Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

mal-da-nuca

mal-da-nucamal-da-nucamal da nuca | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

mal·-da·-nu·ca mal·-da·-nu·ca mal da nu·ca


nome masculino

[Veterinária]   [Veterinária]  Tumor na nuca do cavalo. = TESTUDO

Plural: males-da-nuca.Plural: males-da-nuca.

• Grafia no Brasil: mal da nuca.

• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: mal da nuca.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: mal-da-nuca


• Grafia em Portugal: mal-da-nuca.
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

." Execução de Maria Antonieta Na manhã de 16 de outubro, Maria Antonieta, que havia sido proibida de vestir-se de preto, trajava um vestido branco (a cor do luto para as antigas rainhas de França). Em seguida, o carrasco Henri Sanson, após cortar-lhe o cabelo até a altura da nuca , amarrou as suas mãos às

Em Geopedrados

: a gota primeira, que no chão desenhou uma circunferência e, reflectindo o embalo da lâmpada, cintilou solitária no cimento. “Isso um comunista já sabe”, pensou, “agora é boca fechada”. Uma silhueta que ali não estava cruzou a gota no chão. Ela tinha ficado deitada na areia — não sabia porque se

Em O Cheiro da Ilha

HISTÓRIA da CAROCHINHA Adoro mistérios de contos policiais. Até cheguei a publicar uns livros com esse gênero. Escrever sobre detetives, delegados, e casos policiais requer além de imaginação um jogo parecido com o do xadrez, onde o leitor fica de um lado do tabuleiro e o escritor do outro

Em VARAL de IDÉIAS

superfície. Ao contrário do resto das estruturas, não parecia deformar ao toque ruinoso do tempo, e as vinhas da selva mal avançavam para sua base maciça, como se a própria selva estivesse hesitante em reivindicar a estrutura invasora. Kasa esticou o pescoço para olhar para cima. Seu comprimento parecia

Em confrariadearton.blogspot.com

A VIOLÁ- LA NO DOMICILIO DA SUA MÃE ( que nada fez para a proteger ) BACOT PEGOU NO REVOLVER DELE (AS MUNIÇÕES ESTAVAM PERTO ) OS ACONTECIMENTOS SE SUCEDERAM A UMA VELOCIDADE VERTIGINOSA . NO DIA 13 DE MARÇO DE 2016, BACOT DEU UM TIRO NA NUCA DE POLLETE . HAVIA TENTADO MATÀ-LO COM COMPRIMIDOS PARA

Em Reencontros
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Escreve-se dispor ou dispôr? Já ouvi que ambas estão correctas, embora talvez a última tenha caído em desuso; será?
O verbo pôr tem acento circunflexo por necessidade de distinção clara da preposição por. No entanto, nenhum dos seus derivados ou cognatos tem acento circunflexo, por já não haver necessidade de qualquer distinção. Desta forma, a única ortografia correcta será dispor, como poderá encontrar no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, onde poderá confirmar também outros verbos cognatos como apor, antepor, compor, contrapor, depor, dispor, expor, justapor, opor, propor, etc.



Está correto dizer macérrimo para uma pessoa muito magra?

O superlativo absoluto sintético simples dos adjectivos (aquele que exprime, através de uma só palavra, um elevado grau de determinado atributo ou qualidade) forma-se, em português, através da adjunção do sufixo -íssimo ao adjectivo (ex.: vulgaríssimo, tristíssimo, cheiíssimo).

Alguns adjectivos, porém, apresentam um superlativo alternativo, derivado do superlativo latino. É o caso de magro, que forma, além do superlativo regular magríssimo, o superlativo irregular macérrimo (do latim macerrìmus, -a, -um, superlativo de màcer “magro, debilitado”), tal como célebre (celebérrimo ou celebríssimo), pobre (paupérrimo ou pobríssimo), próspero (prospérrimo ou prosperíssimo).

Outros casos de superlativos eruditos incluem formas terminadas em -imo, como fácil (facílimo ou facilíssimo), bem como formas que derivam do latim ou que recuperam parte do radical latino, como simples (simplicíssimo ou simplíssimo), respeitável (respeitabilíssimo), ineficaz (ineficacíssimo), chão (chaníssimo).

Não há muitos superlativos eruditos, sendo fácil encontrá-los elencados em compêndios gramaticais, como na Nova Gramática do Português Contemporâneo (Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 258-259).

Recentemente, o sufixo -érrimo, característico de superlativos eruditos, tem sido usado, seja por desconhecimento, seja por ironia, em formações novas, inexistentes no latim, como chatérrimo (em vez de chatíssimo) ou chiquérrimo (em vez de chiquíssimo). No caso do adjectivo magro, este sufixo gerou ainda a forma magérrimo, dispensável em registos de língua cuidados.

pub

Palavra do dia

al·vo·ri·çar al·vo·ri·çar


(alvoriço + -ar)
verbo intransitivo

1. [Antigo]   [Antigo]  Fugir com susto. = DEBANDAR

verbo pronominal

2. Ficar com os cabelos ou pêlos arrepiados; pôr-se o cabelo em pé (ex.: alvoriçou-se com o susto). = ARREPIAR-SE

Confrontar: alvoroçar.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/mal-da-nuca [consultado em 30-11-2021]