Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
aporapor | v. tr.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

a·por |ô| a·por |ô| - ConjugarConjugar
(latim appono, -ere, colocar junto de, servir, pôr sobre, acrescentar)
verbo transitivo

1. Colocar junto a. = APLICAR, JUNTAR, JUSTAPOR

2. Colocar sobre. = SOBREPOR

3. Jungir (bois ou vacas) ao carro.

4. Meter (cavalgaduras) aos varais da carruagem.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Negocia ou negoceia? Em português de Portugal, a 3ª pessoa do singular do Presente do Indicativo é negocia ou negoceia? Aprendi na escola (portuguesa) e sempre disse negoceia e qual o meu espanto que aqui, na Priberam, aparece o vocábulo negocia na conjugação do verbo. Como no corrector de português de Portugal a expressão Ele negocia não apresenta erro, deduzo que as duas formas estarão correctas. Se por aqui, no Brasil, o termo usado é negocia, pergunto qual o termo que um português deve aplicar.
No português de Portugal é aceite a dupla conjugação do verbo negociar nas formas do presente do indicativo (negocio/negoceio, negocias/negoceias, negocia/negoceia, negociam/negoceiam), do presente do conjuntivo (negocie/negoceie, negocies/negoceies, negocie/negoceie, negociem/negoceiem) e do imperativo (negocia/negoceia, negocie/negoceie, negociem/negoceiem), ao contrário do português do Brasil, que apenas permite a conjugação com a vogal temática -i- e não com o ditongo -ei- (negocio, negocias, etc.).

A mesma diferença de conjugação entre as duas normas do português (europeia e brasileira) apresentam os verbos derivados de negociar (desnegociar, renegociar), bem como os verbos agenciar, cadenciar, comerciar, diligenciar, licenciar, obsequiar e premiar.




Domingo de Páscoa escreve-se com maiúscula ou minúscula?
Regra geral, os nomes dos dias da semana escrevem-se com minúscula inicial, conforme o disposto na alínea b) do ponto 1.º da Base XIX do Acordo Ortográfico de 1990. No entanto, e de acordo com a alínea e) do ponto 2.º da mesma base, a maiúscula inicial usa-se no nome de festas e festividades, razão pela qual a expressão Domingo de Páscoa é geralmente escrita com maiúscula inicial. O mesmo sucede com expressões como Sábado Gordo ou Sexta-Feira Santa. Não há nenhuma alteração a este respeito no Acordo Ortográfico de 1990 relativamente ao Acordo Ortográfico de 1945 e esta opção já era recomendada por Rebelo Gonçalves, no seu Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa (Coimbra: Atlântida - Livraria Editora, 1947, p. 301):

“[...] os nomes dos dias da semana escrevem-se, em obediência à tradição, com minúscula inicial: domingo, segunda-feira (ou segunda), terça-feira (ou terça), quarta-feira (ou quarta), quinta-feira (ou quinta), sexta-feira (ou sexta), sábado. Se formam, porém, acompanhados de adjectivos, locuções crononímicas especiais, devem escrever-se com maiúscula, assim como esses adjectivos: Domingo Gordo, Domingo Magro, Quinta-Feira Maior, Sexta-Feira Santa.”

As disposições sobre os usos das minúsculas e maiúsculas não invalidam o uso de regras próprias em obras especializadas, como aliás é salvaguardado no próprio texto do Acordo Ortográfico de 1990.

pub

Palavra do dia

no·er·gi·a no·er·gi·a
(grego nóos, noûs, mente, pensamento + grego érgon, -ou, trabalho + -ia)
substantivo feminino

[Filosofia]   [Filosofia]  Actividade ou trabalho intelectual.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/apor [consultado em 21-11-2019]