PT
BR
Pesquisar
Definições



recém-admitido

A forma recém-admitidopode ser [masculino singular de admitidoadmitido], [masculino singular particípio passado de admitiradmitir] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
recém-admitidorecém-admitido
recém-admitido


adjectivoadjetivo

etimologiaOrigem etimológica:recém- + admitido.
(A definição desta palavra estará disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)
admitiradmitir
( ad·mi·tir

ad·mi·tir

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Consentir a aproximação ou a entrada de.

2. Reconhecer como verdadeiro ou possível.

3. Permitir a entrada de alguém numa instituição para desempenhar determinadas funções profissionais (ex.: a empresa irá admitir novos funcionários). = CONTRATARDEMITIR, DESPEDIR

4. Consentir.

5. Supor.

etimologiaOrigem etimológica:latim admitto, -ere, mandar ir, deixar ir, permitir acesso, receber, permitir.
admitidoadmitido
( ad·mi·ti·do

ad·mi·ti·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que se admitiu (ex.: a história, pouco admitida, de que o país tem petróleo, não é muito credível).

2. Que foi avaliado e recebeu aprovação para ingressar em alguma organização ou instituição.

sinonimo ou antonimoSinónimoSinônimo geral: ACEITE

etimologiaOrigem etimológica:particípio de admitir.


Dúvidas linguísticas



Qual a forma correcta: frequência do quarto ou frequência no quarto ano?
O substantivo frequência é geralmente seguido da preposição de (ou das suas contracções), como indica o Dicionário de Regimes de Substantivos e Adjectivos (25.ª ed., São Paulo: Globo, 2000), de Francisco Fernandes, e como atestam pesquisas efectuadas em corpora e em motores de busca da Internet.



Minha dúvida é: Por que passei a vida estudando que o correto é falar para eu fazer, para eu comer, e etc., se a frase É fácil para mim estudar não está errada? Podem explicar essa última frase.
De facto, nos contextos exemplificados com duas orações na resposta para eu/para mim (ex.: isto é para eu fazer), deverá ser usado o pronome sujeito, pois na oração para eu fazer, o pronome desempenha essa função de sujeito. No caso do exemplo É fácil para mim estudar, o contexto é semelhante àquele referido na resposta pronomes pessoais rectos e oblíquos, em que o pronome não desempenha a função de sujeito, pois esta frase pode ser decomposta em Estudar [sujeito] é fácil [predicado] para mim [adjunto adverbial de interesse].