PT
BR
Pesquisar
Definições



toco

A forma tocopode ser [primeira pessoa singular do presente do indicativo de tocartocar] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
tocotoco
|ô| |ô|
( to·co

to·co

)
Imagem

O que fica na terra de uma árvore que se cortou quase rente.


nome masculino

1. O que fica na terra de uma árvore que se cortou quase rente.Imagem

2. Pau curto, cacete, moca.

3. Pedaço ou resto de vela ou de tocha. = COTO

4. Parte de um dente partido que sobressai na gengiva.

5. [Informal] [Informal] O que resta de um dedo ou de um membro cortado.

6. [Marinha] [Marinha] O que resta do mastro desarvorado.

7. [Brasil] [Brasil] O que resta de algo.

8. [Brasil] [Brasil] Parte do papel, geralmente à esquerda, que não se destaca em livro de recibos, de talões, etc. = CANHOTO

9. [Brasil] [Brasil] [Botânica] [Botânica] Planta medicinal.

10. [Brasil] [Brasil] [Futebol] [Futebol] Acto de prender o pé do adversário.

11. [Brasil] [Brasil] Cada um dos chifres de um animal. (Mais usado no plural.)

12. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Dever ou obrigação.

13. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Dinheiro de roubo ou usado para suborno.

14. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Rejeição, recusa (ex.: tomar um toco). [Equivalente no português de Portugal: nega.]


andar com o toco

[Portugal: Norte Informal] [Portugal: Norte Informal] O mesmo que estar com o toco.

estar com o toco

[Portugal: Norte Informal] [Portugal: Norte Informal] Estar de mau humor.

vistoPlural: tocos |ô|.
iconPlural: tocos |ô|.
tocartocar
( to·car

to·car

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e intransitivo

1. Pôr a mão ou o dedo em. = APALPAR

2. Roçar por.

3. Pôr-se em contacto.

4. Atingir.

5. Fazer soar; saber tirar harmonias de um instrumento ou repicar (sinos). = TANGER

6. Executar determinada peça.

7. Chegar a.

8. Fazer andar depressa. = APRESSAR

9. Comover.

10. Falar de, tratar de mencionar.

11. Chamar.

12. Bater, fustigar, açoitar, castigar.

13. Instigar, excitar, obrigar.

14. Aproximar-se de.

15. Confinar com.

16. Dar toques ou pinceladas em.

17. Garantir o funcionamento ou o rendimento de (ex.: ela toca o negócio sozinha). = CARREGAR


verbo intransitivo

18. Caber por sorte.

19. Pertencer.

20. Dar um sinal por meio de toque.

21. Fazer escala em.

22. Bulir.

23. Comer pouco.

24. Ferir, ofender.

25. Ser tão alto como.

26. Ser ocasião própria para.

27. Ser parente.

28. Ir de encontro a. = ABALROAR

29. [Náutica] [Náutica] Dar em baixo (o navio).

30. Interessar.


verbo pronominal

31. Ter um ponto de contacto.

32. [Figurado] [Figurado] Aproximar-se, identificar-se, ter semelhança.

33. Magoar-se, ofender-se, melindrar-se.

34. Começar a apodrecer.

35. Ferir-se em virtude de roçar uma perna pela outra ou com a roupa.

36. Meter os pés para dentro (a besta).

37. [Informal] [Informal] Embriagar-se.

etimologiaOrigem etimológica:origem onomatopaica.
Confrontar: tosar, toucar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "toco" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



A palavra moral é classificada como masculina ou feminina?
Tal como pode verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, a palavra moral é usada como masculina e como feminina, consoante o seu significado.

Enquanto substantivo, designando “estado de espírito, disposição”, a palavra moral é do género masculino: “É preciso levantar o moral dos jogadores!”. Nos restantes sentidos mencionados no Dicionário Priberam – “conjunto de costumes, regras”; “ética”; “lição, ensinamento” – o substantivo moral é do género feminino: “De acordo com a moral e os bons costumes.”; “Escreveu um artigo sobre os princípios da moral kantiana.”; “Qual é a moral da história dos Três Porquinhos?”.

Enquanto adjectivo, a palavra moral (= relativo aos costumes, à ética) é usada quer com nomes (substantivos) masculinos, quer com nomes femininos: “Temos o dever moral de ajudar os outros.”, “Há normas morais que é preciso cumprir.”.




A palavra seje existe? Tenho um colega que diz que esta palavra pode ser usada na nossa língua.
Eu disse para ele que esta palavra não existe. Estou certo ou errado?
A palavra seje não existe. Ela é erradamente utilizada em vez de seja, a forma correcta do conjuntivo (subjuntivo, no Brasil) do verbo ser. Frases como “Seje bem-vindo!”, “Seje feita a sua vontade.” ou “Por favor, seje sincero.” são cada vez mais frequentes, apesar de erradas (o correcto é: “Seja bem-vindo!”, “Seja feita a sua vontade.” e “Por favor, seja sincero.”). A ocorrência regular de seje pode dever-se a influências de falares mais regionais ou populares, ou até mesmo a alguma desatenção por parte do falante, mas não deixa de ser um erro.