Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
mãomão | s. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

mão mão
(latim manus, -us)
nome feminino

1. Extremidade do braço humano a partir do pulso, que serve para o tacto e apreensão dos objectos.Ver imagem

2. Pé dianteiro do quadrúpede.

3. Pé de rês (depois de cortado).

4. Garra (da ave de rapina).

5. [Desporto]   [Esporte]  Falta cometida por um jogador de futebol que toca deliberadamente a bola com essa parte do corpo.

6. Lado indicado por cada uma das mãos (ex.: mão direita, mão esquerda).

7. Lado (geralmente o direito) em que deve circular quem guia um veículo ou segue a pé em determinado sentido.

8. Parte por onde se segura, maneja ou governa um instrumento, um utensílio, etc. = CABO, PEGA

9. Faculdade de ser o primeiro a fazer ou dizer uma coisa.

10. Conjunto de cartas lançadas numa vaza ou valor das cartas de um jogador.

11. Parceiro que primeiro joga numa partida.

12. Lanço completo de jogo.

13. Camada (de tinta, cal, verniz, etc.) que estende numa superfície. = DEMÃO

14. Medida, tomada com a mão aberta, que vai da extremidade do dedo polegar à ponta do dedo mínimo. = PALMO

15. Medida, equivalente a meio palmo, tomada pela largura da mão com os dedos unidos. = MÃO-TRAVESSA

16. Grupo de cinco objectos.

17. [Artes gráficas]   [Artes gráficas]  Conjunto de 25 folhas (ex.: uma resma tem vinte mãos de papel).

18. O que cabe na mão. = MANCHEIA, MÃO-CHEIA, PUNHADO

19. Pequeno feixe que cabe na mão. = MANOLHO, MANOJO

20. Modo de operar ou trabalhar (ex.: nota-se aqui uma mão profissional). = ESTILO, MANEIRA

21. Direito ou força de mandar (ex.: mão forte). = AUTORIDADE, MANDO, PODER

22. Auxílio; socorro (ex.: nenhuma mão o ajudou).

23. Patrocínio, favor.

24. Domínio, posse (ex.: o carro mudou de mão).

25. Sorte, felicidade com que se escolhe (ex.: ele tem mão para isto).

26. Carda miúda (para panos).

27. Gavinha.

28. Pilão de um almofariz.Ver imagem

29. [Marinha]   [Marinha]  Haste mais curta de um madeiro angular. (Também se diz mão da curva.)


abrir mão de
Renunciar a ou desistir de algo (ex.: não vamos abrir mão dos nossos princípios).

à mão
Perto ou ao alcance da mão.

Com as mãos ou sem uso de máquinas ou dispositivos automáticos. = MANUALMENTE

à mão de semear
[Informal]   [Informal]  Perto ou ao alcance da mão; de fácil acesso.

às mãos lavadas
Sem dificuldade.

assentar a mão
Habituar-se a um trabalho ou operação; tornar-se desembaraçado. = ADESTRAR-SE

com a mão do gato
Sorrateiramente.

com as mãos vazias
O mesmo que de mãos vazias.

dar a/uma mão
Ajudar (ex.: fomos dar uma mão ao pessoal da associação).

dar de mão
Abandonar.

de mão lavada
De graça, gratuitamente.

de mão(s) na cinta
O mesmo que de mão(s) na ilharga.

de mão(s) na ilharga
Com soberba; com modos arrogantes.

de mãos vazias
Sem nada para dar ou propor; com as mãos vazias (ex.: saiu da reunião de mãos vazias).

deitar a mão a
Agarrar, apoderar-se.

deixar da mão
Parar de incomodar (ex.: eu queria despachar-me e ele não me deixava da mão). = LARGAR DA MÃO

em primeira mão
Novo (ex.: nunca teve um carro em primeira mão).

Pela primeira vez; antes de outros publicarem ou divulgarem (ex.: notícia em primeira mão; o canal anunciou em primeira mão a demissão do ministro).

em segunda mão
Já usado.

estar com as mãos na massa
Ocupar-se de um assunto; estar a trabalhar (na coisa de que se trata).

falar à mão
Interromper (a quem fala ou trabalha).

fazer mão baixa em
Roubar.

fora de mão
Muito longe; desviado.

ir à mão de
Repreender; contrariar.

lançar mão de
Servir-se de. = USAR, UTILIZAR

largar da mão
[Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Parar de incomodar (ex.: larga-me da mão porque tenho muito trabalho). = DEIXAR DA MÃO

lavar as mãos
Eximir-se de toda a responsabilidade.

mão de ferro
Opressão; tirania.

Severidade no modo de governar.

mão de mestre
Mão prática; mão bem exercitada.

mão de pilão
[Informal]   [Informal]  Falta de habilidade com as mãos, principalmente na execução de trabalhos manuais ou artesanais.

mão de rédea
Governo de cavalo (pelo freio).

mão morta
A que se deixa mover à vontade por outra. (Confrontar: mão-morta.)

mão na roda
[Brasil]   [Brasil]  Ajuda oportuna.

mãos de anéis
Mãos mimosas.

mãos limpas
Integridade.

mãos postas
Mãos erguidas para rezar ou suplicar.

mão única
[Brasil]   [Brasil]  Circulação só permitida num dos sentidos de uma rua ou estrada. = SENTIDO ÚNICO

meter a(s) mão(s) na massa
[Informal]   [Informal]  Lançar-se a um trabalho; participar na realização de algo.

não ter mãos a medir
[Informal]   [Informal]  Estar muito ocupado.

pedir a mão
Pedir em casamento.

pôr a(s) mão(s) no fogo
Responsabilizar-se por ou não ter quaisquer dúvidas em relação a algo ou alguém.

por baixo de mão
Às escondidas.

ter mão em
Controlar; suster.

vir às mãos
Lutar, combater.

untar as mãos a
Corromper alguém com dinheiro ou dar gorjeta ou gratificação para obter favores.

Plural: mãos.Plural: mãos.
pub

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


No vosso dicionário em rede definem o verbo encriptar como um termo informático que significa "criar código para tornar secreto um documento". Estou completamente em desacordo com a existência deste verbo e com esta definição. Os conceitos de cifra e decifra de texto ou de outra informação são tão antigos como a própria escrita, muito antes de existir informática, e têm os verbos estabelecidos em português desde há muito: cifrar e decifrar. O termo encriptar é um anglicismo infelizmente muito usado e que tem como origem um abastardamento do verbo anglo-saxónico to encrypt. Infelizmente, no mundo da informática, no qual trabalho e onde essa tradução errada muito surge, é normal que por preguiça se abuse das traduções erradas por proximidade de escrita, mas na minha opinião isso deve ser contrariado quando não faz qualquer sentido. Assim, eu concedo que seja difícil ou impossível traduzir eficazmente conceitos como firewalls, spam, etc. mas não usar os verbos cifrar e decifrar para usar encriptar (e decriptar ou desencriptar) já me parece negativo. Ou concordam com a existência do verbo printar (em vez de imprimir)? E scanar (em vez de digitalizar)?
A questão não é pacífica, como acontece sempre que há interferências linguísticas externas, mas parece um pouco redutor tratar encriptar da mesma forma que printar, scanar ou até downloadar.

Se analisarmos a palavra encriptar, verificamos que, do ponto de vista morfológico, ela é bem formada (ao contrário de printar, scanar ou downloadar, que partem de segmentos inexistentes em português), derivando de en + cripta + ar.

Do ponto de vista semântico, ela sofreu um enriquecimento (por influência do inglês to encrypt, é certo) tal como aconteceu, aliás, com outras palavras portuguesas (ex.: aceder, alocar, compactar, compilar, configurar, digitalizar, etc.), que ganharam sentidos novos no domínio informático.

Assim sendo, parece não haver motivos linguísticos (a não ser a sensibilidade linguística de cada falante) que impeçam a utilização de encriptar e derivados como sinónimos de cifrar e derivados:

(1) É preciso encriptar / cifrar o canal.
(2) É preciso desencriptar / decifrar o canal.

(3) Curso de encriptação / cifração.
(4) Curso de desencriptação / decifração.

(5) Ficheiros encriptados / cifrados.
(6) Ficheiros desencriptados / decifrados.

A língua e alguns dicionários que a descrevem já dão conta desses factos linguísticos. O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa regista efectivamente, na entrada encriptar, o sentido primeiro de “colocar em cripta ou túmulo”, sentido esse dicionarizado desde o séc. XIX, no Novo Dicionário da Língua Portuguesa (Lisboa, 1899), de Cândido de Figueiredo, a par do sentido “codificar”, que questiona. Os gramáticos e os dicionários não parecem ter dúvidas quanto à existência do verbo encriptar, mas não se entendem quanto à acepção do domínio informático. Por exemplo, o Grande Dicionário da Língua Portuguesa (Porto Editora, 2004) e o Dicionário Aurélio (Nova Fronteira, 1999) registam apenas essa acepção de informática, pelo que o assunto promete permanecer polémico.





Gostaria de saber qual é o adjectivo de pedra.
Poderá utilizar como adjectivo relativo a pedra ou com características de pedra a palavra pétreo ou, menos usadas, as palavras petroso ou sáxeo.
pub

Palavra do dia

de·sem·pa·re·dar de·sem·pa·re·dar - ConjugarConjugar
(des- + emparedar)
verbo transitivo

1. Desfazer o emparedamento.

2. Dar liberdade ao que está emparedado.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/m%C3%A3o [consultado em 23-01-2021]