolve a Terra.

2. O espaço aéreo.

3. O fluido que respiramos.

4. Aragem, vento.

5. Aparência, aspecto.

6. Modo.

7. [Popular]   [Popular]  Ataque de paralisia.


ares
nome masculino plural

8. Clima.


ao ar livre
Em recinto aberto, exposto ao clima e à natureza. = A CÉU ABERTO

ar condicionado
Aparelho ou sistema que regula o aquecimento ou a refrigeração de um ambiente.Ver imagem

ar comprimido
Ar cuja pressão é superior à pressão atmosférica, com diversas utilizações, e que pode ser armazenado em recipientes próprios através de processos mecânicos.

ar encanado
[Informal, Regionalismo]   [Informal, Portugal: Regionalismo]  Movimento de ar num espaço geralmente fechado. = CORRENTE DE AR, VENTO ENCANADO

beber os ares por
Ter muita estima ou admiração por. = ADMIRAR, ESTIMAR

dar ares de
[Informal]   [Informal]  Ter traços que lembram algo ou alguém. = PARECER

foi um ar que lhe deu
[Informal]   [Informal]  Morrer.

[Informal]   [Informal]  Desaparecer, sumir.


Ar Ar 2
símbolo

[Química]   [Química]  Símbolo químico do árgon.


-ar -ar 1
(sufixo latino -are)
sufixo

Indica acção, estado ou processo, na formação de verbos da primeira conjugação e é o sufixo mais produtivo na formação de verbos em português (ex.: aburguesar; balançar; serigrafar).


-ar -ar 2
(sufixo latino -aris, -e)
sufixo

Indica relação, geralmente na formação de adjectivos (ex.: alveolar; diverticular; pesadelar).

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "ar" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Numa pesquisa no Google, encontrei várias vezes a expressão "há espera", por exemplo: "torneios há espera de concorrentes". É correcto dizer "há espera"? Não será "à espera"?
No contexto que refere, deverá ser utilizada a locução prepositiva à espera de, que significa “aguardando por” (torneios à espera de concorrentes) e que poderá encontrar registada, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, que também regista a locução adverbial à espera (Ex.: os doentes já estão à espera há muito tempo). Esta locução tem estrutura semelhante a muitas outras locuções prepositivas em português (contracção da preposição a com o artigo definido a seguida de substantivo feminino e da preposição de), como, por exemplo, à beira de, à conta de, à disposição de, à frente de. A expressão há espera poderá apenas ser usada em contextos onde se pretenda dizer que "existe uma espera" (ex.: nos acessos à ponte há espera prolongada).



Gostaria de saber qual é a diferença entre haver e ter, quando estes verbos são utilizados como auxiliares: eu tinha dito/eu havia dito, ele tinha feito/ele havia feito. Também gostaria de saber se há diferença entre o português luso do português do Brasil.
Os verbos ter e haver são sinónimos como auxiliares de tempos compostos e são usados nos mesmos contextos sem qualquer diferença (ex.: eu tinha dito/eu havia dito); sendo que a única diferença é a frequência de uso, pois, tanto no português europeu como no português brasileiro, o verbo ter é mais usado.

Estes dois verbos têm também uso em locuções verbais que não correspondem a tempos compostos de verbos e aí há diferenças semânticas significativas. O verbo haver seguido da preposição de e de outro verbo no infinitivo permite formar locuções verbais que indicam valor futuro (ex.: havemos de ir a Barcelona; os corruptos hão-de ser castigados), enquanto o verbo ter seguido da preposição de e de outro verbo no infinitivo forma locuções que indicam uma obrigação (ex.: temos de ir a Barcelona; os corruptos têm de ser castigados).

Note-se uma diferença ortográfica entre as normas brasileira e portuguesa relativa ao verbo haver seguido da preposição de: no português europeu, as formas monossilábicas do verbo haver ligam-se por hífen à preposição de (hei-de, hás-de, há-de, hão-de) enquanto no português do Brasil tal não acontece (hei de, hás de, há de, hão de). Esta diferença é anulada com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, uma vez que deixa de haver hífen neste contexto (isto é, em qualquer das variedades deverão ser usadas apenas as formas hei de, hás de, há de, hão de).

Para outras diferenças entre as normas europeia e brasileira, queira, por favor, consultar outra resposta sobre o mesmo assunto em variedades de português.

pub

Palavra do dia

con·tis·ta con·tis·ta
(conto + -ista)
adjectivo de dois géneros e nome de dois géneros
adjetivo de dois géneros e nome de dois géneros

Que ou quem escreve contos (ex.: escritor contista; o contista foi premiado).

Confrontar: comtista.
pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/ar [consultado em 17-01-2021]