PT
BR
Pesquisar
Definições



acrescentamento

A forma acrescentamentopode ser [derivação masculino singular de acrescentaracrescentar] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
acrescentamentoacrescentamento
( a·cres·cen·ta·men·to

a·cres·cen·ta·men·to

)


nome masculino

1. Acto de acrescentar.

2. O que se acrescenta.

etimologiaOrigem etimológica:acrescentar + -mento.
acrescentaracrescentar
( a·cres·cen·tar

a·cres·cen·tar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

Juntar uma coisa a outra para tornar esta maior ou mais completa. = ADICIONAR, ADIR, AUMENTAR, ENRIQUECER

etimologiaOrigem etimológica:latim vulgar *accrescentare, do latim accrescens, -entis, particípio presente de accresco, -ere, aumentar, acrescentar, anexar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "acrescentamento" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Minha dúvida é: Por que passei a vida estudando que o correto é falar para eu fazer, para eu comer, e etc., se a frase É fácil para mim estudar não está errada? Podem explicar essa última frase.
De facto, nos contextos exemplificados com duas orações na resposta para eu/para mim (ex.: isto é para eu fazer), deverá ser usado o pronome sujeito, pois na oração para eu fazer, o pronome desempenha essa função de sujeito. No caso do exemplo É fácil para mim estudar, o contexto é semelhante àquele referido na resposta pronomes pessoais rectos e oblíquos, em que o pronome não desempenha a função de sujeito, pois esta frase pode ser decomposta em Estudar [sujeito] é fácil [predicado] para mim [adjunto adverbial de interesse].



Qual a escrita correcta para o planeta? Urano ou Úrano?
Os vocabulários tidos como as maiores referências para o português europeu (Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves e Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado) registam apenas a forma Úrano, referindo Rebelo Gonçalves que a forma Urano, apesar de corrente, “é inexacta”. Esta indicação deve-se à forma latina Uranus, em que o U da antepenúltima sílaba é uma vogal longa (sendo o -a- da penúltima sílaba uma vogal breve), o que corresponde geralmente a uma palavra esdrúxula em português.

No entanto, parece ter havido uma regularização da acentuação da palavra (em português, o padrão mais regular de acentuação é o das palavras graves, isto é, acentuadas na penúltima sílaba), e é de facto muito corrente a forma Urano, inclusivamente com registo em dicionários. Por este motivo, e apesar de a forma Úrano ser a preferida pelos autores mais puristas, pode hoje considerar-se aceitável também a forma Urano.