Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Queiramos

1ª pess. pl. pres. conj. de quererquerer
1ª pess. pl. imp. de quererquerer
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

que·rer |ê|que·rer |ê|

- ConjugarConjugar

(latim quaero, -ere, procurar, buscar, perguntar, informar-se, procurar obter, pedir)
verbo transitivo

1. Ter a vontade ou a intenção de.

2. Anuir ao desejo de outrem.

3. Ordenar, exigir.

4. Procurar.

5. Poder (falando de coisas).

6. Requerer, ter necessidade de.

7. Fazer o possível para, dar motivos para.

8. Permitir, tolerar (principalmente quando acompanhado de negação).

9. Admitir, supor.

verbo intransitivo

10. Exprimir terminantemente a vontade.

11. Amar, estimar.

verbo pronominal

12. Desejar estar, desejar ver-se.

13. Amar-se.

nome masculino

14. Desejo, vontade.


queira Deus!
Designativa de ameaça ou intimação para que alguém não pratique qualquer acto.

Expressão que traduz um desejo, uma ansiedade, uma súplica.

querer bem
Amar.

querer mal
Odiar.

queira
Usa-se, seguido de verbo no infinitivo, em fórmulas de cortesia; faça o favor de (ex.: queira dizer ao que vem).

sem querer
Não de propósito.


Ver também resposta à dúvida: regência dos verbos gostar e querer.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "Queiramos" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...o poder do mal, por isso, Jesus abre os nossos olhos para que não queiramos

Em Blog da Sagrada Família

Inspiramo-nos nas imagens que diariamente, quer nós queiramos quer não nos entram “pela casa dentro”, em especial sobre a guerra na Ucrânia...

Em NÓS SOMOS CAPAZES! Nothing to lose,and never to late!

...o poder dos sons e dos olores de nos transportar, aínda que non o queiramos , a momentos moi afastados dos que nin sequera nos queremos lembrar..

Em Selva de Esmelle

...total isolamento político e o mundo inteiro está contra nós, mesmo que não o queiramos admitir..

Em Aliás

cancro em que talvez queiramos diminuir a exocitose”, sublinha Miettinen..

Em VISEU, terra de Viriato.
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


É com espanto que vejo que na conjugação do verbo haver aparecer a forma houveram. Sempre aprendi que a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito não existe. Podem-me explicar se é moda nova?!
A flexão do verbo haver varia consoante o seu emprego. Assim, quando este é empregue como verbo principal, com os sentidos de “existir” (em 1.a), de "ter decorrido" (em 2.a) e de “acontecer” (em 3.a), ele é impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular. Daí a má formação das frases 1.b), 2.b) e 3.b), assinaladas com asterisco (*):

1. a) Houve muitos deputados investigados.
b) * Houveram muitos deputados investigados.

2. a) Havia duas horas que estava à espera.
b) * Haviam duas horas que estava à espera.

3. a) Na semana passada houve muitos acidentes.
b) * Na semana passada houveram muitos acidentes.

Quando é empregue como verbo principal com outros sentidos que não os de "existir", "ter decorrido" ou "acontecer", é flexionado em todas as pessoas:

4. a) Os organizadores do colóquio houveram por bem encomendar uma sondagem. [achar, considerar]
b) E que bem se houveram os portugueses no confronto! [avir-se]

O verbo haver emprega-se ainda como auxiliar em tempos compostos, sendo também flexionado em todas as pessoas:

5. As encomendas haviam sido entregues.

Como se pode ver pelas frases 4-5, a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do verbo haver existe, pelo que o conjugador deve incluí-la, não podendo é ser utilizada nos casos em que o verbo é impessoal.




Gostaria de saber onde se enquadra a regra da palavra contra-cheque? Escreve-se com ou sem hífen?
Deverá escrever contracheque e não *contra-cheque, quer aplique ou não o Acordo Ortográfico de 1990.

Segundo o Acordo Ortográfico de 1945 (Base XXIX), o elemento de formação contra- (à semelhança dos elementos extra- [exceptuando-se extraordinário], infra-, intra-, supra- e ultra-) aglutina-se sempre ao elemento posterior, excepto "quando o segundo elemento tem vida à parte e começa por vogal, h, r ou s: contra-almirante, contra-ataque, contra-estrutura, contra-harmónico, contra-indicação [...]".

Segundo o Acordo Ortográfico de 1990, o elemento de formação contra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte, excepto se este começar por a (ex.: contra-anúncio, contra-argumentar) ou h (ex.: contra-harmónico, contra-haste).

Nenhuma destas disposições, no entanto, pretende alterar a grafia em contextos como o de contracheque, pois com o elemento contra- apenas sofreram alteração palavras em que o segundo elemento começa por vogal diferente de a (ex.: contra-estrutura --> contraestrutura, contra-indicação --> contraindicação).

pub

Palavra do dia

ar·ven·se ar·ven·se


(latim arvensis, -e)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Que cresce em terras cultivadas (ex.: espécie arvense).

2. Que produz grão ou forragem (ex.: cultura arvense; produções arvenses).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Queiramos [consultado em 01-07-2022]