PT
BR
Pesquisar
Definições



síndrome

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
síndromesíndrome
( sín·dro·me

sín·dro·me

)


nome feminino

1. [Medicina] [Medicina] Conjunto de sinais e sintomas que caracterizam uma doença.

2. Conjunto dos sinais e sintomas que caracterizam determinada condição ou situação.


síndrome constitucional

[Medicina] [Medicina]  Doença caracterizada por astenia, anorexia e emagrecimento ou perda de peso significativos e involuntários.

síndrome da imunodeficiência adquirida

[Medicina] [Medicina]  Doença grave, provocada pelo retrovírus VIH, caracterizada pela destruição ou pelo desaparecimento das reacções imunitárias do organismo. = SIDA

síndrome de burnout

[Medicina] [Medicina]  Tipo de esgotamento físico e mental associado à actividade profissional.

síndrome de Down

[Medicina] [Medicina]  Distúrbio genético, causado por alteração cromossómica, que se caracteriza por atraso mental e anomalias morfológicas. = MONGOLISMO

síndrome de encarceramento

[Medicina] [Medicina]  Estado em que o paciente está consciente e mantém a capacidade mental, mas não consegue mexer-se, nem falar ou comunicar, excepto por vezes através dos olhos. = PSEUDOCOMA

síndrome de Estocolmo

[Psicologia, Psiquiatria] [Psicologia, Psiquiatria]  Estado psicológico da vítima de sequestro que desenvolve sentimentos de empatia, cumplicidade ou compreensão em relação ao(s) seu(s) captor(es).

síndrome de Tourette

[Medicina] [Medicina]  Desordem neurológica que se caracteriza por tiques e repetições automáticos, espasmos e coprolalia.

síndrome pré-menstrual

[Medicina] [Medicina]  Conjunto de sintomas variáveis, de ordem física (cansaço, cãibras abdominais, inchaço e dor nas mamas, enxaqueca) e de ordem psicológica (ansiedade, dificuldade de concentração, irritabilidade), que podem surgir nos dias que precedem o início da menstruação; tensão pré-menstrual.

síndrome respiratória aguda grave

[Medicina] [Medicina]  Doença infecciosa grave que atinge os pulmões, causada por um coronavírus, cujos sintomas podem incluir febre alta, tosse, falta de ar, entre outros, e que pode assumir características epidémicas. = PNEUMONIA ATÍPICA GRAVE

síndrome respiratória aguda severa

[Medicina] [Medicina]  O mesmo que síndrome respiratória aguda grave.

síndrome respiratória do Médio Oriente

[Medicina] [Medicina]  Doença infecciosa grave que atinge os pulmões, causada por um coronavírus, cujos sintomas podem incluir febre alta, tosse, falta de ar, entre outros, e que pode assumir características epidémicas. [O coronavírus associado a esta doença foi detectado pela primeira vez em 2012, na Arábia Saudita.]

sinonimo ou antonimoSinónimoSinônimo geral: SÍNDROMA, SÍNDROMO

etimologiaOrigem etimológica:grego sundromê, -ês, reunião.
Ver também resposta à dúvida: género de síndrome.

Auxiliares de tradução

Traduzir "síndrome" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber o porque se usa tanto apartir de ou concerteza sendo que o correto é a partir de e com certeza ?
Este fenómeno acontece frequentemente com locuções muito usuais em que os utilizadores da língua têm dificuldades em identificar as fronteiras das palavras, o que tem como consequência erros ortográficos como apartir de (em vez de a partir de), concerteza (em vez de com certeza) ou derrepente (em vez de de repente).



Como se deve dizer? Filhó (singular) Filhós (plural) ou Filhós (singular) Filhoses (plural)?
A palavra filhós, por analogia com palavras terminadas pelo mesmo som (ex.: retrós, voz), forma o plural filhoses (ex.: escolheu a filhós mais pequena; as filhoses ainda estão quentes). Trata-se de uma variante da palavra filhó que, por sua vez, forma o plural filhós (ex.: a filhó é um doce típico do Natal; comeu duas filhós). Ao processo de uma forma plural passar a ser empregue para designar também o singular, Evanildo Bechara dá o nome de "plural cumulativo" (ver Moderna Gramática Portuguesa, Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2002, pp. 128-129). O mesmo fenómeno acontece com os substantivos ilhó e ilhós, eiró e eirós, lilá e lilás, por exemplo.

Apesar de alguns autores condenarem o uso da forma filhós para designar o singular, a mesma e o respectivo plural filhoses surgem atestados nas principais obras lexicográficas de língua portuguesa, como o Vocabulário da Língua Portuguesa (Coimbra: Coimbra Editora, 1966), de Rebelo Gonçalves, o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa / Editorial Verbo, 2001) ou o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, (Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2001 / Lisboa: Círculo de Leitores, 2002).