Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

squash

squashsquash | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

squash |squáche|


(palavra inglesa)
nome masculino

[Desporto]   [Esporte]  Desporto praticado entre dois jogadores ou duas equipas de dois jogadores, utilizando uma bola de borracha impelida por uma raquete contra a parede frontal de um recinto fechado.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "squash" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

"As another war engulfs Europe, it was left to a squash player to remind the world of a few awkward truths..

Em blog0news

...o USS New Mexico (Foto: Marinha dos EUA) O Tenente Comandante Virgil Childers (" Squash ") Griffin, Jr..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

...Dunlop Sx Casual Sport Long Backpack Racquet Bag Black Red Racquetguys Com Dunlop Bags Squash Equipments By Squashproshop Dunlop Backpacks Bags Briefcases For Men ..

Em Luiz Martins

...Estados Unidos) Em 17 de outubro de 1922, o Tenente Comandante Virgil Childers (" Squash ") Griffin, Jr..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

...o USS New Mexico (Foto: Marinha dos EUA) O Tenente Comandante Virgil Childers (" Squash ") Griffin, Jr..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Não sei como acrescentar palavras neste dicionário de vocês, por isso envio-lhes este email sobre malgrado: neste saite surge mal-grado; no Aurélio consta: malgrado, prep, Apesar de, não obstante.
Antes da entrada em vigor do Acordo Ortográfico de 1990, a grafia mal-grado era a forma consagrada na lexicografia portuguesa, constituindo uma diferença relativamente à lexicografia brasileira. Com a aplicação do novo Acordo Ortográfico, essa diferença foi anulada, passando malgrado a ser a ortografia comum a ambas as normas do português.

Note-se que o registo da forma hifenizada nos dicionários portugueses decorria apenas de uma tradição lexicográfica e não do estipulado no Acordo Ortográfico de 1945, uma vez que este especifica que os compostos formados pelo prefixo mal- apenas se hifenizam quando o segundo elemento começa por vogal ou pela letra h.




Nota-se hoje alguma tendência para se inutilizar as regras do discurso indirecto. Nos textos jornalísticos sobretudo, hoje quase que ninguém mais respeita os comandos gramáticos regedores do discurso indirecto. Muitos inclusive argumentam tratar-se de normas "ultrapassadas". Daí vermos frequentemente frases do tipo O ministro X prometeu que o seu governo vai/irá cumprir os prazos/irá cumprir, ao invés de ia/iria cumprir, como manda a Gramática conhecida até hoje. De que lado estará então a correcção? Ou seja, as normas do discurso indirecto enunciadas nas diferentes gramáticas ainda valem ou deixaram de valer?
As chamadas regras para transformar o discurso directo em discurso indirecto mantêm-se, e têm na Nova Gramática do Português Contemporâneo (14.ª ed., Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 629-637) uma sistematização bastante completa.
No entanto, o discurso indirecto livre parece estar a ser cada vez mais usado na imprensa, consciente ou inconscientemente.

Esta forma de discurso é muito usada na oralidade e em textos literários que pretendem diminuir a distância entre o narrador e o discurso relatado e tem como característica exactamente a fusão do discurso directo com o discurso indirecto.
Disso é exemplo a frase apontada (O ministro X prometeu que o seu governo vai/irá cumprir os prazos), em que o início tem claramente características de discurso indirecto, como o enunciado na 3.ª pessoa (O ministro X prometeu) ou a oração subordinada integrante dependente de um verbo que indica declaração ou afirmação (prometeu que), e a segunda parte tem claramente características de discurso directo, como o tempo verbal no presente ou no futuro (o seu governo vai/irá cumprir) em vez de no pretérito imperfeito ou no condicional, como seria normal no discurso indirecto (o seu governo ia/iria cumprir).

Para melhor exemplificar a noção de discurso indirecto livre, por contraste com o discurso directo e com o discurso indirecto, colocamos as três frases a seguir.

Discurso directo: O meu governo vai cumprir os prazos.
Discurso indirecto: O ministro X prometeu que o seu governo ia cumprir os prazos.
Discurso indirecto livre: O ministro X prometeu que o seu governo vai cumprir os prazos.

pub

Palavra do dia

ai·rão ai·rão


(francês antigo hairon, hoje francês héron, garça-real)
nome masculino

1. [Ornitologia]   [Ornitologia]  Designação comum a diversas espécies de aves de pequeno porte da família dos apodídeos, de plumagem preta ou acastanhada, pés e dedos muito curtos e asas longas e estreitas. = AIÃO, ANDORINHÃO, GAIVÃO

2. [Antigo]   [Antigo]  Penacho com penas de garça.

3. Antigo enfeite do toucado feminil.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/squash [consultado em 03-10-2022]