PT
BR
Pesquisar
Definições



matado

A forma matadopode ser [masculino singular particípio passado de matarmatar] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
matadomatado
( ma·ta·do

ma·ta·do

)


adjectivoadjetivo

[Brasil] [Brasil] Que tem mataduras (falando-se de cavalo).

etimologiaOrigem etimológica:mata + -ado.
matarmatar
( ma·tar

ma·tar

)
Conjugação:regular.
Particípio:abundante.


verbo transitivo e intransitivo

1. Tirar a vida a; causar a morte a (ex.: foi condenado por matar várias pessoas; a lei pune severamente quem mata; a guerra naquele país já matou milhares de pessoas).

2. Abater (reses).

3. Causar aflição ou sofrimento a. = AFLIGIR

4. [Brasil] [Brasil] [Jogos] [Jogos] Meter a bola de bilhar no buraco.


verbo transitivo

5. Causar grande dano ou prejuízo a. = ARRUINAR

6. Causar devastação ou destruição (ex.: as chuvas fortes mataram a plantação). = DESTRUIR

7. Causar grande sofrimento a. = AFLIGIR, MORTIFICAR

8. Importunar; molestar (ex.: vocês matam-me com tantas perguntas).

9. Fazer perder a qualidade ou o valor (ex.: as cores escolhidas mataram o conjunto das pinturas).

10. Fazer desaparecer. = EXTINGUIR

11. Saciar (ex.: matar a sede).

12. Passar (tempo) ociosamente (ex.: matou tempo a ler uma revista).

13. Levar à exaustão; causar grande cansaço.

14. Decifrar ou resolver (charadas, enigmas, passatempos, etc.).

15. [Informal] [Informal] Fazer grande esforço mental (ex.: não adianta matar a cabeça para encontrar justificações; matou os miolos a estudar e a pesquisar sobre o assunto).

16. [Informal] [Informal] Esvaziar, gastar ou consumir totalmente ou até ao fim (ex.: perguntou-lhe se podia matar o cigarro).

17. [Informal] [Informal] [Futebol] [Futebol] Amortecer o impacto (ex.: matar a bola com o peito).

18. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Não comparecer (no trabalho, nas aulas, etc.).

19. [Angola, Informal] [Angola, Informal] Vender fora dos circuitos legais a preços elevados.


verbo pronominal

20. Tirar a própria vida. = SUICIDAR-SE

21. [Figurado] [Figurado] Sacrificar-se, cansar-se.

22. [Figurado] [Figurado] Entregar-se por completo a uma actividade; esforçar-se muito para alguma coisa (ex.: matou-se para ter boas notas na escola).


a matar

Muito bem; na medida certa; na perfeição (ex.: essa roupa fica-lhe a matar).

etimologiaOrigem etimológica:latim vulgar *mattare, do latim macto, -are, honrar os deuses, consagrar, imolar uma vítima, punir, destruir, matar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "matado" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.



Utilizo com frequência o corrector linguístico, constituindo este uma importante ferramenta de trabalho. Constatei que, ao contrário do que considerava, a palavra pátio tem esta ortografia, e não páteo. Gostaria que me informassem se existiu algum acordo ortográfico recente ou se, pelo contrário, a ortografia actual sempre foi a correcta.
Já no texto da base IX do Acordo Ortográfico de 1945 (e na base V do Acordo Ortográfico de 1990), é referida a forma pátio, pelo que esta é a única forma considerada correcta.

É no entanto algo frequente a utilização da forma páteo, nomeadamente em estabelecimentos comerciais; esta forma pode ser considerada uma grafia mais antiga, de uma altura em que as convenções ortográficas ainda não tinham estabilizado a grafia do português.