Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

sistema

sistemasistema | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

sis·te·ma |ê|sis·te·ma |ê|


(latim systema, -atis, do grego sústema, -atos, conjunto composto de várias partes)
nome masculino

1. Conjunto de princípios verdadeiros ou falsos reunidos de modo que formem um corpo de doutrina.

2. Combinação de partes reunidas para concorrerem para um resultado, ou de modo a formarem um conjunto.

3. Modo de organização (ex.: sistema capitalista).

4. Modo de governo, de administração, de rotação (ex.: os diferentes sistemas eleitorais).

5. Conjunto de meios e processos empregados para alcançar determinado fim.

6. Conjunto de métodos ou processos didácticos.

7. Método, modo, forma.

8. [Anatomia]   [Anatomia]  Conjunto de órgãos compostos pelos mesmos tecidos e destinados a funções análogas (ex.: sistema digestivo, sistema respiratório). = APARELHO

9. [Astronomia]   [Astronomia]  Grupo de corpos celestes associados e que giram segundo as leis de gravitação.

10. [Filosofia]   [Filosofia]  Conjunto de ideias científicas ou filosóficas logicamente solidárias, consideradas mais na sua coerência que na sua verdade.

11. [Geologia]   [Geologia]  Períodos que separam as eras (ex.: sistema devoniano).

12. Modo de distribuição ou disposição das cordilheiras quando se apresentam mais ou menos no mesmo sentido.

13. [História natural]   [História natural]  Método de classificação no emprego de um só ou de um pequeno número de caracteres (ex.: sistema de Lineu).

14. Modo de distribuição dos seres da natureza.

15. Classificação dos seres que tem somente por fim facilitar o estudo dos mesmos seres.

16. [Música]   [Música]  Reunião dos intervalos musicais elementares compreendidos entre dois limites sonoros extremos e agradáveis ao ouvido.


por sistema
Por hábito; sistematicamente (ex.: por sistema, não come doces).

sistema das ondulações
Teoria que explica a propagação da luz por vibrações e ondas luminosas.

sistema de acoplamento
Sistema de circuitos ressonantes e linhas de transmissão utilizado para transferir energia de um transmissor para uma antena.

sistema de arrefecimento
Sistema de resfriamento ou de refrigeração.

sistema de equações
Conjunto de várias equações que ligam simultaneamente diversas variáveis.

sistema de exploração
Conjunto de programas que permitem gerar as diversas tarefas de um computador e descarregar os utilizadores de toda a programação de rotina.

sistema de forças
Conjunto de um número limitado de forças aplicadas a um mesmo corpo sólido.

sistema de referência
Conjunto de corpos (eles próprios considerados como fixos, pelas necessidades da demonstração) por analogia com aqueles que definem o movimento de um outro corpo.

sistema de unidades
[Física, Metrologia]   [Física, Metrologia]  Conjunto coerente de unidades de medida.

Sistema Internacional de Unidades
[Física, Metrologia]   [Física, Metrologia]  Sistema de unidades que substituiu o sistema métrico em 1962 e que compreende sete unidades de base: metro, quilograma, segundo, ampere, kelvin, mole e candela (sigla: SI).

sistema de vídeo
Sistema que permite a transmissão das imagens e do som à distância.

sistema mercantil
[Economia]   [Economia]  O que considera o numerário como a verdadeira representação da riqueza de uma nação e proíbe ou diminui as importações.

sistema métrico
[Física, Metrologia]   [Física, Metrologia]  Sistema de pesos e medidas que tem por base o metro.

sistema monetário europeu
Sistema de harmonização das trocas das diferentes moedas europeias (sigla: S.M.E.).

sistema nervoso
[Fisiologia]   [Fisiologia]  Conjunto dos órgãos que recebem, transmitem e transformam o influxo nervoso.

sistema nervoso central
[Fisiologia]   [Fisiologia]  Conjunto do encéfalo e da medula espinal.

sistema nubloso
Conjunto dos diferentes tipos de nuvens que acompanham uma tempestade completa.

sistema operacional
[Brasil]   [Brasil]   [Informática]   [Informática]  O mesmo que sistema operativo.

sistema operativo
[Portugal]   [Portugal]   [Informática]   [Informática]  Software que permite controlar o hardware de um computador e a execução de programas.

sistema solar
[Astronomia]   [Astronomia]  Sistema que estabelece o Sol como centro dos movimentos da Terra, dos planetas e de outros astros mais pequenos. = UNIVERSO

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "sistema" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Devemos colocar um hífen a seguir a "não" em palavras como "não-governamental"? "Não governamental" é igual a "não-governamental"? O novo Acordo Ortográfico de 1990 muda alguma coisa?
A utilização e o comportamento de não- como elemento prefixal seguido de hífen em casos semelhantes aos apresentados é possível e até muito usual e tem sido justificada por vários estudos sobre este assunto.

Este uso prefixal tem sido registado na tradição lexicográfica portuguesa e brasileira em dicionários e vocabulários em entradas com o elemento não- seguido de adjectivos, substantivos e verbos, mas como virtualmente qualquer palavra de uma destas classes poderia ser modificada pelo advérbio não, o registo de todas as formas possíveis seria impraticável e de muito pouca utilidade para o consulente.

O Acordo Ortográfico de 1990 não se pronuncia em nenhum momento sobre este elemento.

Em 2009, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) da Academia Brasileira de Letras (ABL), sem qualquer explicação ou argumentação, decidiu excluir totalmente o uso do hífen neste caso, pelo que as ferramentas da Priberam para o português do Brasil reconhecerão apenas estas formas sem hífen. Sublinhe-se que esta é uma opção que decorre da publicação do VOLP e não da aplicação do Acordo Ortográfico.

Também sem qualquer explicação ou argumentação, os "Critérios de aplicação das normas ortográficas ao Vocabulário Ortográfico do Português"  [versão sem data ou número, consultada em 01-02-2011] do Vocabulário Ortográfico do Português (VOP), desenvolvido pelo Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC), e adoptado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 8/2011 do governo português, aprovada em 9 de Dezembro de 2010 e publicada no Diário da República n.º 17, I Série, pág. 488, em tudo à semelhança do VOLP da ABL, afirmam excluir o uso do hífen nestes casos. A aplicar-se este critério, deve sublinhar-se que esta é uma opção que decorre da publicação do VOP e não da aplicação do Acordo Ortográfico. No entanto, a consulta das entradas do VOP [em 01-02-2011] permite encontrar formas como não-apoiado, não-eu, não-filho, o que implica o efectivo reconhecimento da produtividade deste elemento. Por este motivo, os correctores e o dicionário da Priberam para o português europeu reconhecerão formas com o elemento não- seguido de hífen (ex.: não-agressão, não-governamental). A este respeito, ver também os Critérios da Priberam relativamente ao Acordo Ortográfico de 1990.




A palavra vigilidade, que tem origem na palavra vígil, tem suscitado alguma controvérsia na área em que estou envolvido. É um termo que é utilizado nalguns trabalhos de psicologia e por algumas instituições nacionais ligadas aos medicamentos (ex: INFARMED). No entanto, não encontrei a palavra nos dicionários que consultei, inclusivamente o da Priberam. Alternativamente a palavra utililizada é vigilância. Assim, gostaria de saber a vossa opinião sobre este assunto.
Também não encontrámos a palavra vigilidade registada em nenhum dos dicionários ou vocabulários consultados. No entanto, este neologismo respeita as regras de boa formação da língua portuguesa, pela adjunção do sufixo -idade ao adjectivo vígil, à semelhança de outros pares análogos (ex.: dúctil/ductilidade, eréctil/erectilidade, versátil/versatilidade). O sufixo -idade é muito produtivo na língua para formar substantivos abstractos, exprimindo frequentemente a qualidade do adjectivo de que derivam.

Neste caso, existem já os substantivos vigília e vigilância para designar a qualidade do que é vígil, o que poderá explicar a ausência de registo lexicográfico de vigilidade. Como se trata, em ambos os casos, de palavras polissémicas, o uso do neologismo parece explicar-se pela necessidade de especialização no campo da medicina, psicologia e ciências afins, mesmo se nesses campos os outros dois termos (mas principalmente vigília, que surge muitas vezes como sinónimo de estado vígil) têm ampla divulgação.

pub

Palavra do dia

re·cor·da·tó·ri·o re·cor·da·tó·ri·o


(recordar + -tório)
adjectivo
adjetivo

1. Que faz ou serve para recordar (ex.: intenção recordatória; marco recordatório). = RECORDATIVO

nome masculino

2. Aquilo que serve para recordar (ex.: fez o recordatório dos últimos 12 meses; recordatório de factos).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/sistema [consultado em 25-06-2021]