Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
ocupaçãoocupação | s. f.
derivação fem. sing. de ocuparocupar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

o·cu·pa·ção o·cu·pa·ção
(latim occupatio, -onis)
substantivo feminino

1. Acto ou efeito de ocupar ou de se ocupar.

2. Posse.

3. Tempo durante o qual território se encontra conquistado ou invadido.

4. Profissão, emprego, trabalho.

5. Negócio; serviço.


o·cu·par o·cu·par - ConjugarConjugar
(latim occupo, -are)
verbo transitivo

1. Tomar ou estar na posse de.

2. Exercer o controlo sobre determinado espaço.

3. Não deixar que outrem utilize algo; tomar para si sem partilhar (ex.: ocupar a casa de banho; não quero ocupar o seu tempo).DESOCUPAR, LIBERTAR

4. Preencher um espaço ou um território. = ENCHER

5. Estar instalado em determinado lugar. = HABITAR, INSTALAR-SE, MORARDESOCUPAR

6. Instalar-se em casa ou terreno sem autorização do proprietário.DESOCUPAR

7. Exercer, desempenhar.

8. Atribuir tarefas ou dar ocupação a.

9. Embaraçar, estorvar.

10. Ser objecto de.

11. Pejar.

verbo intransitivo

12. [Antigo]   [Antigo]  Ficar grávida. = EMPRENHAR, ENGRAVIDAR

verbo pronominal

13. Ter como assunto. = DEDICAR-SE, TRATAR

14. Tomar a seu cargo. = CUIDAR, TRATAR, VELAR, ZELAR

15. Entreter-se.

16. Empregar-se.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "ocupação" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Em uma cadeia alimentar existem vários estágios. A saber, primário, secundário, terciário, quaternário. Após o estágio quaternário como deve ser falado/escrito/definido o quinto item da sequência?
A dúvida colocada não tem fácil resolução, porque as palavras em causa não se comportam como numerais ordinais, mas como adjectivos, pelo que, quando se chega ao quaternário, não parece haver continuação disponível no léxico português. A sugestão que podemos fazer é a de que se utilize em vez destas palavras os numerais ordinais, cuja continuação é mais fácil (ex.: "primeiro estágio", "segundo estágio", "terceiro estágio", "quarto estágio", "quinto estágio", etc.).



Qual é o diminutivo da palavra foto? Esse diminutivo é masculino ou feminino?
A adjunção de sufixos diminutivos não altera as propriedades morfossintácticas do derivante, que são herdadas pelo derivado. Assim, por exemplo, os sufixos -inho e -zinho alteram apenas a informação semântica (o juízo de valor que se faz sobre a forma de base a que se juntam), mantendo a mesma categoria sintáctica e o mesmo género do derivante: quando se associam a um adjectivo geram um adjectivo (moderno/a - moderninho/a - modernozinho/a), quando se associam a um nome geram um nome (papel - papelinho - papelzinho) e quando se associam a um advérbio geram um advérbio (devagar - devagarinho - devagarzinho).

Tradicionalmente, os sufixos -inho e -zinho são considerados o mesmo, sendo a consoante -z- encarada como um elemento de ligação, pelo que a forma -zinho é tida como uma variante de -inho. No entanto, o seu emprego é distinto, já que se associam a diferentes formas de base, o que faz deles mais do que meras variantes. O sufixo -inho associa-se a radicais, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um livro - um livrinho; uma caneta - uma canetinha; um pijama - um pijaminha; uma tribo - uma tribinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um sabonete - um sabonetinho; uma semente - uma sementinha; um anel - um anelinho; uma espiral - uma espiralinha). O sufixo -zinho associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma caneta - uma canetazinha; um pijama - um pijamazinho; uma tribo - uma tribozinha; um sabonete - um sabonetezinho; uma semente - uma sementezinha; um anel - um anelzinho; uma espiral - uma espiralzinha). O mesmo é válido para os sufixos -ito e -zito.

Posto isto, o substantivo feminino foto (redução de fotografia) pode apresentar vários diminutivos, consoante os sufixos usados, sendo todos femininos: uma foto - uma fotinho, uma fotozinha, uma fotito, uma fotozita. Não há muitos substantivos femininos terminados em -o (para além de foto e tribo, a lista inclui expo (redução de exposição), imago, libido, moto, virago e pouco mais) e o seu uso no grau diminutivo não é dos mais frequentes, o que justifica as hesitações e, por vezes, as incorrecções de alguns falantes.

pub

Palavra do dia

ba·ci·lo ba·ci·lo
(latim bacillum, -i ou bacillus, -i, diminutivo de baculus, -i, varinha, vara, bastão)
substantivo masculino

1. [Biologia]   [Biologia]  Vibrião que determina doenças no organismo animal.


bacilo de Koch
[Biologia]   [Biologia]  Nome dado à bactéria que causa a tuberculose humana.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/ocupa%C3%A7%C3%A3o [consultado em 24-03-2019]