Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

lápis

lápislápis | n. m. 2 núm.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

lá·pis lá·pis


(italiano lapis, do latim lapis, -idis, pedra)
nome masculino de dois números

1. Artefacto, geralmente de madeira, cilíndrico, comprido e fino, cujo interior contém uma barra de grafite para escrever ou desenhar (ex.: para a prova de desenho, é preciso levar papel, lápis e borracha).Ver imagem

2. Substância mineral negra que compõe o interior desse artefacto. = GRAFITE, PLUMBAGINA

3. Objecto cilíndrico, geralmente composto de uma substância medicamentosa ou cosmética (ex.: lápis de contorno para lábios).

4. Desenho ou obra artística feita com esse artefacto.

5. Pessoa que desenha ou cria obra de arte com esse artefacto.

6. Instrumento com cuja ponta, em forma desse artefacto, se faz alguma operação.


lápis de cera
[Portugal]   [Portugal]  Cilindro de cera ou parafina e pigmentos variados, fácil de manusear e que produz um traço colorido grosso. (Equivalente no português do Brasil: giz de cera).

lápis de cor
Aquele cuja mina contém pigmentos e que produz um traço colorido.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "lápis" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Dúvidas linguísticas


Ouve-se em certos telejornais expressões como a cujo ou em cujo; contudo gostaria de saber se gramaticalmente a palavra cujo pode ser antecedida de preposição.
O uso do pronome relativo cujo, equivalente à expressão do qual, pode ser antecedido de preposição em contextos que o justifiquem, nomeadamente quando a regência de alguma palavra ou locução a tal obrigue. Nas frases abaixo podemos verificar que o pronome está correctamente empregue antecedido de várias preposições (e não apenas a ou em) seleccionadas por determinadas palavras (nos exemplos de 1 e 2) ou na construção de adjuntos adverbiais (nos exemplos de 3 e 4):

1) O aluno faltou a alguns exames. O aluno reprovou nas disciplinas a cujo exame faltou. (=O aluno reprovou nas disciplinas ao exame das quais faltou);
2) Não haverá recurso da decisão. Os casos serão julgados pelo tribunal, de cuja decisão não haverá recurso. (=Os casos serão julgados pelo tribunal, dadecisão do qual não haverá recurso);
4) Houve danos em algumas casas. Os moradores em cujas casas houve danos foram indemnizados. (=Os moradores nas casas dos quais houve danos foram indemnizados);
5) Exige-se grande responsabilidade para o exercício desta profissão. Esta é uma profissão para cujo exercício se exige grande responsabilidade. (=Esta é uma profissão para o exercício da qual se exige grande responsabilidade).




Quando devo usar "x" e quando devo usar "ch"? Bicho, mexerica, xuxu... existe uma regra para a aplicação de um ou outro?
A ortografia é um conjunto de regras convencionadas; como tal, é artificial e às vezes “pouco amiga do utilizador”.

A maioria das vezes, é o utilizador da língua que mais lê e mais consulta obras de referência, como dicionários, prontuários e afins, que melhor conhece essas regras e que melhor escreve. Não há nenhuma estratégia para escrever correctamente que não passe pela memorização do léxico e pela experiência de leitura e de escrita.

O caso de -ch- e -x- é frequentemente problemático, por corresponder muitas vezes ao mesmo som [S] (ex.: chá, xá), e por ambos os segmentos poderem ocorrer em posição inicial (ex.: chávena, xícara) e medial de uma palavra (ex.: fechar, mexer).

A consulta de obras de referência (dicionários, vocabulários, prontuários e afins), de que o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa é apenas um exemplo, pode ajudar na verificação de casos duvidosos. Esta verificação pode também contribuir para a memorização do léxico e interiorização das regras.

Poderá ter alguma utilidade a consulta da Base V do Acordo Ortográfico de 1945 para a norma europeia do português, especialmente no número 3.º. Para a norma brasileira, estas indicações também são válidas, sendo semelhantes às que estão no grupo X do Formulário Ortográfico de 1943.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, não há nenhuma alteração relativamente a este assunto, mas poderá ser útil a consulta da Base III.

Relativamente às palavras listadas, é de referir que deverá grafar chuchu (a não ser que se trate de um cabo-verdianismo apenas registado no Dicionário Houaiss, que quer dizer "endiabrado" ou "sujo").

pub

Palavra do dia

gran·jo·li·ce gran·jo·li·ce


(granjola + -ice)
nome feminino

[Informal]   [Informal]  Acção que se destina a enganar alguém. = FAJARDICE, GRANJOLADA, INTRUJICE, PATIFARIA, VELHACARIA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/l%C3%A1pis [consultado em 07-12-2022]