Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Cresse

1ª pess. sing. pret. imperf. conj. de crercrer
3ª pess. sing. pret. imperf. conj. de crercrer
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

crer |ê|crer |ê|

- ConjugarConjugar

verbo transitivo

1. Dar fé a; acreditar.

2. Ter para si; julgar, supor.

verbo intransitivo

3. Ter fé religiosa.

verbo pronominal

4. Julgar-se; confiar-se.


Ver também resposta à dúvida: "provêem" segundo o Acordo Ortográfico de 1990.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "Cresse" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...verdade, Você só queria que eu descansasse, que eu fizesse minha parte, que eu cresse na surpresa que Você estava preparando..

Em Life and Love and Why

...assim simples e em nudez plena se mostrou qual pluma que bem descreva que cresse assim sem mais - e - nessa alegria da harmonia dessa chama que tudo...

Em Tears of Heaven

cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus Cristo..

Em iepenelas.blogs.sapo.pt

...trabalhar, porque os mantimentos por si próprio haviam de nascer e que quem não cresse naquela santidade se havia de converter em paus e pedras e que a gente...

Em www.esmeraldamartinez.com.br

...trabalhar, porque os mantimentos por si próprio haviam de nascer e que quem não cresse naquela santidade se havia de converter em paus e pedras e que a gente...

Em www.esmeraldamartinez.me
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.




Plural de adjectivos compostos: como se diz - olhos verdes-claros, olhos verde-claros ou olhos verdes-claro? As opiniões divergem muito mas pela lógica (e também pela quantidade de falantes de português que assim o dizem) seria: olhos verdes, olhos claros, logo olhos verdes-claros (os adjectivos têm que concordar com os nomes não é assim?).
De acordo com a Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Lindley Cintra e Celso Cunha, nos adjectivos compostos apenas o segundo elemento varia em género e número. Assim sendo, o plural do adjectivo verde-claro deverá ser verde-claros (ex.: olhos verde-claros), tal como o plural do adjectivo azul-escuro deverá ser azul-escuros (ex.: saias azul-escuras). São excepção à regra acima a palavra surdo-mudo, cuja flexão é aplicada em ambos os elementos (surdos-mudos, surda-muda, surdos-mudos) e os adjectivos referentes a cores quando o segundo elemento é um substantivo (ex.: saia amarelo-ouro / saias amarelo-ouro). É ainda de salientar que as indicações acima não se aplicam quando se trata de um substantivo composto, pois nesse caso o plural é formado aplicando a flexão em ambos os elementos (ex.: o pintor usou vários verdes-claros).

Esta é, em geral, a regra preconizada pelas obras de referência da língua portuguesa que fazem o registo do plural das palavras compostas, nomeadamente o Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves, o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa e o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa.

pub

Palavra do dia

fan·til fan·til


(origem obscura)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Que tem bom tamanho e é considerado de boa raça (ex.: cavalo fantil).

2. Que tem os traços certos ou ideais para produzir boas crias (ex.: égua fantil).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Cresse [consultado em 06-07-2022]