Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

reaprovar

reaprovarreaprovar | v. tr.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

re·a·pro·var re·a·pro·var


(re- + aprovar)
verbo transitivo

Fazer nova aprovação; tornar a aprovar (ex.: depois do veto presidencial, os deputados reaprovaram o diploma).

Confrontar: reprovar.
pub

Parecidas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

...o Presidente da República obrigado a promulgar, no prazo de oito dias, se, entretanto, reaprovar o diploma, sem alterações, com uma maioria reforçada: a maioria absoluta dos Deputados”..

Em VISEU, terra de Viriato.

...que nos governa, PS, BE e CDU, com muitas ajudas de outros campos, decidiu reaprovar no Parlamento (um dia destes retiro-lhe a maiúscula…), sem qualquer tipo de debate público...

Em Corta-fitas

...cego a todas essas chamadas de atenção, resolve com grande precipitação, com grande pressa reaprovar coisas que mereciam seguramente maior ponderação..

Em Povo

obrigado a promulgar, no prazo de 8 dias se reaprovar o diploma, sem alterações, com uma maioria reforçada: a maioria absoluta dos Deputados, em...

Em Povo

pensões é elevado e há que baixar as ditas. Claro que sim, incluindo na média as vergonhosas pensões de ex-banqueiros e a acumulação das ditas por ex-governantes, gestores e compª. Parece que o PSD quer fazer ( re)aprovar legislação sobre o enriquecimento ilícito, dado que a anterior proposta foi chumbada

Em koisasiiloisas.blogspot.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Por vezes somos abordados desta forma: Deseja um café? Sim senhora, trago-lhe já. Sendo eu um indivíduo do sexo masculino, qual é a resposta correcta para esta questão e quais os erros que estão em causa?
As palavras senhor ou senhora são usadas como formas de tratamento de cortesia em relação a alguém a quem nos dirigimos. Assim, devem concordar em género e número com o destinatário da mensagem (ex.: As senhoras desejam chá? [sendo o destinatário feminino plural]; O senhor dá-me licença? [sendo o destinatário masculino singular]).

Na frase em questão na sua dúvida, trata-se de uma resposta dada coloquialmente (ex.: sim, senhora, trago-lhe já; não, senhores, não podem fazer isso), mas que mantém a forma de tratamento e deve obedecer à concordância lógica com o destinatário, pelo que a frase deverá ser, com um destinatário do sexo masculino, Sim, senhor, trago-lhe já.




Qual o correto uso do particípio passado do verbo salvar quando vier na seguinte frase: "ainda bem que eu já tinha... (salvo ou salvado) os arquivos"?
O verbo salvar, como poderá verificar no conjugador de verbos do FLiP, apresenta duplo particípio passado: salvado e salvo.

Nos verbos em que este fenómeno acontece, o particípio regular (ex.: salvado) é geralmente usado com os auxiliares ter e haver para formar tempos compostos (ex.: a equipa já tinha salvado todos os náufragos) e as formas do particípio irregular (ex.: salvo, salvos, salva, salvas) são usadas maioritariamente com os auxiliares ser e estar para formar a voz passiva (ex.: os montanhistas foram salvos de helicóptero).
Citando Lindley Cintra e Celso Cunha, "de regra, a forma regular emprega-se na constituição dos tempos compostos da VOZ ACTIVA, isto é, acompanhada dos auxiliares ter ou haver; a irregular usa-se, de preferência, na formação dos tempos da VOZ PASSIVA, ou seja acompanhada do auxiliar ser."

Estas são considerações da gramática tradicional, que muitas vezes contrariam os usos mais habituais dos falantes, pois quer no português de Portugal, quer no português do Brasil, por exemplo, são muito usuais construções como tinha salvo, sem que isso seja entendico como erro ou construção desviante. Evanildo Bechara, por seu lado, faz observação semelhante à de Lindley Cintra e Celso Cunha, mas inclui o verbo salvar no conjunto de "outros particípios, regulares ou irregulares, que se usam indiferentemente na voz ativa (auxiliares ter ou haver) ou passiva (auxiliares ser, estar ou ficar) [...]".

Tendo em consideração o que acima ficou exposto, na frase que refere qualquer dos particípios poderá ser usado, embora se possa considerar que o uso da forma do particípio regular (ainda bem que eu já tinha salvado os arquivos) segue a regra mais geral.

pub

Palavra do dia

i·rí·di·o i·rí·di·o


(latim científico iridium, do latim iris, iridis, do grego íris, íridos, mensageiro dos deuses, arco-íris)
nome masculino

[Química]   [Química]  Elemento químico (símbolo: Ir), de número atómico 77, metal friável que se encontra em certos minérios da platina.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/reaprovar [consultado em 10-08-2022]