Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

monocracia

monocraciamonocracia | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

mo·no·cra·ci·a mo·no·cra·ci·a


(mono- + -cracia)
nome feminino

1. Monarquia que abrange várias nações.

2. Forma de governo em que o governante tem poder absoluto. = AUTOCRACIA

3. Estado em que há essa forma de governo. = AUTOCRACIA

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "monocracia" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...(que em dois meses estará “lá”) ou mesmo um só entre eles nesta nossa monocracia , por que não o aparelhado solitário de turno plantado no TRF-4 pela janela...

Em *BLOG do ORLANDO TAMBOSI*

...podia escapar: o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista o vocábulo monocracia ..

Em linguagista.blogs.sapo.pt

mandou dizer que o Estado Novo não foi uma república, mas sim uma monocracia , uma ditadura..

Em linguagista.blogs.sapo.pt

...Portugal fosse República quando o infame ditador, beato e monárquico, fez do regime uma monocracia e dos alegados presidentes capachos..

Em PONTE EUROPA

Durante 48 anos não existiu uma República ou uma Monarquia, houve uma monocracia cujos saudosistas, por ignorância ou vingança, não desistem de ver restaurada com um novo...

Em PONTE EUROPA
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como dizer correctamente: ...a área que mais lhe fascina ou ... a área que mais a fascina?
O verbo fascinar é tradicionalmente registado nos dicionários como transitivo directo, isto é, como um verbo que selecciona um complemento nominal obrigatório que não é introduzido por uma preposição (ex.: esta área fascinou o aluno), não sendo consideradas aceitáveis construções com um complemento indirecto, isto é, um complemento nominal obrigatório introduzido por uma preposição (ex.: *esta área fascinou ao aluno; o asterisco indica agramaticalidade). Quando há pronominalização dos complementos de terceira pessoa, o complemento directo corresponde aos pronomes pessoais o, a os, as e o complemento indirecto aos pronomes pessoais lhe, lhes. Assim, relativamente aos exemplos acima referidos, a pronominalização do complemento directo da frase esta área fascinou o aluno deve ser feita com o pronome o (esta área fascinou-o), pois trata-se de um complemento directo, e não com o pronome lhe (*esta área fascinou-lhe).

Em relação às frases apontadas na dúvida colocada, o caso é o mesmo. Deverá ser usada a construção a área que mais a fascina (equivalente a a área que mais fascina alguém) e não a construção *a área que mais lhe fascina (equivalente a *a área que mais fascina a alguém).




Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.

pub

Palavra do dia

o·ven·çal o·ven·çal


(ovença + -al)
nome masculino

1. [Antigo]   [Antigo]  Pessoa encarregada de uma despensa. = DESPENSEIRO, ECÓNOMO

2. [Antigo]   [Antigo]  Cobrador de rendas.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/monocracia [consultado em 19-10-2021]