Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

ridiculizar

ridiculizarridiculizar | v. tr. | v. tr. e pron.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ri·di·cu·li·zar ri·di·cu·li·zar

- ConjugarConjugar

(ridículo + -izar)
verbo transitivo

1. Tornar objecto de riso ou de chacota; meter a ridículo, fazer escárnio de. = CAÇOAR, ESCARNECER, GOZAR, TROÇAR, ZOMBAR

verbo transitivo e pronominal

2. Tornar ou ficar ridículo.


SinónimoSinônimo Geral: RIDICULARIZAR

pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

ridiculizar a Trump, su campaña y apoyo electoral, los medios entraban en negación de cómo,...

Em *BLOG do ORLANDO TAMBOSI*

rechazo la poesía rosa por ridículizar el amor y castrar los sexos..

Em Rua das Pretas

En Europa, nuestros zombies han preferido ridiculizar las ideas y adoptar literalmente las propuestas de Trump, que es justo lo contrario...

Em *BLOG do ORLANDO TAMBOSI*

...ante los sorprendentes triunfos del Brexit y Donald Trump han sido de categorizar y ridiculizar a los votantes que favorecieron esas alternativas..

Em *BLOG do ORLANDO TAMBOSI*

...opina que “en un momento de soledad y sufrimiento es cuando es más fácil ridiculizar a alguien”..

Em LUSITÂNEA
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Na frase «O sentinela era um jovem soldado sem nome.» está correctamente aplicado o artigo definido masculino singular «O», ou deverá antes aplicar-se o artigo definido feminino «A» precedendo o nome «sentinela»? Em diferentes textos, surgem as duas diferentes formas, o que me levou a aperceber-me de uma vacilação de género; qual a preferível? E em relação a «ordenança» (enquanto soldado)?
A palavra sentinela designa, numa das suas acepções, o soldado ou, em contextos civis, a pessoa encarregada de efectuar a vigilância. Apesar de poder designar uma pessoa de sexo masculino, esta palavra surge nos dicionários como substantivo sobrecomum, registada apenas com o género feminino, à semelhança de outras palavras como criança ou pessoa. Por este motivo, será aconselhável a frase "A sentinela era um jovem soldado sem nome."

Apesar de o caso de ordenança poder parecer semelhante, o registo em dicionários confere-lhe habitualmente classificação lexical de substantivo de dois géneros, o que faz com que seja possível "O ordenança era um jovem soldado sem nome."

Esta questão varia consoante algumas especificidades lexicais de cada palavra, mas também consoante as actualizações lexicográficas feitas pelos dicionários a partir dos usos linguísticos ou de alterações sociais, culturais ou tecnológicas. O caso é porventura um pouco diferente, mas veja-se, a título de exemplo, a palavra segurança, que passou a ter, nas últimas décadas, uma acepção de substantivo de dois géneros.




Já percebi que, com a entrada em vigor do acordo ortográfico de 1990, os nomes dos meses e das estações do ano passarão a ser escritos em minúsculas. O que eu não percebi é a razão dessa alteração. Alguém me pode esclarecer? Diga-se de passagem que também nunca percebi porque é que, desde o acordo ortográfico de 1945, os nomes dos dias da semana passaram a ser escritos com minúsculas... Será pela mesma razão?
O uso de maiúsculas está integrado num conjunto de regras ortográficas convencionadas. Neste caso, os nomes de meses e estações do ano passaram a ser considerados nomes comuns com o Acordo Ortográfico de 1990, atendendo ao seu paradigma morfológico e à aproximação ao paradigma dos dias da semana.

Relativamente aos nomes dos dias da semana e da sua grafia com minúscula já segundo o Acordo Ortográfico de 1945, Rebelo Gonçalves (Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa, Coimbra: Atlântida Livraria Editora, 1947, p. 301) referia como único argumento que “ao contrário dos demais cronónimos, os nomes dos dias da semana escrevem-se, em obediência à tradição, com minúscula inicial”, o que não é minimamente esclarecedor, mas nos elucida sobre o tipo de lógica subjacente às convenções ortográficas.

pub

Palavra do dia

ul·tra·con·ge·la·ção ul·tra·con·ge·la·ção


(ultra- + congelação)
nome feminino

Processo de congelação a uma temperatura muito baixa, geralmente inferior a 40 graus negativos, e num curto período de tempo, para melhor conservar características físicas e químicas (ex.: ultracongelação do pescado).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/ridiculizar [consultado em 22-09-2021]