Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "rices" nas definições

arrepiar | v. tr. e pron. | v. tr., intr. e pron. | v. tr. | v. intr.
    Levantar ou levantarem-se os cabelos ou o pêlo....

enriçado | adj.
    Que se enriçou (ex.: cabelo enriçado)....

enriçar | v. tr. e pron.
    Riçar, emaranhar....

eriçar | v. tr. e pron.
    Deixar ou ficar (pêlo ou cabelo) espetado ou levantado....

erriçar | v. tr. e pron.
    Deixar ou ficar (pêlo ou cabelo) espetado ou levantado....

riçar | v. tr.
    Tornar riço ou crespo (geralmente, o cabelo)....

bouclé | n. m.
    Riçado, crespo....

riça | n. f. | adj. 2 g.
    Pêlo que se tira dos chapéus quando se escarduçam....

riço | adj. | n. m.
    Que apresenta superfície áspera....

rolo | n. m.
    Peça comprida e cilíndrica, mais ou menos maciça e de diâmetro variável....

frisar | v. tr. | v. intr. e pron. | v. tr. e intr.
    Tornar crespo, encrespar....

Dúvidas linguísticas


Diz-se o meu cabelo foi corto ou o meu cabelo foi cortado?
O verbo cortar apenas admite o particípio passado cortado, pelo que, das frases que refere, a única correcta é o meu cabelo foi cortado.



É correcto dizer Explicações do 5º ao 12º anos?
A expressão a usar deverá ser preferencialmente explicações do 5.º ao 12.º ano.

Trata-se de uma expressão para indicar um intervalo que tem como limites o 5.º ano e o 12.º ano, em dois sintagmas nominais diferentes, com utilização da preposição de em correlação com a preposição a. A expressão será equivalente a explicações do 5.º ano ao 12.º ano, sem a elisão (usual para evitar repetição) da primeira referência a ano, pelo que, do ponto de vista lógico, não há motivo para colocar ano no plural, pois serão sempre dois sintagmas diferentes, um indicando o limite inicial e outro o limite final.

Esta dúvida surge provavelmente por analogia com outras construções em que há dois ou mais sintagmas nominais que desempenham exactamente a mesma função gramatical, nomeadamente estruturas de coordenação, copulativas (ex.: o 5.º e 6.º anos não tiveram aulas) ou disjuntivas (ex.: a ficha destina-se ao 5.º ou 6.º anos), em que os sintagmas nominais podem inclusivamente ser substituídos por um único grupo nominal ou pronome (ex.: esses anos não tiveram aulas; a ficha destina-se a ambos os anos). O mesmo tipo de substituição não pode ser feito no exemplo referido na questão colocada, pois perder-se-ia a indicação dos limites.

Palavra do dia

gas·troc·né·mi·o gas·troc·nê·mi·o


(gastro- + cnémio)
adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

1. [Anatomia]   [Anatomia]  Diz-se de ou músculo da barriga da perna (ex.: músculo gastrocnémio; dor à palpação dos gastrocnémios). = GEMELO, GÉMEO

adjectivo
adjetivo

2. [Medicina]   [Medicina]  Relativo a ou localizado nesse músculo da barriga da perna (ex.: trombose venosa gastrocnémia; veia gastrocnémia).


• Grafia no Brasil: gastrocnêmio.

• Grafia no Brasil: gastrocnêmio.

• Grafia em Portugal: gastrocnémio.

• Grafia em Portugal: gastrocnémio.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/rices [consultado em 09-12-2021]