PT
BR
Pesquisar
Definições



vala

A forma valapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de valarvalar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de valarvalar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
valavala
( va·la

va·la

)
Imagem

Escavação para receber as águas que escorrem dos terrenos adjacentes e conduzi-las a um dado ponto.


nome feminino

1. Escavação para receber as águas que escorrem dos terrenos adjacentes e conduzi-las a um dado ponto.Imagem

2. [Brasil] [Brasil] Leito de alguns rios cujas águas secam habitualmente em certa estação do ano.


vala comum

Cova, geralmente extensa, onde se sepultam cadáveres colectivamente.

etimologiaOrigem etimológica:latim valla, plural de vallum, -i, paliçada, trincheira.
valarvalar
( va·lar

va·lar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Abrir valas em.

2. Cercar com valas.

3. [Figurado] [Figurado] Murar; defender.


adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros

4. Relativo a vala ou cerca.

Auxiliares de tradução

Traduzir "vala" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Ao fazer a pesquisa do termo prescindir, observei que constava como verbo intransitivo. Pesquisei, no entanto, no dicionário Aurélio e constava como verbo transitivo. Gostaria de alertar para esse possível erro.
Apesar de, actualmente, o verbo prescindir dever ser considerado um verbo transitivo indirecto, como faz o Aurélio, a classificação mais tradicional em dicionários portugueses (diferentemente de dicionários brasileiros como o Aurélio ou o Houaiss) é classificar verbos com regência de proposições que não sejam a (como "entregar a") como intransitivos (como é o caso de "prescindir de"). Em casos semelhantes, é normal encontrar discrepâncias entre dicionários portugueses e brasileiros, sendo a classificação dos segundos geralmente mais rigorosa.



Qual o feminino de capataz? Isto porque tenho ouvido a palavra capataza quando se trata de uma mulher.
Por tradição lexicográfica, a palavra capataz vem registada em dicionários e vocabulários apenas como substantivo masculino, pelo facto de essa função ter sido ocupada maioritariamente por pessoas do sexo masculino. A forma capataza não surge registada em nenhuma obra de referência para o português. Assim, a palavra capataz poderá ser usada no masculino em relação a um referente de sexo feminino (ex.: Ela é o capataz da quinta) à semelhança de outros nomes em que o género da palavra não é igual ao sexo a que se refere (ex.: Ela é um bom garfo ou Ele é uma melga). Por outro lado, à semelhança do que tem acontecido com muitas profissões que hoje já não são exclusivamente desempenhadas por pessoas de sexo masculino, a palavra poderá ser usada como substantivo masculino e feminino (ex.: Ela é a capataz da quinta), como acontece em espanhol, língua de onde é originária a palavra.