Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
sonhosonho | s. m.
1ª pess. sing. pres. ind. de sonharsonhar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

so·nho |ô| so·nho |ô|
(latim somnium, -ii)
substantivo masculino

1. Conjunto de ideias e de imagens que se apresentam ao espírito durante o sono.

2. [Figurado]   [Figurado]  Utopia; imaginação sem fundamento; fantasia; devaneio; ilusão; felicidade; que dura pouco; esperanças vãs; ideias quiméricas.

3. [Culinária]   [Culinária]  Bolinho muito fofo, de farinha e ovos, frito e depois geralmente passado por calda de açúcar ou polvilhado com açúcar e canela.Ver imagem = FILHÓ, FILHÓS

Plural: sonhos |ô|.Plural: sonhos |ô|.

so·nhar so·nhar - ConjugarConjugar
verbo intransitivo

1. Ter um sonho ou sonhos.

2. Fantasiar; devanear.

3. Ter ideia fixa.

4. Cuidar em.

5. Pensar com insistência em.

verbo transitivo

6. Ver em sonhos.

substantivo masculino

7. Sonho.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "sonho" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Usa-se crase na frase "Atendimento a grupos"?
Na expressão atendimento a grupos não deverá usar a crase.

A crase é a contracção de duas vogais iguais, na maioria dos casos, contracção da preposição a com o artigo definido a quando este precede um substantivo feminino (ex.: devolveu o livro à colega) e com a locução relativa a qual (ex.: esta é a colega à qual ele devolveu o livro). Há também locuções fixas que contêm crase, onde se pode subentender o substantivo feminino moda ou maneira (ex.: cozido à portuguesa = cozido à [moda/maneira] portuguesa). Não poderá usar a crase numa expressão como atendimento a grupos, pois grupos é um substantivo masculino plural e não poderia ser antecedido do artigo definido feminino a.

Normalmente, não se usa a crase antes de nome masculino, como é o caso (ex.: atendimento a grupos), de artigo indefinido (ex.: atendimento a uma clientela), de forma verbal (ex.: esteve a atender) ou de topónimos que não precisam de artigo (ex.: chegou a Brasília). Há ainda locuções fixas que não contêm crase (ex.: estavam frente a frente).




Hoje em dia escuto muito, em resposta a um obrigada: ‘’obrigado eu’’. Não me soa bem e acho que está errado. Tenho razão?
Obrigado (a/os/as) é um adjectivo (também usado como interjeição) que pode ser definido como "que se sente devedor de alguma coisa, normalmente um favor ou uma amabilidade". Este adjectivo deriva do verbo obrigar, sendo provável que originalmente fosse uma construção verbal como "Fico-lhe obrigado" ou "Ela ficou-lhe obrigada". A construção "Obrigado eu" é uma maneira cortês de responder no discurso oral a um agradecimento, enfatizando que é o sujeito quem agradece, como se fosse "Sou eu que lhe fico obrigado (= agradecido, grato)".
pub

Palavra do dia

la·ti·ni·par·la la·ti·ni·par·la
(latim + forma do verbo parlar)
substantivo de dois géneros

[Depreciativo]   [Depreciativo]  Pessoa que faz alarde de saber latim.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/sonho [consultado em 19-02-2019]