Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

Pesquisa por "omnipotência" nas definições

Dúvidas linguísticas


É correcto usar a expressão às páginas tantas?
A locução a páginas tantas surge registada em vários dicionários de língua portuguesa, inclusive no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, na entrada página. O uso da crase nesta locução (às páginas tantas) é relativamente usual, a julgar pelo número de ocorrências em corpora e motores de pesquisa da Internet e, apesar de a locução apenas se encontrar dicionarizada sem a crase, não pode ser considerada incorrecta, uma vez que a contracção à é comum antes de substantivos femininos.



As palavras sobre as quais que tenho dúvidas são rentabilidade e rendibilidade. Eu penso que rentabilidade não existe, pois esta palavra refere-se a rendimento e não a rentimento. Ou seja, não se deveria dizer rentabilidade, mas sim rendibilidade. Sei que no vosso site, também tem a designação para a palavra rentabilidade e associam-na a rendibilidade, no entanto gostava de vos perguntar se realmente esta palavra existe, e, se existe, se sempre existiu, ou se só existe desde o novo acordo da língua portuguesa.
As palavras a que se refere estão atestadas em diversos dicionários de língua portuguesa, ainda que os puristas pelejem pela exclusão de rentabilidade em favor de rendibilidade. No entanto, parece ser indiscutível a primazia das formas rentável / rentabilidade (aquelas que alguns consideram galicismos) sobre rendível / rendibilidade (as consideradas correctas), como se pode comprovar, por exemplo, em buscas feitas em páginas da Internet escritas em Português. Certa para uns, errada para outros, a palavra rentabilidade aparece registada já em dicionários do final do século passado (cf. Antônio Geraldo da Cunha, Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa, Rio de Janeiro, 1982 [1.ª e 2.ª impressões] - Id., 2.ª ed., 1986).

Palavra do dia

es·pon·só·ri·o es·pon·só·ri·o


(latim sponso, -are, casar + -ório)
nome masculino

1. Promessa de casamento recíproca e solene entre noivos.

2. Cerimónia de casamento.


SinónimoSinônimo Geral: DESPONSÓRIO, DESPOSÓRIO, ESPONSAIS, ESPONSÁLIAS

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/pesquisar/omnipot%C3%AAncia [consultado em 13-06-2021]