Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

moita

moitamoita | n. f. | interj.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

moi·ta moi·ta


(origem obscura)
nome feminino

1. Conjunto espesso de plantas de pouca altura.

interjeição

2. Expressão usada para indicar que nada se respondeu. = MOITA-CARRASCO


SinónimoSinônimo Geral: MOUTA

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "moita" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Braga, Benfica, FC Porto e Sporting já conhecem os seus adversários para a 3ª eliminatória da Taça de Portugal. O atual detentor da Taça, o SC Braga irá deslocar-se ao terreno do Moitense, da Distrital da AF de Setúbal. Jogando todos fora de portas, o Benfica irá defrontar o Trofense, enquanto o FC Porto enfrenta o Sintrense…

Em Fora-de-jogo

Co-dirigiu, com os poetas António Luís Moita , António Ramos Rosa, José Terra e Luís Amaro, entre 1951 e 1953, a...

Em Geopedrados

Lopes da Silva José Duarte Tatiana Faia José Pedro Moreira Teixeira Moita Joana Futre Noel Petinga Leopoldo

Em Pulga

Acho uma idiotice grupos de oposição continuarem pressionando o governo de São Paulo para se manifestarem na Av. Paulista no dia 7 de setembro. Além do gado ter reservado a data primeiro, é cair no jogo dele ir para a mesma via no mesmo dia. Tudo o que Biroliro quer é um choque violento, para justificar o golpe com que…

Em www.tonygoes.com.br

...Weintraub 2022 - São Paulo (@Weintraub2022SP) August 23, 2021 Depois de algum tempo na moita , Abraham Weintraub e seu irmão Artur voltaram a quebrar a internet..

Em www.tonygoes.com.br
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Consultando um site estrangeiro sobre bandeiras e numa tradução apressada encontrei vixiologia como a palavra para o estudo das mesmas. Ora, aparentemente, não existe esta palavra em português. Assim solicito me indiquem qual a palavra correcta.
A palavra correcta para este estudo é vexilologia (a palavra está registada no Dicionário Houaiss e no Vocabulário Ortográfico da Academia Brasileira de Letras).



A questão da regência verbal sempre foi problemática na língua portuguesa e, se calhar, em todas as outras. Mas, uma das regências mais controversas é a do verbo apelar. Uns insistem que a preposição exigida por este verbo é a, enquanto outros consideram que é para. Qual será então a forma correcta? Por exemplo, devemos dizer o padre apelou os crentes para se manterem fiéis à doutrina ou o padre apelou aos crentes a manterem-se fiéis à doutrina?
O verbo apelar pode ser intransitivo, isto é, admite uma construção sem complemento nominal obrigatório (ex.: O advogado apelou), ou transitivo indirecto, isto é, admite uma construção com um complemento nominal regido de preposição, que pode ser a, de ou para, consoante os contextos ou as acepções. A construção de apelar com a preposição de é usual no sentido que diz respeito a recurso de decisões ou sentenças (ex. O advogado apelou da sentença). As construções que parecem ser objecto de dúvida são aquelas em que se utiliza as preposições a ou para. Neste caso, ambas estão atestadas nos principais dicionários de língua e de regência verbais, sendo possíveis e correctas as construções O padre apelou aos crentes ou O padre apelou para os crentes. Esta construção pode ainda complicar-se como o exemplo apresentado sugere: O padre apelou aos crentes para se manterem fiéis.

Os dicionários e as gramáticas geralmente não se pronunciam sobre estas construções mais complexas, por haver dificuldade em descrevê-las ou designá-las. Neste caso, o complemento assinalado constitui um outro complemento indirecto que se articula com o primeiro. Do ponto de vista sintáctico, não parece existir motivo para a preposição não poder ser a mesma nos dois casos (ex.: O padre apelou aos crentes a se manterem fiéis.), mas para evitar ambiguidades ou dificuldades de percepção, a preposição deverá ser diferente. Se se entender que a construção é demasiado complexa, é possível simplificá-la apenas com um complemento indirecto, mantendo toda a informação semântica (ex.: O padre apelou a que os crentes se mantivessem fiéis ou O padre apelou para os crentes se manterem fiéis).

A construção que não respeita a regência do verbo é aquela em que existe um complemento directo, isto é, um complemento nominal não regido de preposição. Assim sendo, o exemplo *O padre apelou os crentes para se manterem fiéis à doutrina pode ser considerado agramatical, pois o verbo deve ter um complemento indirecto, logo o complemento destacado deverá ser introduzido por uma preposição: O padre apelou aos crentes para se manterem fiéis à doutrina.

pub

Palavra do dia

er·ra·di·car er·ra·di·car

- ConjugarConjugar

(latim eradico, -are)
verbo transitivo

1. Arrancar pela raiz (ex.: vamos erradicar as plantas doentes). = DESARRAIGAR, EXTIRPAR

2. Fazer desaparecer (ex.: a vacinação erradicou a varíola; refere a necessidade de erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades). = AFASTAR, ELIMINAR, EXCLUIR, EXPULSAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/moita [consultado em 17-10-2021]