Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

parassimpático

parassimpáticoparassimpático | adj. n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pa·ras·sim·pá·ti·co pa·ras·sim·pá·ti·co


(para- + simpático)
adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

[Medicina]   [Medicina]  Diz-se de ou cada um dos dois sistemas nervosos neurovegetativos.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "parassimpático" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

meu sistema parassimpático )..

Em www.asnovenomeublog.com

...doenças estomacais, das glândulas mamárias, do sistema linfático, do sistema nervoso central e do parassimpático ..

Em situacao.blogs.sapo.pt

O sistema nervoso parassimpático é responsável por estimular ações que permitem ao organismo responder a situações de calma,...

Em www.theuniplanet.com

Influência as glândulas supra-renais, com efeito calmante devido à ativação do sistema nervos parassimpático ;;

Em lifestyleyoga.blogs.sapo.pt

Inspiro e Expiro e começo a activar o meu sistema nervoso parassimpático , o sistema que contrabalança o sistema simpático

Em yogaprojection.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se a palavra real admite duas formas de plural: réis e reais, assim como mel, temos: méis e meles?
Efectivamente a palavra real admite o plural réis (não confundir com reis, plural de rei), mas apenas na acepção de antiga unidade monetária de Portugal e do Brasil. Nas restantes acepções de adjectivo e de substantivo masculino, incluindo a da actual unidade monetária do Brasil, só é admitida a forma plural reais. Não se trata assim de um duplo plural, ao contrário do caso de mel.



Qual a correta grafia: sub-bosque ou subosque?
O prefixo sub- deve ser seguido de hífen quando o elemento seguinte se inicia por b, uma vez que se trata da mesma consoante por que termina o prefixo, como prevê o Acordo Ortográfico de 1945 (para o português de Portugal). O Formulário Ortográfico de 1943 (para o português do Brasil) não tem este contexto previsto no uso do hífen, mas o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) da Academia Brasileira de Letras regista esta forma e outras com a sequência sub-b...; a par disto, é de referir que também as formas subosque e sobosque estão registadas no VOLP, depreendendo-se a sua origem nas formas prefixais su- e so-, respectivamente, equivalentes a sub- e sob-, mas de contexto ortográfico diferente (daí o facto de não serem formas hifenizadas).

Este contexto ortográfico não sofre alteração com a aplicação do novo Acordo Ortográfico de 1990, pois, apesar de o texto do Acordo ser omisso neste ponto (cf. Base XVI), a "Nota Explicativa" anexa ao referido texto prevê o uso do hífen: "6.3 - O hífen nas formas derivadas (base XVI) [...] a) Emprega-se o hífen quando o segundo elemento da formação começa por h ou pela mesma vogal ou consoante com que termina o prefixo ou pseudoprefixo (por exemplo: anti-higiénico, contra-almirante, hiper-resistente) [...]" (sublinhado nosso).

Por este motivo, pode dizer-se que a forma sub-bosque está correcta, bem como as formas sobosque ou subosque, apesar de estas duas últimas preverem o uso de prefixos equivalentes a sob- ou sub-, que serão menos consensuais (o prefixo su- com este sentido não se encontra registado em nenhuma obra lexicográfica por nós consultada).

pub

Palavra do dia

es·ta·me·nha es·ta·me·nha


(latim staminea, feminino de stamineus, -a, -um, filamentoso)
nome feminino

1. Tecido grosseiro de lã.

2. Hábito de frade, geralmente feito desse tecido. = BUREL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/parassimp%C3%A1tico [consultado em 06-10-2022]