Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "rapinares" nas definições

abater | v. tr. | v. tr., intr. e pron. | v. intr. e pron. | v. intr. | v. pron.
    Deitar abaixo; fazer cair....

rapinar | v. tr. e intr.
    Exercer rapinagem....

uncinado | adj.
    Que é curvo como as garras de uma ave de rapina....

ubi solitudinem faciunt, pacem appellant | loc.
    Frase que Tácito dá como proferida por um herói da Calcedónia, Gálgaco, a respeito das rapinas dos Romanos; aplica-se aos conquistadores que, a pretexto de introduzir a civilização num país, o devastam....

alrete | n. m.
    Ave de rapina, semelhante ao corvo....

altaforma | n. f.
    Ave de rapina diurna (Circus cyaneus) da família dos acipitrídeos....

chavaria | n. f.
    Grande quantidade de chaves....

gadanho | n. m.
    Utensílio composto por um cabo longo e direito que termina com uma lâmina larga disposta perpendicularmente, um pouco curva na ponta, usado para segar ervas de pasto ou feno....

falcão | n. m.
    Designação dada a várias aves de rapina diurnas, geralmente da família dos accipitrídeos ou dos falconídeos, de cabeça pequena, bico forte e curvo e garras robustas, que se empregou na caça de altanaria....

mocho | adj. | n. m.
    A que falta um ou os dois chifres (ex.: animal mocho; cabra mocha)....

uacauã | n. m.
    Nome vulgar de uma ave de rapina....

ujo | n. m.
    Peixe parecido com a raia....

volataria | n. f.
    Arte de caçar com falcões e outras aves de rapina adestradas....

ximango | n. m.
    Ave de rapina, espécie de gavião....

bufo | n. m.
    Designação comum a várias aves de rapina nocturnas da família dos estrigídeos, geralmente do género Bubo....

Dúvidas linguísticas


Com o novo acordo ortográfico, como fica o verbo "prover" na terceira pessoa do plural no presente do indicativo? "proveem" (assim como ver -> veem) ou "provêem"?
Segundo o ponto 7.º da base IX do Acordo Ortográfico de 1990, as formas verbais terminadas em -êem deixam de ser acentuadas. É o caso da terceira pessoa do plural do presente do indicativo do verbo ver, que perde o acento circunflexo (vêem -> veem), dos verbos que se conjugam pelo mesmo paradigma (como antever, circunver, desprover, entrever, prever, prover, rever) e também dos verbos crer, ler e seus derivados (crêem -> creem, treslêem -> tresleem). Esta alteração aplica-se também à terceira pessoa do plural do presente do conjuntivo do verbo dar (dêem -> deem) e aos seus derivados (como antedar, desdar, redar, satisdar).

O conjugador online do FLiP pode ser uma ajuda a considerar nestes casos de dúvida. Funciona para português europeu e para português do Brasil, em ambos os casos com e sem o novo Acordo Ortográfico.




Sou de Recife e recentemente tive uma dúvida muito forte ao pensar sobre uma palavra: xexeiro, checheiro ou seixeiro (não sei na verdade como se escreve e se tem, realmente, uma forma correta). Essa palavra é usada para dizer quando uma pessoa é "caloteiro", mau pagador. Em Recife é comum ouvir isso das pessoas: fulano é um "xexeiro". Gostaria de saber de onde surgiu esse termo. Fiquei pensando o seguinte: seixo é uma pedra dura e lisa e quando uma pessoa está com pouco dinheiro dizem que ela está "lisa" ou "dura". Então na verdade o certo seria seixeiro. Essa é a minha dúvida.
A forma correcta é seixeiro, que, segundo o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, deriva mesmo de seixo, “calote”, acepção que o referido dicionário também regista como regionalismo nordestino.

Palavra do dia

ven·tres·ca |ê|ven·tres·ca |ê|


(latim *ventriscula, diminutivo de venter, -tris, ventre)
nome feminino

Posta de peixe imediata à cabeça. = VENTRECHA, VENTRISCA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/rapinares [consultado em 25-10-2021]