Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

vigário-geral

vigário-geralvigário-geral | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

vi·gá·ri·o·-ge·ral vi·gá·ri·o·-ge·ral


nome masculino

[Religião]   [Religião]  Aquele que representa o bispo na administração eclesiástica da diocese.

Plural: vigários-gerais.Plural: vigários-gerais.
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

uma benção especial do padre Anselmo Andrade, vigário da região. Santarém-Miri Em seguida, foi a vez da comunidade Santarém-Miri receber a comitiva do prefeito Nélio. Com um investimento de R$1.029.686,04 em recursos do Fundeb a Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental Antônio Pereira da Silva

Em www.blogdocolares.com

, veio como missionário para o Brasil. Atuou como pároco da paróquia de São Benedito, em Guaianases, em São Paulo. Também foi pároco da catedral de São Miguel Arcanjo, vigário geral , ecônomo, membro do conselho de presbíteros e membro do colégio de consultores da diocese de São Miguel Paulista. Em 16 de

Em Blog da Sagrada Família

Vicente exerce o ministério como pároco e cura Catedral de Nossa Senhora da Penha, em Crato, e foi vigário geral à época do governo episcopal de Dom Fernando Panico (nomeado em 2014), permanecendo na função até 2021, no governo de Dom Gilberto Pastana. Entenda Com a posse de Dom Gilberto no Arcebispado de

Em Blog da Sagrada Família

2017. Ele ficará na função de Ministro Geral de 2021-2027. A eleição foi presidida, segundo nomeação do Papa Francisco, pelo Cardeal brasileiro João Braz de Aviz, Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica. Amanhã (14/7) será eleito o Vigário Geral e

Em Blog da Sagrada Família

contaminação pela covid-19, como já estava na semana anterior, mas com uma alteração: a zona portuária voltou para risco alto e a Barra da Tijuca passou para risco moderado. Penha, Ilha do Governador, Santa Teresa e Vigário Geral continuam em risco moderado. O restante das regiões está em risco alto, e nenhuma

Em Caderno B
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Estou com uma dúvida: como se escreve, e se existe, a palavra (excessão, ecessão, esseção)?
No português europeu a grafia correcta é excepção e no português do Brasil é exceção.



Devemos colocar um hífen a seguir a "não" em palavras como "não-governamental"? "Não governamental" é igual a "não-governamental"? O novo Acordo Ortográfico de 1990 muda alguma coisa?
A utilização e o comportamento de não- como elemento prefixal seguido de hífen em casos semelhantes aos apresentados é possível e até muito usual e tem sido justificada por vários estudos sobre este assunto.

Este uso prefixal tem sido registado na tradição lexicográfica portuguesa e brasileira em dicionários e vocabulários em entradas com o elemento não- seguido de adjectivos, substantivos e verbos, mas como virtualmente qualquer palavra de uma destas classes poderia ser modificada pelo advérbio não, o registo de todas as formas possíveis seria impraticável e de muito pouca utilidade para o consulente.

O Acordo Ortográfico de 1990 não se pronuncia em nenhum momento sobre este elemento.

Em 2009, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) da Academia Brasileira de Letras (ABL), sem qualquer explicação ou argumentação, decidiu excluir totalmente o uso do hífen neste caso, pelo que as ferramentas da Priberam para o português do Brasil reconhecerão apenas estas formas sem hífen. Sublinhe-se que esta é uma opção que decorre da publicação do VOLP e não da aplicação do Acordo Ortográfico.

Também sem qualquer explicação ou argumentação, os "Critérios de aplicação das normas ortográficas ao Vocabulário Ortográfico do Português"  [versão sem data ou número, consultada em 01-02-2011] do Vocabulário Ortográfico do Português (VOP), desenvolvido pelo Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC), e adoptado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 8/2011 do governo português, aprovada em 9 de Dezembro de 2010 e publicada no Diário da República n.º 17, I Série, pág. 488, em tudo à semelhança do VOLP da ABL, afirmam excluir o uso do hífen nestes casos. A aplicar-se este critério, deve sublinhar-se que esta é uma opção que decorre da publicação do VOP e não da aplicação do Acordo Ortográfico. No entanto, a consulta das entradas do VOP [em 01-02-2011] permite encontrar formas como não-apoiado, não-eu, não-filho, o que implica o efectivo reconhecimento da produtividade deste elemento. Por este motivo, os correctores e o dicionário da Priberam para o português europeu reconhecerão formas com o elemento não- seguido de hífen (ex.: não-agressão, não-governamental). A este respeito, ver também os Critérios da Priberam relativamente ao Acordo Ortográfico de 1990.

pub

Palavra do dia

vi·lar vi·lar


(latim villaris, -e, relativo a casa de campo, a quinta)
nome masculino

[Pouco usado]   [Pouco usado]  Pequena aldeia ou povoação; grupo de casas. = ALDEOLA, CASAL, LUGAREJO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/vig%C3%A1rio-geral [consultado em 23-09-2021]