PT
BR
Pesquisar
Definições



ventre

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
ventreventre
( ven·tre

ven·tre

)


nome masculino

1. Cavidade do corpo onde estão o estômago e os intestinos.

2. Região do corpo onde está situada essa cavidade; barriga; abdómen.

3. [Acústica] [Acústica] A parte da corda vibrante compreendida entre dois nós.

4. [Tecnologia] [Tecnologia] A parte do buril que se afia para lhe dar gume.

5. [Arquitectura] [Arquitetura] [Arquitetura] Diâmetro ou grossura da coluna no ponto onde termina o primeiro terço, a partir da base.

6. Útero.

7. Bojo ou parte mais larga de um vaso.

8. [Figurado] [Figurado] Âmago.


dar de ventre

Defecar.

tirar o ventre da miséria

[Informal] [Informal] Ter grandes vantagens após a adversidade; tirar a barriga da miséria.

tirar o ventre de misérias

[Informal] [Informal] O mesmo que tirar o ventre da miséria.

etimologiaOrigem etimológica:latim venter, -tris, ventre.

Auxiliares de tradução

Traduzir "ventre" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Devo escrever ele será analisado no terceiro dia ou ele será analisado ao terceiro dia?
Qualquer das duas frases é possível, visto que quer a preposição em (presente na contracção no) quer a preposição a (presente na contracção ao) se utilizam na expressão de valores temporais (ex.: viaja sempre em Agosto; estava a dois dias do casamento).



Qual denominação para a "operação" de passar Francisco a Chico, Helena a Lena, Alice a Lili, etc.
As palavras Chico, Lena ou Lili são hipocorísticos (isto é, nomes próprios usados para designar alguém de maneira informal ou carinhosa) em relação a Francisco, Helena e Alice, respectivamente. Estes três hipocorísticos mostram, contudo, fenómenos diferentes de formação de palavras: em Francisco > Chico há uma redução por aférese acompanhada de alteração expressiva da forma reduzida; em Helena > Lena há uma simples redução por aférese; em Alice > Lili há uma redução com aférese e apócope e com o redobro de uma sílaba. A estes mecanismos pode ainda juntar-se o frequente uso de sufixos aumentativos ou diminutivos (ex. Chicão, Leninha).