Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

raio

raioraio | n. m.
1ª pess. sing. pres. ind. de raiarraiar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

rai·o rai·o


(latim radius, -i, raio)
nome masculino

1. Fluido eléctrico que se desprende da nuvem electrizada.

2. Faísca, corisco, centelha.

3. Jacto de luz.

4. [Geometria]   [Geometria]  Segmento de recta que parte do centro e termina na periferia de um círculo ou de uma esfera.

5. [Geometria]   [Geometria]  Meio diâmetro de uma circunferência.

6. Tudo o que parte de um centro comum.

7. [Por extensão]   [Por extensão]  Sinal, mostra, indício.

8. [Figurado]   [Figurado]  Desgraça; sinal; vislumbre; clarão; aparência; lembrança.

9. [Informal]   [Informal]  Pessoa muito viva ou travessa.


como um raio
Com extrema rapidez; com violência.

por que raio
[Informal]   [Informal]  Usa-se para questionar qual a singular ou estranha casualidade de algo.

raio de eloquência
Orador eloquentíssimo.

raio verde
Clarão de cor verde que aparece acima do mar quando o Sol desaparece completamente no horizonte e que é devido à dispersão atmosférica.

raio visual
Linha recta que vai do olho do observador ao objecto.

raios catódicos
Feixe de electrões emitido pelo cátodo num tubo de gás muito rarefeito.

raios cósmicos
Raios diversos provenientes do espaço cósmico.

raios da Igreja
Excomunhão.

raios (de) Röntgen
[Física nuclear]   [Física nuclear]  O mesmo que raios X.

raios do Vaticano
O mesmo que raios da Igreja.

raios gama
[Física nuclear]   [Física nuclear]  Radiações emitidas pelos corpos radioactivos, análogos aos raios X, mas muito mais penetrantes e de menor comprimento de onda, com uma acção fisiológica potente.

raios partam
[Informal]   [Informal]  Expressão usada para indicar irritação (ex.: raios partam este computador).

raios X
[Física nuclear]   [Física nuclear]  Nome dado às radiações invisíveis que aparecem no tubo de Crookes, quando nele se produzem os raios catódicos.

raio vector
[Geometria]   [Geometria]  Segmento orientado que tem por origem um ponto fixo, e cuja extremidade se pode deslocar sobre uma dada curva.


rai·ar rai·ar

- ConjugarConjugar

(raia + -ar)
verbo transitivo

1. Fazer riscas em. = BETAR, ESTRIAR, RAJAR, RISCAR

2. Estriar o interior do cano das armas de fogo.

verbo intransitivo

3. Brilhar, despedir raios luminosos.

4. Começar a despontar no horizonte.

5. [Figurado]   [Figurado]  Aparecer, surgir.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "raio" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

) "O que raio se está a passar com o sector do lítio??

Em a peida é um regalo ... do nariz a gente trata

A polícia acredita que seja mais um ato criminoso de bandidos do Raio A..

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

No início desta noite, três marginais, pertencentes a facção criminosa Raio A acabaram presos..

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

No início da tarde desta sexta-feira (10), três criminosos armados, oriundos da facção criminosa Raio A, sequestraram um ônibus da Viação Atlântico..

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

Na manhã desta sexta (10), bandidos da facção criminosa Raio A, considerada a maior de todo sul e extremo sul da Bahia, mostraram mais...

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Em expressões como não análise, não excedente, não conhecimento, não aceitação, não provimento, etc., quando deve ser utilizado, ou não, o hífen?
A utilização do hífen em casos semelhantes aos apresentados é possível e até muito usual.

A palavra não, por se tratar de um advérbio, é uma palavra invariável usada geralmente para modificar um verbo (ex.: não comi), um adjectivo (ex.: pessoa não competente), outro advérbio (ex.: agindo não eficazmente) ou uma frase (ex.: não podemos deixar-nos adormecer) mas em geral não modifica substantivos. Por este motivo, é comum ligar este advérbio por hífen a um substantivo que se lhe segue, mas tal procedimento não é obrigatório, nem é regulado por qualquer indicação nos textos legais em vigor para a língua portuguesa.

O que é dito sobre o hífen no Acordo Ortográfico de 1945 (válido para o português europeu, mas muito semelhante ao que é dito no Formulário Ortográfico de 1943, válido para o português do Brasil) é bastante vago e nada esclarecedor sobre este assunto: “Emprega-se o hífen nos compostos em que entram, foneticamente distintos (e, portanto, com acentos gráficos, se os têm à parte), dois ou mais substantivos, ligados ou não por preposição ou outro elemento, um substantivo e um adjectivo, um adjectivo e um substantivo, dois adjectivos ou um adjectivo e um substantivo com valor adjectivo, uma forma verbal e um substantivo, duas formas verbais, ou ainda outras combinações de palavras, e em que o conjunto dos elementos, mantida a noção da composição, forma um sentido único ou uma aderência de sentidos.” (Base XXVIII [sublinhado nosso]).

O Acordo Ortográfico de 1990 não altera nada a este respeito.

O uso do hífen coloca então muitas dúvidas aos utilizadores da língua, pois não obedece geralmente a critérios lógicos, mas antes a convenções e muitas vezes é justificado devido à tradição de registo em dicionários de língua que funcionam como referência. Neste âmbito, surgem em muitos dicionários entradas com o elemento não- seguido de adjectivos, substantivos e verbos, mas como, em teoria, qualquer palavra de uma destas classes poderia ser modificada pelo advérbio não, o registo de todas as formas possíveis seria impraticável e de muito pouca utilidade para o consulente.

Em conclusão, podemos afirmar que o uso do hífen é possível para ligar o advérbio não a um substantivo; o uso do hífen para ligar o advérbio não a classes que são habitualmente modificadas por advérbios (verbos, adjectivos, advérbios) parece ser desnecessário, dadas as características da classe adverbial, mas nada o impede.




As palavras "Ajuntar" e "Juntar" podem ambas ser usadas no mesmo sentido para "recolher algo do chão"?
Nenhum dicionário regista exaustivamente o léxico de uma língua. O sentido de "recolher algo do chão" para os verbos juntar e ajuntar (que podem ser considerados variantes) não se encontra em geral dicionarizado, à excepção do Dicionário Priberam e do Dicionário Houaiss. Parece-nos tratar-se de um regionalismo, nomeadamente presente no dialecto madeirense (uma vez que pelo menos na Madeira é usado nessa acepção), entre outros possíveis.
No Dicionário Houaiss, o verbo juntar aparece com o significado "recolher, apanhar (coisas)", e com o exemplo "na feira, as crianças juntavam as frutas tombadas das barracas". O facto de aparecer também registado num dicionário brasileiro como o Dicionário Houaiss (que também tem uma edição portuguesa, onde esta acepção não sofreu alteração), pode indiciar que esta acepção terá também curso no Brasil, ainda que seja este o único dicionário brasileiro que a registe.

pub

Palavra do dia

za·gai·ar za·gai·ar

- ConjugarConjugar

(zagaia + -ar)
verbo transitivo

1. Arremessar zagaia, tipo de lança curta.

2. Ferir ou matar com esse tipo de lança.

verbo transitivo e intransitivo

3. [Pesca]   [Pesca]  Pescar com zagaia, tipo de engodo artificial.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/raio [consultado em 27-09-2021]