PT
BR
Pesquisar
Definições



neneca

A forma nenecapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de nenecarnenecar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de nenecarnenecar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
nenecaneneca
( ne·ne·ca

ne·ne·ca

)


nome feminino

[Moçambique] [Moçambique] Espécie de bolsa ou de faixa de pano resistente e ajustável que permite transportar um bebé aconchegado ao corpo.

etimologiaOrigem etimológica:derivação regressiva de nenecar.
nenecarnenecar
( ne·ne·car

ne·ne·car

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. [Moçambique] [Moçambique] Transportar um bebé no colo ou às costas, geralmente seguro por uma faixa de pano (ex.: nenecou o filho até ao posto de saúde).

2. [Moçambique] [Moçambique] Adormecer, embalar, geralmente levando o bebé aconchegado junto ao corpo (ex.: o pai costuma nenecar a menina).

etimologiaOrigem etimológica:nené + -ecar.

Anagramas

Esta palavra no dicionário



Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.