PT
BR
Pesquisar
Definições



menos

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
menosmenos
|ê| |ê|
( me·nos

me·nos

)


quantificador existencial e pronome indefinido de dois géneros e dois números

1. Menor quantidade.


advérbio

2. Em menor número, grau, intensidade, etc.


nome masculino

3. A quantidade menor.


preposição

4. Excepto.


a menos

Em quantidade inferior; abaixo de (ex.: com um jogo a menos, a equipa adversária ocupa o segundo lugar).A MAIS

a menos que

A não ser que.

ao menos

Se outra razão não houver (ex.: a casa era cara, mas ao menos era espaçosa). = QUANDO MAIS NÃO SEJA

pelo menos

O mesmo que ao menos.

No mínimo (ex.: deixe-me ao menos acabar a frase).

etimologiaOrigem etimológica:latim minus.
Ver também resposta à dúvida: ao menos / pelo menos.

Auxiliares de tradução

Traduzir "menos" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber se o verbo vir na frase eu não quero que eles "vão" à festa, está correto e se não qual é a forma correta.
Na frase Eu não quero que eles vão à festa está presente o verbo ir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de cá para lá, ou de um local próximo para um local mais afastado.
Se quiser utilizar o verbo vir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de lá para cá, ou de um local afastado para um local mais próximo de quem fala, deverá utilizar a forma venham.
Em ambos os casos, a frase estará correcta, pois trata-se de formas verbais no presente do conjuntivo (ou presente do subjuntivo, no português do Brasil), por fazer parte de uma oração subordinada completiva ou integrante, que é complemento directo do verbo querer. As duas frases apenas diferem no sentido dado por ser o verbo ir ou o verbo vir.




Gostaria de saber qual a forma correcta: "há falta de amigos, ele falava sozinho" ou "à falta de amigos, ele falava sozinho."
No caso que refere, a frase correcta é à falta de amigos, ele falava sozinho.

A locução à falta de difere da construção há falta de, estando ambas correctas se usadas nos contextos apropriados.

A primeira, à falta de, é uma locução preposicional equivalente a “no caso de ausência de” ou “não havendo” (ex.: à falta de batatas, pode pôr só cenouras e nabos na sopa) e é sinónima da locução na falta de, formando uma locução adverbial com o substantivo ou grupo nominal que se lhe segue.

A construção há falta de é composta pelo verbo haver e pelo substantivo falta seguido da preposição de para indicar a ausência de alguma coisa (ex.: há falta de papel na impressora).