Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "neurovegetativo" nas definições

neurovegetativo | adj.
    Diz-se do sistema nervoso que regula a vida vegetativa, formada por gânglios e nervos, por vezes cinzentos, e ligada ao eixo cerebrospinal que contém os centros reflexos....

distonia | n. f.
    Alteração ou perturbação da tonicidade dos músculos, de um órgão ou do equilíbrio neurovegetativo....

parassimpático | adj. n. m.
    Diz-se de ou cada um dos dois sistemas nervosos neurovegetativos....

Dúvidas linguísticas


Haverá alguma forma alternativa de utilizar o verbo reaver, no pretérito perfeito do indicativo, usada correntemente, e que se possa aceitar, não sendo aquela que consta das gramáticas?
As únicas flexões correctas do verbo reaver no pretérito perfeito do indicativo são aquelas preconizadas nas gramáticas e dicionários de língua portuguesa (reouve, reouveste, reouve, reouvemos, reouvestes, reouveram). Poderá consultar a conjugação do verbo reaver no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.



1. Mal-formação ou malformação genética? Plural: malformações? 2. Como é mais correto: má perfusão ou mal-perfusão? Ex.: "hipofluorescência por má perfusão sub-retiniana compatível com degeneração miópica" // "hipofluorescência por mal-perfusão sub-retiniana compatível com atrofia central areolar".
Em relação à primeira dúvida, a grafia correcta é malformação (plural: malformações), como pode verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.

Quanto à segunda dúvida, o termo que questiona não se encontra registado nos dicionários consultados nem como malperfusão (cuja forma correspondente inglesa malperfusion é de uso generalizado), nem como má-perfusão, pelo que se aconselha a grafia de locução: má perfusão.

Esta dúvida retoma a questão sobre o uso do advérbio mal justaposto a um substantivo: de acordo com as regras da língua portuguesa, um substantivo (ex.: ) é geralmente modificado por um adjectivo (ex.: ), o que está na origem de formas como má-fé (e não malfé), enquanto um verbo (ex.: fadar) é habitualmente modificado por um advérbio (ex.: mal), o que está na origem de formas como malfadar (e não maufadar).

Esta polémica já se fez sentir relativamente ao par malformação/má-formação, tendo o uso consagrado a forma malformação, seja por influência das formas francesa e inglesa malformation, seja pela percepção de mal- como um prefixo. Aliás, segundo o Vocabulário da Língua Portuguesa de Rebelo Gonçalves (Coimbra: Coimbra Editora, 1966, p. 630), o prefixo mal- escreve-se com hífen apenas quando o elemento que se lhe segue começa por vogal (ex.: mal-estar) ou h (ex.: mal-humorado); nos restantes casos, é sempre aglutinado (ex.: malcriado, malquerente, malsão).

Esta reflexão pode aplicar-se a ainda outras palavras como malcriação, malquerença ou malsonância.

Palavra do dia

xân·ti·co xân·ti·co


(xanto + -ico)
adjectivo
adjetivo

Relativo a ou que tem cor amarela ou amarelada (ex.: litíase xântica; peixes xânticos).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/neurovegetativo [consultado em 27-09-2022]