PT
BR
Pesquisar
Definições



trincado

A forma trincadopode ser [masculino singular particípio passado de trincartrincar] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
trincadotrincado
( trin·ca·do

trin·ca·do

)


adjectivoadjetivo

1. Cortado com os dentes.

2. [Figurado] [Figurado] Astuto; sagaz; malicioso.

3. [Marinha] [Marinha] Amarrado, ligado com trinca.

4. Breado, calafetado.

5. Sobreposto (diz-se dos cantos do tabuado, no fundo das embarcações ou das tábuas do costado sobrepostas).

trincar1trincar1
( trin·car

trin·car

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Morder, apertar com os dentes.

2. Partir, apertar com os dentes.

3. [Popular] [Popular] Comer; petiscar; mastigar.


verbo intransitivo

4. Fazer ruído quando se come ou parte alguma coisa com os dentes.

etimologiaOrigem etimológica:origem obscura.
trincar2trincar2
( trin·car

trin·car

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

[Náutica] [Náutica] Prender com trinca.

etimologiaOrigem etimológica:trinca + -ar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "trincado" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Como se classifica gramaticalmente a forma levemo-lo?
Gramaticalmente, levemo-lo corresponde a uma forma do verbo levar na primeira pessoa do plural do imperativo (ex.: amigos, levemos isto daqui já), seguido do pronome átono o, que assume a forma -lo por estar a seguir a uma forma verbal terminada num -s (que desaparece: levemos + o = levemo-lo).

A forma levemos, isoladamente, poderá corresponder também ao presente do conjuntivo (ex.: é preciso que levemos isto daqui), mas, como tem o pronome átono em posição enclítica (depois do verbo), não corresponde a esse tempo, pois o presente do conjuntivo é normalmente antecedido da conjunção que, com propriedades de atracção do pronome átono (ex.: é preciso que o levemos daqui), não sendo considerada gramatical uma construção proclítica nesse caso (ex.: *é preciso que levemo-lo daqui).




Gostaria que me esclarecessem a seguinte dúvida: na palavra quatro existe trema?
O Acordo Ortográfico de 1990 suprimiu o trema em palavras portuguesas ou aportuguesadas, conservando-se apenas em palavras derivadas de nomes próprios estrangeiros.

O uso do trema no português do Brasil estava regulamentado pelo Formulário Ortográfico de 1943, que era o texto em vigor para a ortografia brasileira. Neste texto explicita-se que “Emprega-se o trema no u que se pronuncia depois de g ou q e seguido de e ou i: agüentar, argüição, eloqüente, tranqüilo, etc.”. Por este motivo, nunca se poderia empregar correctamente o trema antes de outra vogal como a ou o, mesmo porque nestes casos (ex.: quatro, quociente), o u é sempre lido e não havia necessidade de distinguir a pronúncia com um sinal diacrítico.

Poderá esclarecer esta e outras dúvidas ortográficas utilizando o corrector ortográfico para o português do Brasil que poderá testar em FLiP On-line, seleccionando a opção correspondente à bandeira brasileira.