Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

roupinha

roupinharoupinha | n. f.
derivação fem. sing. de rouparoupa
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

rou·pi·nha rou·pi·nha


(roupa + -inha, feminino de -inho)
nome feminino

1. Roupa pequena.

2. [Vestuário]   [Vestuário]   [Vestuário]  Casaco curto e ajustado ao corpo, usado pelas mulheres do campo.

Plural: roupinhas.Plural: roupinhas.

rou·pa rou·pa


nome feminino

1. Conjunto de peças de vestuário (ex.: roupa de bebé; roupa de marca). = INDUMENTÁRIA, TRAJE, VESTUÁRIO

2. Peça de tecido de uso doméstico (ex.: roupa de cama; roupa de cozinha).


bater a roupa
[Antigo]   [Antigo]  Lavar a roupa esfregando-a e batendo-a contra uma pedra.

chegar a roupa ao corpo/couro/pêlo
[Informal]   [Informal]  Dar uma tareia. = BATER, SURRAR

haver roupa na corda
[Informal]   [Informal]  Alertar para a necessidade de falar baixo ou com cautela porque a conversa pode ser ouvida por terceiros.

lavar roupa suja
[Informal]   [Informal]  Discutir, fazendo acusações e revelando publicamente intimidades, segredos ou outros assuntos privados.

roupa de baixo
[Vestuário]   [Vestuário]   [Vestuário]  O mesmo que roupa interior.

roupa de domingo
Aquela que, geralmente por ser de melhor qualidade, se veste em ocasiões festivas. = ROUPA DE IR À MISSA, ROUPA DE VER A DEUS

roupa de ir à missa
O mesmo que roupa de domingo.

roupa de ver a Deus
O mesmo que roupa de domingo.

roupa interior
[Vestuário]   [Vestuário]   [Vestuário]  Aquela que é usada junto ao corpo, por baixo de outras peças de vestuário.

roupa íntima
[Vestuário]   [Vestuário]   [Vestuário]  O mesmo que roupa interior.

pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Um cão vestido com uma roupinha de cetim é patético..

Em 100 cabeças

Em seguida, vesti uma roupinha bem

Em HISTÓRIAS DE ENCANTAR

O tempo provará se a actual ministra é uma nova contra-almirante Fuas Roupinha ..

Em alcatruz

...meus e os do bebê, troquei fralda, ele tomou o gagau, escolhemos juntos a roupinha

Em Modos de ver

Melhor que o Van Damme de maillot e roupinha cor de salmão, só um Van Damme bêbado em tronco nu e charuto na...

Em Cinema Notebook
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


É com espanto que vejo que na conjugação do verbo haver aparecer a forma houveram. Sempre aprendi que a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito não existe. Podem-me explicar se é moda nova?!
A flexão do verbo haver varia consoante o seu emprego. Assim, quando este é empregue como verbo principal, com os sentidos de “existir” (em 1.a), de "ter decorrido" (em 2.a) e de “acontecer” (em 3.a), ele é impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular. Daí a má formação das frases 1.b), 2.b) e 3.b), assinaladas com asterisco (*):

1. a) Houve muitos deputados investigados.
b) * Houveram muitos deputados investigados.

2. a) Havia duas horas que estava à espera.
b) * Haviam duas horas que estava à espera.

3. a) Na semana passada houve muitos acidentes.
b) * Na semana passada houveram muitos acidentes.

Quando é empregue como verbo principal com outros sentidos que não os de "existir", "ter decorrido" ou "acontecer", é flexionado em todas as pessoas:

4. a) Os organizadores do colóquio houveram por bem encomendar uma sondagem. [achar, considerar]
b) E que bem se houveram os portugueses no confronto! [avir-se]

O verbo haver emprega-se ainda como auxiliar em tempos compostos, sendo também flexionado em todas as pessoas:

5. As encomendas haviam sido entregues.

Como se pode ver pelas frases 4-5, a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do verbo haver existe, pelo que o conjugador deve incluí-la, não podendo é ser utilizada nos casos em que o verbo é impessoal.




Por favor, gostaria de saber qual é o plural de verbos unidos por hífen, como por exemplo quero-quero ou vai-vem.
Antes de mais, uma correcção: a forma vai-vem não existe. A forma correcta escreve-se sem hífen e com acento, vaivém (plural: vaivéns), como pode verificar pela hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.

Quanto ao substantivo quero-quero, forma o plural regular quero-queros. Os substantivos compostos por V-V (verbo-verbo) formam o plural como se fossem substantivos simples, acrescentando-se apenas o -s do plural regular (outros exemplos: treme-tremes, ruge-ruges).

pub

Palavra do dia

ro·ti·ná·ri·o ro·ti·ná·ri·o


(rotina + -ário)
adjectivo
adjetivo

Que segue a rotina ou é relativo a rotina (ex.: procedimento rotinário; tarefas rotinárias). = ROTINEIRO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/roupinha [consultado em 21-10-2021]