Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

urda

1ª pess. sing. pres. conj. de urdirurdir
3ª pess. sing. imp. de urdirurdir
3ª pess. sing. pres. conj. de urdirurdir
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ur·dir ur·dir

- ConjugarConjugar

(latim ordior, -iri, começar a tecer)
verbo transitivo

1. Dispor (os fios da teia) para fazer o tecido.

2. [Por extensão]   [Por extensão]  Tecer; fiar.

3. [Figurado]   [Figurado]  Planear uma acção, uma ideia, uma intriga. = MAQUINAR, TRAMAR

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "urda" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Já li com prazer livros da Urda Alice Kluger, Enéas Athanázio, Salim Miguel entre outros..

Em Baú de Fragmentos: Enchendo esse mundo de causos

...no Missouri, com fazendeiros, homens de sucesso e de fracasso, embora a trama se urda no seio de uma

Em industrias-culturais

embora no outono do rosto a palidez augure e urda sombras dum súbito sofrer;;

Em Tupiniquim

Urda Alice Klueger Escritora, historiadora e doutora em Geografia..

Em suplementocultural

Europeu também pode - Cronica reprise da Urda Europeu também pode (Explicação aos leitores: Onde está escrito Espanha, leia França;;

Em suplementocultural
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual é o diminutivo da palavra foto? Esse diminutivo é masculino ou feminino?
A adjunção de sufixos diminutivos não altera as propriedades morfossintácticas do derivante, que são herdadas pelo derivado. Assim, por exemplo, os sufixos -inho e -zinho alteram apenas a informação semântica (o juízo de valor que se faz sobre a forma de base a que se juntam), mantendo a mesma categoria sintáctica e o mesmo género do derivante: quando se associam a um adjectivo geram um adjectivo (moderno/a - moderninho/a - modernozinho/a), quando se associam a um nome geram um nome (papel - papelinho - papelzinho) e quando se associam a um advérbio geram um advérbio (devagar - devagarinho - devagarzinho).

Tradicionalmente, os sufixos -inho e -zinho são considerados o mesmo, sendo a consoante -z- encarada como um elemento de ligação, pelo que a forma -zinho é tida como uma variante de -inho. No entanto, o seu emprego é distinto, já que se associam a diferentes formas de base, o que faz deles mais do que meras variantes. O sufixo -inho associa-se a radicais, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um livro - um livrinho; uma caneta - uma canetinha; um pijama - um pijaminha; uma tribo - uma tribinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um sabonete - um sabonetinho; uma semente - uma sementinha; um anel - um anelinho; uma espiral - uma espiralinha). O sufixo -zinho associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma caneta - uma canetazinha; um pijama - um pijamazinho; uma tribo - uma tribozinha; um sabonete - um sabonetezinho; uma semente - uma sementezinha; um anel - um anelzinho; uma espiral - uma espiralzinha). O mesmo é válido para os sufixos -ito e -zito.

Posto isto, o substantivo feminino foto (redução de fotografia) pode apresentar vários diminutivos, consoante os sufixos usados, sendo todos femininos: uma foto - uma fotinho, uma fotozinha, uma fotito, uma fotozita. Não há muitos substantivos femininos terminados em -o (para além de foto e tribo, a lista inclui expo (redução de exposição), imago, libido, moto, virago e pouco mais) e o seu uso no grau diminutivo não é dos mais frequentes, o que justifica as hesitações e, por vezes, as incorrecções de alguns falantes.




Podemos aportuguesar a palavra de origem francesa palettes para paletes? Em caso afirmativo, não ficará a acentuação e, por conseguinte, a pronúncia alterada?
A palavra francesa palette já se encontra aportuguesada em obras lexicográficas de língua portuguesa sob a forma palete, designando uma plataforma sobre a qual se empilha carga.

Relativamente à pronúncia, há que fazer a distinção entre a acentuação da palavra e a qualidade da vogal. Quanto à acentuação, a palavra é acentuada na sílaba -le-, sendo grave em português (apesar de aguda em francês), pelo que o aportuguesamento tem uma acentuação regular que não necessita de ser alterada; por esse motivo também, não há necessidade de acento gráfico. A pronúncia das vogais nesta palavra segue a qualidade das vogais francesas, sendo o a aberto, como em padre; este a, por ser átono, poderá também ser elevado, sendo pronunciado como em palito. Sobre este último aspecto, poderá consultar também outras dúvidas já respondidas em pronúncia de sofá e pronúncia de menu.

pub

Palavra do dia

per·ca·li·na per·ca·li·na


(francês percaline)
nome feminino

Tecido de algodão, leve e lustroso, empregado sobretudo em forros e em encadernações de livros.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/urda [consultado em 20-01-2022]